O Sundara Kanda de Tulsidas em Hindi/Devanágari, Transliteração IAST e Português

O Hindi é uma língua falada por bilhões de cidadãos da Índia.
Devanágari é uma forma de escrever as palavras dessa língua.
Transliteração é a escrita desses sons no alfabeto latino/anglo/saxão devido à dominação/escravização dos povos da Índia pelo Império Inglês por mais de 200 anos.
Nunca confundir Transliteração (escrita dos sons) com Tradução (significado racional das palavras)

Hindi/Devanágari
Transliteração IAST
Português

 रामचरितमानस:सुन्दरकाण्ड
raamacharitamaanas:sundarakaand
Ramcharitmanas: sundara kanda

 

Mangal Bhawan Amangal Haari
Mangal Bhawan Amangal Haari
Dravhu Sudashath Adir Bihari
Dravhu Sudashath Adir Bihari

 

श्लोक ॥१॥
शान्तं शाश्वतमप्रमेयमनघं निर्वाणशान्तिप्रदं
ब्रह्माशम्भुफणीन्द्रसेव्यमनिशं वेदान्तवेद्यं विभुम् ।
रामाख्यं जगदीश्वरं सुरगुरुं मायामनुष्यं हरिं
वन्देऽहं करुणाकरं रघुवरं भूपालचूड़ामणिम्
Shloka ||1||
shaantan shaashvatamaprameyamanaghan nirvaanashaantipradan
brahmaashambhuphaneendrasevyamanishan vedaantavedyan vibhum
raamaakhyan jagadeeshvaran suragurun maayaamanushyan harin
vandehan karunaakaran raghuvaran bhoopaalachoodaamanim
Sloka 1
Eu rezo ao Senhor do Universo chamado Rama, chefe dos Raghus, supremo entre os reis, uma mina de ternura amorosa, destruindo todos os pecados visíveis em forma humana por causa de seu maya (poder da ilusão), o maior das divindades, todo permeável, vale a pena conhecer através de Vedanta (Upanishads) constantemente servido por Brahma, Shambhu e Sheshnag (a cobra de mil cabeças na qual Vishnu dorme), concedendo suprema felicidade na forma de moksha ou salvação, sem pecado, além da percepção mundana, eterno e calmo.

श्लोक ॥२॥
नान्या स्पृहा रघुपते हृदयेऽस्मदीये
सत्यं वदामि च भवानखिलान्तरात्मा।
भक्तिं प्रयच्छ रघुपुङ्गव निर्भरां मे
कामादिदोषरहितं कुरु मानसं च
Shloka ||2||
naanya sprha raghupate hrdayesmadeeye
satyan vadaami ch bhavaanakhilaantaraatma.
bhaktin prayachchh raghupungav nirbharaan me
kaamaadidosharahitan kuru maanasan
Sloka 2
Eu digo a verdade, oh Senhor dos Raghus! Você sabe muito bem que não há outro desejo em meu coração, pois você é a alma interior de todos. Oh chefe dos Rahgus! Conceda-me devoção religiosa absoluta por você e tire minha mente de luxúria e outros vícios.

श्लोक ॥३॥
अतुलितबलधामं हेमशैलाभदेहं
दनुजवनकृशानुं ज्ञानिनामग्रगण्यम्।
सकलगुणनिधानं वानराणामधीशं
रघुपतिप्रियभक्तं वातजातं नमामि
Shloka ||3||
atulitabaladhaaman hemashailaabhadehan
danujavanakrshaanun gyaaninaamagraganyam.
sakalagunanidhaanan vaanaraanaamadheeshan
raghupatipriyabhaktan vaatajaatan namaami
Sloka 3
Eu me inclino para Shri Hanuman, filho do Deus do Vento, o louvável devoto de Shri Raghunath (Senhor dos Raghus), o mestre dos macacos, o tesouro de todas as virtudes, o melhor dos sábios, equivalente ao fogo ardente para destruir a floresta de demônios, com um corpo brilhando como a montanha de ouro Sumeru, Hanuman é a morada de força imensurável.

चौपाई
जामवंत के बचन सुहाए। सुनि हनुमंत हृदय अति भाए॥
तब लगि मोहि परिखेहु तुम्ह भाई। सहि दुख कंद मूल फल खाई॥
जब लगि आवौं सीतहि देखी। होइहि काजु मोहि हरष बिसेषी॥
यह कहि नाइ सबन्हि कहुँ माथा। चलेउ हरषि हियँ धरि रघुनाथा॥
सिंधु तीर एक भूधर सुंदर। कौतुक कूदि चढ़ेउ ता ऊपर॥
बार बार रघुबीर सँभारी। तरकेउ पवनतनय बल भारी॥
जेहिं गिरि चरन देइ हनुमंता। चलेउ सो गा पाताल तुरंता॥
जिमि अमोघ रघुपति कर बाना। एही भाँति चलेउ हनुमाना॥
जलनिधि रघुपति दूत बिचारी। तैं मैनाक होहि श्रमहारी॥
दोहा
हनूमान तेहि परसा कर पुनि कीन्ह प्रनाम।
राम काजु कीन्हें बिनु मोहि कहाँ बिश्राम॥१॥
Chaupaee
jaamavant ke bachan suhae. suni hanumant hrday ati bhae.
tab lagi mohi parikhehu tumh bhaee. sahi dukh kand mool phal khaee.
jab lagi aavaun seetahi dekhee. hoihi kaaju mohi harash biseshee.
yah kahi nai sabanhi kahun maatha. chaleu harashi hiyan dhari raghunaatha.
sindhu teer ek bhoodhar sundar. kautuk koodi chadheu ta oopar.
baar baar raghubeer sanbhaaree. tarakeu pavanatanay bal bhaaree.
jehin giri charan dei hanumanta. chaleu so ga paataal turanta.
jimi amogh raghupati kar baana. ehee bhaanti chaleu hanumaana.
jalanidhi raghupati doot bichaaree. tain mainaak hohi shramahaaree.
Doha ||1||
hanoomaan tehi parasa kar puni keenh pranaam.
raam kaaju keenhen binu mohi kahaan bishraam
Chaupai
Hanumanji ficou satisfeito ao ouvir as lindas palavras de Jambavant. Ele disse: “Oh irmãos! Suportem momentos difíceis e sobrevivam com bulbos, raízes e frutas, vocês devem me esperar até eu voltar depois de ver Sita. Nossa tarefa certamente será feita porque me sinto muito deleitado”. Dizendo assim e curvando-se a todos os presentes, Hanumanji partiu em uma alegre despreocupação com a imagem de Shri Raghunathji morando em seu coração. Havia uma bela montanha na margem do mar.
De repente, Hanumanji brincando pulou e alcançou seu cume, e recordando Shri Raghuvir novamente, o imensamente forte Hanumanji saltou do topo com grande velocidade. Instantaneamente, a montanha em que Hanumanji tinha mantido o pé enquanto pulava mergulhava em patala (região subterrânea). Hanumanji acelerou como a flecha infalível de Shri Raghunathji. Presumindo que ele fosse um enviado do Senhor dos Raghus, o Deus do Mar instruiu a montanha de Mainaka: “Oh Mainaka! Você deve ser aquela que lhe dá descanso da fadiga (deixando-o descansar sobre você).
Doha 1
Hanumanji apenas tocou a montanha Mainaka com a mão. Fazendo reverência, ele exclamou: “Como eu posso relaxar sem completar o trabalho de Shri Ramchandraji?”.

चौपाई
जात पवनसुत देवन्ह देखा। जानैं कहुँ बल बुद्धि बिसेषा॥
सुरसा नाम अहिन्ह कै माता। पठइन्हि आइ कही तेहिं बाता॥
आजु सुरन्ह मोहि दीन्ह अहारा। सुनत बचन कह पवनकुमारा॥
राम काजु करि फिरि मैं आवौं। सीता कइ सुधि प्रभुहि सुनावौं॥
तब तव बदन पैठिहउँ आई। सत्य कहउँ मोहि जान दे माई॥
कबनेहुँ जतन देइ नहिं जाना। ग्रससि न मोहि कहेउ हनुमाना॥
जोजन भरि तेहिं बदनु पसारा। कपि तनु कीन्ह दुगुन बिस्तारा॥
सोरह जोजन मुख तेहिं ठयऊ। तुरत पवनसुत बत्तिस भयऊ॥
जस जस सुरसा बदनु बढ़ावा। तासु दून कपि रूप देखावा॥
सत जोजन तेहिं आनन कीन्हा। अति लघु रूप पवनसुत लीन्हा॥
बदन पइठि पुनि बाहेर आवा। मागा बिदा ताहि सिरु नावा॥
मोहि सुरन्ह जेहि लागि पठावा। बुधि बल मरमु तोर मै पावा॥
दोहा
राम काजु सबु करिहहु तुम्ह बल बुद्धि निधान।
आसिष देइ गई सो हरषि चलेउ हनुमान॥२॥
Chaupaee
jaat pavanasut devanh dekha. jaanain kahun bal buddhi bisesha.
surasa naam ahinh kai maata. pathinhi aai kahee tehin baata.
aaju suranh mohi deenh ahaara. sunat bachan kah pavanakumaara.
raam kaaju kari phiri main aavaun. seeta kai sudhi prabhuhi sunaavaun.
tab tav badan paithihun aaee. saty kahun mohi jaan de maee.
kabanehun jatan dei nahin jaana. grasasi na mohi kaheu hanumaana.
jojan bhari tehin badanu pasaara. kapi tanu keenh dugun bistaara.
sorah jojan mukh tehin thayoo. turat pavanasut battis bhayoo.
jas jas surasa badanu badhaava. taasu doon kapi roop dekhaava.
sat jojan tehin aanan keenha. ati laghu roop pavanasut leenha.
badan paithi puni baaher aava. maaga bida taahi siru naava.
mohi suranh jehi laagi pathaava. budhi bal maramu tor mai paava.
Doha ||2||
raam kaaju sabu karihahu tumh bal buddhi nidhaan.
aasish dei gaee so harashi chaleu hanumaan
Chaupai
Os deuses viram Hanumanji, filho do Deus do Vento, voando rápido e para examinar sua excepcional força e inteligência, enviaram Surasa, mãe das serpentes. Ela veio e disse a Hanumanji: “As divindades me forneceram uma refeição hoje”. Ouvindo estas palavras, Hanumanji, filho do deus do vento replicou: “Deixe-me voltar depois de cumprir a tarefa de Shri Ramji e dar-lhe notícias do paradeiro de Sitaji. Depois disso, vou entrar na sua boca. Estou dizendo a verdade, oh mãe! Deixe-me ir neste momento.”
Quando ela não o deixou sair sob nenhuma circunstância, Hanumanji retorquiu: “Então por que não me devora?” Ela expandiu a boca para um yojan (cerca de oito milhas) e logo após Hanumaji dobrou em tamanho de sua boca aberta. Ela estendeu a boca para dezesseis yojans (128 milhas) e instantaneamente Hanumanji ampliou-se para 256 milhas. Assim como o Surasa aumentava a dimensão de sua boca, Hanumanji dobrava em tamanho. Quando ela abriu a boca para 100 yojans (800 milhas), Hanumanji assumiu uma forma muito pequena. E entrando em sua boca, saiu em breve. Curvando-se diante dela, ele pediu para sair. Então ela revelou: “Eu medi o segredo de seu intelecto para o qual os deuses me nomearam”.
Doha 2
Bendizando-o e exultando (“Você conseguirá fazer toda a tarefa de Shri Ramchandraji porque você é a reserva de força e inteligência”), ela o deixou. Logo depois, Hanumanji retomou sua jornada com alegria.

चौपाई
निसिचरि एक सिंधु महुँ रहई। करि माया नभु के खग गहई॥
जीव जंतु जे गगन उड़ाहीं। जल बिलोकि तिन्ह कै परिछाहीं॥
गहइ छाहँ सक सो न उड़ाई। एहि बिधि सदा गगनचर खाई॥
सोइ छल हनूमान कहँ कीन्हा। तासु कपटु कपि तुरतहिं चीन्हा॥
ताहि मारि मारुतसुत बीरा। बारिधि पार गयउ मतिधीरा॥
तहाँ जाइ देखी बन सोभा। गुंजत चंचरीक मधु लोभा॥
नाना तरु फल फूल सुहाए। खग मृग बृंद देखि मन भाए॥
सैल बिसाल देखि एक आगें। ता पर धाइ चढेउ भय त्यागें॥
उमा न कछु कपि कै अधिकाई। प्रभु प्रताप जो कालहि खाई॥
गिरि पर चढि लंका तेहिं देखी। कहि न जाइ अति दुर्ग बिसेषी॥
अति उतंग जलनिधि चहु पासा। कनक कोट कर परम प्रकासा॥
छं
कनक कोट बिचित्र मनि कृत सुंदरायतना घना।
चउहट्ट हट्ट सुबट्ट बीथीं चारु पुर बहु बिधि बना॥
गज बाजि खच्चर निकर पदचर रथ बरूथिन्ह को गनै॥
बहुरूप निसिचर जूथ अतिबल सेन बरनत नहिं बनै॥१॥
बन बाग उपबन बाटिका सर कूप बापीं सोहहीं।
नर नाग सुर गंधर्ब कन्या रूप मुनि मन मोहहीं॥
कहुँ माल देह बिसाल सैल समान अतिबल गर्जहीं।
नाना अखारेन्ह भिरहिं बहु बिधि एक एकन्ह तर्जहीं॥२॥
करि जतन भट कोटिन्ह बिकट तन नगर चहुँ दिसि रच्छहीं।
कहुँ महिष मानषु धेनु खर अज खल निसाचर भच्छहीं॥
एहि लागि तुलसीदास इन्ह की कथा कछु एक है कही।
रघुबीर सर तीरथ सरीरन्हि त्यागि गति पैहहिं सही॥३॥
दोहा
पुर रखवारे देखि बहु कपि मन कीन्ह बिचार।
अति लघु रूप धरौं निसि नगर करौं पइसार॥३॥
Chaupaee
nisichari ek sindhu mahun rahee. kari maaya nabhu ke khag gahee.
jeev jantu je gagan udaaheen. jal biloki tinh kai parichhaaheen.
gahi chhaahan sak so na udaee. ehi bidhi sada gaganachar khaee.
soi chhal hanoomaan kahan keenha. taasu kapatu kapi turatahin cheenha.
taahi maari maarutasut beera. baaridhi paar gayu matidheera.
tahaan jai dekhee ban sobha. gunjat chanchareek madhu lobha.
naana taru phal phool suhae. khag mrg brnd dekhi man bhae.
sail bisaal dekhi ek aagen. ta par dhai chadheu bhay tyaagen.
uma na kachhu kapi kai adhikaee. prabhu prataap jo kaalahi khaee.
giri par chadhi lanka tehin dekhee. kahi na jai ati durg biseshee.
ati utang jalanidhi chahu paasa. kanak kot kar param prakaasa.
Chhand
kanak kot bichitr mani krt sundaraayatana ghana.
chuhatt hatt subatt beetheen chaaru pur bahu bidhi bana.
gaj baaji khachchar nikar padachar rath baroothinh ko ganai.
bahuroop nisichar jooth atibal sen baranat nahin banai.1.
ban baag upaban baatika sar koop baapeen sohaheen.
nar naag sur gandharb kanya roop muni man mohaheen.
kahun maal deh bisaal sail samaan atibal garjaheen.
naana akhaarenh bhirahin bahu bidhi ek ekanh tarjaheen.2.
kari jatan bhat kotinh bikat tan nagar chahun disi rachchhaheen.
kahun mahish maanashu dhenu khar aj khal nisaachar bhachchhaheen.
ehi laagi tulaseedaas inh kee katha kachhu ek hai kahee.
raghubeer sar teerath sareeranhi tyaagi gati paihahin sahee.3.
Doha ||3||
pur rakhavaare dekhi bahu kapi man keenh bichaar.
ati laghu roop dharaun nisi nagar karaun paisaar
Chaupai
Uma demônia costumava viver no mar e atrapalhar pássaros voando no céu com seus poderes mágicos. Ela pegava o reflexo na água dos seres vivos percorrendo o céu, por causa de qual eles não podiam mais voar e caíam na água. Desta forma, ela devorava seres conscientes que viajavam no céu. Ela jogou o mesmo estratagema para enganar Hanumanji, mas ele logo viu sua trapaça. Hanumanji, o filho valente e resoluto do Deus do Vento, a matou e atravessou o oceano.
Chegando lá, viu a majestosa beleza da floresta, onde as abelhas estavam zumbindo em busca de mel. Várias variedades de árvores estavam carregadas de frutas e flores. Ele ficou particularmente encantado ao ver as multidões de pássaros e animais. Vendo uma enorme montanha na frente, Hanumana correu sem medo até o seu pico. Lord Shiva explica: “Oh Uma!? Não há nenhuma grandeza de Hanumana nesta façanha. Tudo é devido à glória do Todo-Poderoso, que devora o kaal ou a própria morte “.
Ao subir a montanha, ele viu Lanka, que era uma enorme e indescritível fortaleza . Muito alta e cercada pelo oceano por todos os lados, a cidade era cercada por muralhas de ouro que refletiam brilho esplendoroso em todo o lugar.
Chhand
A muralha dourada estava cheia de incríveis pedras preciosas e havia muitas casas bonitas dentro. Ao longo das encruzilhadas, bazares, caminhos e pistas agradáveis da bela cidade estavam cobertos de muitas maneiras. Quem poderia contar os rebanhos de elefantes, cavalos e mulas, além de multidões de soldados a pé e em carros? Havia facções de demônios com muitas formas, não é possível descrever seu exército extremamente poderoso. Árvores, pomares, jardins, parques, lagos, poços e tanques embelezavam o lugar. Filhas de humanos, nagas, deidades e gandharvas (menestréis celestiais) encantavam até sábios com sua beleza.
Nos lugares poderosos lutadores com grandes corpos como as montanhas estavam trovejando. De maneiras diferentes, eles lutavam em várias arenas e desafiavam-se mutuamente por um duelo. Milhões de guerreiros possuidores de formas temíveis se esforçavam vigilantemente para proteger a cidade nas quatro direções. Nos lugares, demônios do mal eram vistos festejando com búfalos, seres humanos, vacas, burros e cabras. Tulsidasji narrou suas histórias resumidamente. Eles deveriam ser liberados do renascimento, sacrificando seus corpos na morada das flechas de Ramchandraji e assim alcançando a salvação.
Doha 3
Vendo numerosos guardas defendendo a cidade, Hanumanji pensou em assumir uma forma extremamente pequena e ganhar a entrada na cidade à noite.

चौपाई
मसक समान रूप कपि धरी। लंकहि चलेउ सुमिरि नरहरी॥
नाम लंकिनी एक निसिचरी। सो कह चलेसि मोहि निंदरी॥
जानेहि नहीं मरमु सठ मोरा। मोर अहार जहाँ लगि चोरा॥
मुठिका एक महा कपि हनी। रुधिर बमत धरनीं ढनमनी॥
पुनि संभारि उठि सो लंका। जोरि पानि कर बिनय संसका॥
जब रावनहि ब्रह्म बर दीन्हा। चलत बिरंचि कहा मोहि चीन्हा॥
बिकल होसि तैं कपि कें मारे। तब जानेसु निसिचर संघारे॥
तात मोर अति पुन्य बहूता। देखेउँ नयन राम कर दूता॥
दोहा
तात स्वर्ग अपबर्ग सुख धरिअ तुला एक अंग।
तूल न ताहि सकल मिलि जो सुख लव सतसंग॥४॥
Chaupaee
masak samaan roop kapi dharee. lankahi chaleu sumiri naraharee.
naam lankinee ek nisicharee. so kah chalesi mohi nindaree.
jaanehi nahin maramu sath mora. mor ahaar jahaan lagi chora.
muthika ek maha kapi hanee. rudhir bamat dharaneen dhanamanee.
puni sambhaari uthi so lanka. jori paani kar binay sansaka.
jab raavanahi brahm bar deenha. chalat biranchi kaha mohi cheenha.
bikal hosi tain kapi ken maare. tab jaanesu nisichar sanghaare.
taat mor ati puny bahoota. dekheun nayan raam kar doota.
Doha ||4||
taat svarg apabarg sukh dhari tula ek ang.
tool na taahi sakal mili jo sukh lav satasang
Chaupai
Hanuman assumiu a aparência de um mosquito e meditou sobre Shri Ramchandraji, que faz o jogo divino em forma humana, dirigido para Lanka. À entrada de Lanka vivia uma demônia chamada Lankini. Ela murmurou: “Me desrespeitando, sem minha permissão, para onde você está indo? Oh, tolo! Você não conseguiu avaliar minha identidade. Todos os ladrões aqui são minha refeição.”
O grande macaco, Hanumanji, deu-lhe um golpe com o punho que a derrubou vomitando sangue. A mesma Lankini recuperou sua compostura e se levantou. Apavorada, ela cruzou as mãos e suplicou: “Quando Brahma deu uma bênção a Ravana, ele deu uma pista da destruição dos demônios”. Enquanto saía disse: “Nesse ponto do tempo em que você está sofrendo por um macaco batendo em você, você deve concluir que a raça dos demônios vai ser arruinada, com certeza”. “Oh céus! Devo ter grandes boas ações para o meu crédito pois eu fui capaz de ver o enviado de Shri Ramchandraji com meus olhos’”.
Doha 4
“Oh, querido filho! Mesmo que todas as alegrias do céu e moksha ou salvação sejam escondidas em uma escala de equilíbrio, elas não podem ser equiparadas à alegria que é atingida por um mero momento de satsang (associação com o virtuoso).”

चौपाई
प्रबिसि नगर कीजे सब काजा। हृदयँ राखि कौसलपुर राजा॥
गरल सुधा रिपु करहिं मिताई। गोपद सिंधु अनल सितलाई॥
गरुड़ सुमेरु रेनू सम ताही। राम कृपा करि चितवा जाही॥
अति लघु रूप धरेउ हनुमाना। पैठा नगर सुमिरि भगवाना॥
मंदिर मंदिर प्रति करि सोधा। देखे जहँ तहँ अगनित जोधा॥
गयउ दसानन मंदिर माहीं। अति बिचित्र कहि जात सो नाहीं॥
सयन किए देखा कपि तेही। मंदिर महुँ न दीखि बैदेही॥
भवन एक पुनि दीख सुहावा। हरि मंदिर तहँ भिन्न बनावा॥
दोहा
रामायुध अंकित गृह सोभा बरनि न जाइ।
नव तुलसिका बृंद तहँ देखि हरषि कपिराइ॥५॥
Chaupaee
prabisi nagar keeje sab kaaja. hrdayan raakhi kausalapur raaja.
garal sudha ripu karahin mitaee. gopad sindhu anal sitalaee.
garud sumeru renoo sam taahee. raam krpa kari chitava jaahee.
ati laghu roop dhareu hanumaana. paitha nagar sumiri bhagavaana.
mandir mandir prati kari sodha. dekhe jahan tahan aganit jodha.
gayu dasaanan mandir maaheen. ati bichitr kahi jaat so naaheen.
sayan kie dekha kapi tehee. mandir mahun na deekhi baidehee.
bhavan ek puni deekh suhaava. hari mandir tahan bhinn banaava.
Doha ||5||
raamaayudh ankit grh sobha barani na jai.
nav tulasika brnd tahan dekhi harashi kapirai
Chaupai
“Entrando na cidade de Lanka faça todo seu trabalho com o rei de Ayodhya morando em seu coração. O veneno é convertido em néctar, os inimigos se tornam amigos, o oceano encolhe para o tamanho do casco de uma vaca e o fogo torna-se fresco para essa pessoa. E oh Garuda! O Monte Sumeru se torna como uma porção de poeira para aquele sobre quem o Senhor Ramchandra uma vez lançou seu olhar misericordioso. Foi quando Hanuman assumiu uma forma muito pequena e invocando Rama, ganhou entrada na cidade. Ele pesquisou rigorosamente todos os palácios e viu inúmeros guerreiros por todo o lugar.
Então ele foi ao palácio de Ravana. Foi uma descrição extremamente majestosa e desafiadora. Hanuman viu que Ravana estava profundamente adormecido, mas não encontrou Janaki, a filha de Videha lá. Depois disso, viu outro edifício palaciano com um templo separado de Hari construído nele.
Doha 5
Esse palácio tinha esboços das armas do Senhor Rama (arcos e flechas) desenhados sobre ele. Seu esplendor não pode ser descrito em palavras. Hanuman ficou cheio de alegria por ver grupos de mudas de tulsi plantadas aqui.

चौपाई
लंका निसिचर निकर निवासा। इहाँ कहाँ सज्जन कर बासा॥
मन महुँ तरक करै कपि लागा। तेहीं समय बिभीषनु जागा॥
राम राम तेहिं सुमिरन कीन्हा। हृदयँ हरष कपि सज्जन चीन्हा॥
एहि सन हठि करिहउँ पहिचानी। साधु ते होइ न कारज हानी॥
बिप्र रुप धरि बचन सुनाए। सुनत बिभीषण उठि तहँ आए॥
करि प्रनाम पूँछी कुसलाई। बिप्र कहहु निज कथा बुझाई॥
की तुम्ह हरि दासन्ह महँ कोई। मोरें हृदय प्रीति अति होई॥
की तुम्ह रामु दीन अनुरागी। आयहु मोहि करन बड़भागी॥
दोहा
तब हनुमंत कही सब राम कथा निज नाम।
सुनत जुगल तन पुलक मन मगन सुमिरि गुन ग्राम॥६॥
Chaupaee
lanka nisichar nikar nivaasa. ihaan kahaan sajjan kar baasa.
man mahun tarak karai kapi laaga. teheen samay bibheeshanu jaaga.
raam raam tehin sumiran keenha. hrdayan harash kapi sajjan cheenha.
ehi san hathi karihun pahichaanee. saadhu te hoi na kaaraj haanee.
bipr rup dhari bachan sunae. sunat bibheeshan uthi tahan aae.
kari pranaam poonchhee kusalaee. bipr kahahu nij katha bujhaee.
kee tumh hari daasanh mahan koee. moren hrday preeti ati hoee.
kee tumh raamu deen anuraagee. aayahu mohi karan badabhaagee.
Doha ||6||
tab hanumant kahee sab raam katha nij naam.
sunat jugal tan pulak man magan sumiri gun graam
Chaupai
Lanka é supostamente a morada de hordas de demônios. Como uma pessoa virtuosa pode residir aqui? Hanuman deplorou este ponto em sua mente precisamente quando Vibhisana acordou. Ele (Vibhishana) começou a cantar o nome de Rama e Hanuman ficou encantado em seu coração ao saber que ele era um homem bom. Ele pensou que ele certamente se apresentaria porque a missão de alguém nunca sofre nas mãos de um homem santo, pelo contrário, ganha.
Assumindo a forma de um brâmane, Hanuman evocou-o. No instante em que ouviu seu chamado, Vibhishana levantou-se e veio até lá. Curvando-se respeitosamente, ele perguntou sobre o seu bem-estar e disse: “Oh, Deva de Brahma! Explique-se sobre si mesmo. Você é um dos devotos de Hari? Porque, ao vê-lo, o grande amor está surgindo no meu coração. Ou você é o próprio Rama, um amigo amoroso dos pobres, que veio me abençoar com grande fortuna, dando-me darshan em casa?”
Doha 6
Foi quando Hanumån narrou toda a história do Senhor Ramchandraji e revelou seu próprio nome. Logo depois de ouvir esta história, ambos ficaram extasiados e relembrando as virtudes inatas de Rama, suas mentes se tornaram absorvidas pelo amor e pelo jubiloso abandono.

चौपाई
सुनहु पवनसुत रहनि हमारी। जिमि दसनन्हि महुँ जीभ बिचारी॥
तात कबहुँ मोहि जानि अनाथा। करिहहिं कृपा भानुकुल नाथा॥
तामस तनु कछु साधन नाहीं। प्रीति न पद सरोज मन माहीं॥
अब मोहि भा भरोस हनुमंता। बिनु हरिकृपा मिलहिं नहिं संता॥
जौ रघुबीर अनुग्रह कीन्हा। तौ तुम्ह मोहि दरसु हठि दीन्हा॥
सुनहु बिभीषन प्रभु कै रीती। करहिं सदा सेवक पर प्रीती॥
कहहु कवन मैं परम कुलीना। कपि चंचल सबहीं बिधि हीना॥
प्रात लेइ जो नाम हमारा। तेहि दिन ताहि न मिलै अहारा॥
दोहा
अस मैं अधम सखा सुनु मोहू पर रघुबीर।
कीन्ही कृपा सुमिरि गुन भरे बिलोचन नीर॥७॥
Chaupaee
sunahu pavanasut rahani hamaaree. jimi dasananhi mahun jeebh bichaaree.
taat kabahun mohi jaani anaatha. karihahin krpa bhaanukul naatha.
taamas tanu kachhu saadhan naaheen. preeti na pad saroj man maaheen.
ab mohi bha bharos hanumanta. binu harikrpa milahin nahin santa.
jau raghubeer anugrah keenha. tau tumh mohi darasu hathi deenha.
sunahu bibheeshan prabhu kai reetee. karahin sada sevak par preetee.
kahahu kavan main param kuleena. kapi chanchal sabaheen bidhi heena.
praat lei jo naam hamaara. tehi din taahi na milai ahaara.
Doha ||7||
as main adham sakha sunu mohoo par raghubeer.
keenhee krpa sumiri gun bhare bilochan neer
Chaupai
Vibhishana disse: “Oh, filho do Deus do Vento! Apenas preste atenção à minha situação. Eu moro aqui da mesma maneira que a pobre língua em meio aos dentes. Oh, querido amigo! Irá Shri Ramchandraji, o Senhor da Dinastia Solar, alguma vez mostrar-me sua graça sabendo que sou um órfão? Eu não tenho nenhum meio de alcançá-lo desde que eu tenho um tamas ou forma escura (demoníaca) e também não tenho amor pelos pés de lótus de Shri Ramchandra na minha mente. Mas oh Hanuman! Estou absolutamente confiante agora que Shri Rama é misericordioso comigo porque não se pode encontrar santos sem as bênçãos de Hari. Você foi inflexível em me dar darshan apenas porque Shri Raghuvir (valente Senhor dos Raghus) me concedeu sua graça.”
Hanuman disse: “Oh, Vibhishana! O Senhor sempre ama o seu devoto e esse é um traço inato de sua personalidade enigmática. De que descendência nobre eu venho, me diga? Eu sou apenas um macaco brincalhão de nascimento e inferior em todos os sentidos. Tanto assim que se alguém tomar nosso nome no início da manhã, ele é certeza de ficar sem comida naquele dia”.
Doha 7
“Ouça, amigo! O Senhor Ramachandra tem já mostrado sua graça sobre mim, embora eu seja de pouco valor em todas as formas possíveis”. Relembrando as virtudes do Ser Supremo, os olhos de Hanumanji transbordaram com lágrimas de alegria.

चौपाई
जानतहूँ अस स्वामि बिसारी। फिरहिं ते काहे न होहिं दुखारी॥
एहि बिधि कहत राम गुन ग्रामा। पावा अनिर्बाच्य बिश्रामा॥
पुनि सब कथा बिभीषन कही। जेहि बिधि जनकसुता तहँ रही॥
तब हनुमंत कहा सुनु भ्राता। देखी चहउँ जानकी माता॥
जुगुति बिभीषन सकल सुनाई। चलेउ पवनसुत बिदा कराई॥
करि सोइ रूप गयउ पुनि तहवाँ। बन असोक सीता रह जहवाँ॥
देखि मनहि महुँ कीन्ह प्रनामा। बैठेहिं बीति जात निसि जामा॥
कृस तन सीस जटा एक बेनी। जपति हृदयँ रघुपति गुन श्रेनी॥
दोहा
निज पद नयन दिएँ मन राम पद कमल लीन।
परम दुखी भा पवनसुत देखि जानकी दीन॥८॥
Chaupaee
aanatahoon as svaami bisaaree. phirahin te kaahe na hohin dukhaaree.
ehi bidhi kahat raam gun graama. paava anirbaachy bishraama.
puni sab katha bibheeshan kahee. jehi bidhi janakasuta tahan rahee.
tab hanumant kaha sunu bhraata. dekhee chahun jaanakee maata.
juguti bibheeshan sakal sunaee. chaleu pavanasut bida karaee.
kari soi roop gayu puni tahavaan. ban asok seeta rah jahavaan.
dekhi manahi mahun keenh pranaama. baithehin beeti jaat nisi jaama.
krs tan sees jata ek benee. japati hrdayan raghupati gun shrenee.
Doha ||8||
nij pad nayan dien man raam pad kamal leen.
param dukhee bha pavanasut dekhi jaanakee deen
Chaupai
“Por que aqueles que deliberadamente esquecem esse Senhor (Shri Raghunathji) e são atraídos por prazeres mundanos, são infelizes?” Narrando detalhadamente as múltiplas virtudes de Rama dessa maneira, Hanuman alcançou um indescritível e supremo conforto. Vibhishana então narrou toda a história de como Janaki tinha estado vivendo lá em Lanka. Pouco depois, Hanuman disse: “Ouça, irmão! Eu gostaria de ver a Mãe Janaki”. Vibhishana revelou todos os meios para conseguir vê-la. Foi quando Hanuman despediu-se e saiu para sua missão.
Assumindo a mesma forma diminuta (de um mosquito), Hanumana foi ao Bosque Ashoka, onde Sita vivia. Vislumbrando-a, ele se curvou para ela em sua mente. Sem prestar atenção, ela passou os quatro pahars (período de três horas) da noite. Tendo se tornada fisicamente frágil, ela usava uma única trança de cabelos emaranhados na cabeça (era costume que as mulheres indianas usassem uma única trança de cabelo quando fossem separadas de seus maridos). Ela continuou fazendo smarana e imaginariamente lembrou as muitas virtudes de Shri Raghunath em seu coração.
Doha 8
Os olhos de Shri Janaki estavam focados em seus pés (estava olhando para baixo) enquanto sua mente estava absorvida nos pés de lótus de Rama. Hanuman, o filho do Deus do Vento estava muito angustiado ao ver a situação miserável de Janaki.

चौपाई
तरु पल्लव महुँ रहा लुकाई। करइ बिचार करौं का भाई॥
तेहि अवसर रावनु तहँ आवा। संग नारि बहु किएँ बनावा॥
बहु बिधि खल सीतहि समुझावा। साम दान भय भेद देखावा॥
कह रावनु सुनु सुमुखि सयानी। मंदोदरी आदि सब रानी॥
तव अनुचरीं करउँ पन मोरा। एक बार बिलोकु मम ओरा॥
तृन धरि ओट कहति बैदेही। सुमिरि अवधपति परम सनेही॥
सुनु दसमुख खद्योत प्रकासा। कबहुँ कि नलिनी करइ बिकासा॥
अस मन समुझु कहति जानकी। खल सुधि नहिं रघुबीर बान की॥
सठ सूने हरि आनेहि मोहि। अधम निलज्ज लाज नहिं तोही॥
दोहा
आपुहि सुनि खद्योत सम रामहि भानु समान।
परुष बचन सुनि काढ़ि असि बोला अति खिसिआन॥९॥
Chaupaee
taru pallav mahun raha lukaee. kari bichaar karaun ka bhaee.
tehi avasar raavanu tahan aava. sang naari bahu kien banaava.
bahu bidhi khal seetahi samujhaava. saam daan bhay bhed dekhaava.
kah raavanu sunu sumukhi sayaanee. mandodaree aadi sab raanee.
tav anuchareen karun pan mora. ek baar biloku mam ora.
trn dhari ot kahati baidehee. sumiri avadhapati param sanehee.
sunu dasamukh khadyot prakaasa. kabahun ki nalinee kari bikaasa.
as man samujhu kahati jaanakee. khal sudhi nahin raghubeer baan kee.
sath soone hari aanehi mohi. adham nilajj laaj nahin tohee.
Doha ||9||
aapuhi suni khadyot sam raamahi bhaanu samaan.
parush bachan suni kaadhi asi bola ati khisiaan
Chaupai
Hanuman se escondeu entre as folhas de uma árvore e refletiu: “Oh, querida! O que devo fazer para livrá-la de sua tristeza?” Precisamente aí foi quando pesadamente enfeitado Ravana chegou lá, juntamente com um grande número de mulheres. O trapaceiro tentou persuadir Sitaji de várias maneiras por feitiçaria, suborno, ameaça e astúcia. Ravana suplicou: “Ouça, oh linda dama! Oh, sábia senhora! Farei de Mandodari e todas as outras rainhas suas criadas, e essa é a minha promessa. Pelo menos, olhe uma vez para mim”.
Abrigando-se atrás de um monte de folhas de capim, Sita concentrou seus pensamentos sobre o seu supremamente amável, Shri Ramchandraji, filho de Kaushalya, e retrucou: “Oh, de dez cabeças. Preste atenção! Pode um lótus possivelmente florescer com o brilho de um vaga-lume?” A filha de Janaka então disse: “Você também deve assumir o mesmo sobre você. Você é um canalha miserável! Você não percebe a nitidez das flechas de Shri Raghuvir. Um pecador é o que você é! Você me sequestrou em um momento em que eu estava sozinha. Oh, velhaco sem-vergonha! Você não está com vergonha de si mesmo?”
Doha 9
Ouvindo ter sido comparado a um vagalume, enquanto que o Senhor Rama era equiparado ao sol e enfurecido pela áspera explosão de Sita, Ravana tirou a espada e se exasperou.
(De acordo com as normas convencionais, uma senhora hindu não deve falar com um estranho sem um intermediário, mas Sita foi forçada a fazê-lo sob essas horrendas circunstâncias).

चौपाई
सीता तैं मम कृत अपमाना। कटिहउँ तव सिर कठिन कृपाना॥
नाहिं त सपदि मानु मम बानी। सुमुखि होति न त जीवन हानी॥
स्याम सरोज दाम सम सुंदर। प्रभु भुज करि कर सम दसकंधर॥
सो भुज कंठ कि तव असि घोरा। सुनु सठ अस प्रवान पन मोरा॥
चंद्रहास हरु मम परितापं। रघुपति बिरह अनल संजातं॥
सीतल निसित बहसि बर धारा। कह सीता हरु मम दुख भारा॥
सुनत बचन पुनि मारन धावा। मयतनयाँ कहि नीति बुझावा॥
कहेसि सकल निसिचरिन्ह बोलाई। सीतहि बहु बिधि त्रासहु जाई॥
मास दिवस महुँ कहा न माना। तौ मैं मारबि काढ़ि कृपाना॥
दोहा
भवन गयउ दसकंधर इहाँ पिसाचिनि बृंद।
सीतहि त्रास देखावहि धरहिं रूप बहु मंद॥१०॥
Chaupaee
seeta tain mam krt apamaana. katihun tav sir kathin krpaana.
naahin ta sapadi maanu mam baanee. sumukhi hoti na ta jeevan haanee.
syaam saroj daam sam sundar. prabhu bhuj kari kar sam dasakandhar.
so bhuj kanth ki tav asi ghora. sunu sath as pravaan pan mora.
chandrahaas haru mam paritaapan. raghupati birah anal sanjaatan.
seetal nisit bahasi bar dhaara. kah seeta haru mam dukh bhaara.
sunat bachan puni maaran dhaava. mayatanayaan kahi neeti bujhaava.
kahesi sakal nisicharinh bolaee. seetahi bahu bidhi traasahu jaee.
maas divas mahun kaha na maana. tau main maarabi kaadhi krpaana.
Doha ||10||
bhavan gayu dasakandhar ihaan pisaachini brnd.
seetahi traas dekhaavahi dharahin roop bahu mand
Chaupai
“Sita você me insultou. Vou cortar sua cabeça com a minha espada implacável. Obedeça ao meu pedido imediatamente agora ou então perca a sua vida, Oh linda!” Sitaji respondeu:” Oh demônio de dez pescoços! Ou o braço do Senhor que é tão lindo como uma guirlanda de lótus azuis, resistente e enorme como a tromba de um elefante irá enfeitar meu pescoço ou sua espada temível. Oh desviado! Essa é o minha verdadeira promessa solene”.
Sitaji suplicou: “Oh Chandrahas! (Espada de lua brilhante presenteada a Ravana pelo Senhor Shiva e dita ser uma das armas mais poderosas da mitologia hindu). Alivia-me das angústias ardentes decorrentes da minha separação do Senhor dos Raghus. Oh espada! Você tem uma lâmina fria, afiada e mais alta, portanto livra-me do peso da minha tristeza”.
Assim que ouviu estas palavras de Sita, Ravana correu para matá-la, mas Mandodari (filha do demônio Maya) o impediu falando de ética. Foi quando Ravana convocou as demônias e as dispôs e pediu-lhes que aterrorizassem Sita de todas as maneiras possíveis.
“Se ela não me obedecer no prazo de um mês, vou sacar minha espada e matá-la”, ele rugiu.
Doha 10
Emitindo essas ordens, o Ravana de dez cabeças voltou para seu palácio. Enquanto as hordas de demônias assumiam muitas formas horrendas e petrificavam Sitaji no Ashok Vatika.

चौपाई
त्रिजटा नाम राच्छसी एका। राम चरन रति निपुन बिबेका॥
सबन्हौ बोलि सुनाएसि सपना। सीतहि सेइ करहु हित अपना॥
सपनें बानर लंका जारी। जातुधान सेना सब मारी॥
खर आरूढ़ नगन दससीसा। मुंडित सिर खंडित भुज बीसा॥
एहि बिधि सो दच्छिन दिसि जाई। लंका मनहुँ बिभीषन पाई॥
नगर फिरी रघुबीर दोहाई। तब प्रभु सीता बोलि पठाई॥
यह सपना में कहउँ पुकारी। होइहि सत्य गएँ दिन चारी॥
तासु बचन सुनि ते सब डरीं। जनकसुता के चरनन्हि परीं॥
दोहा
जहँ तहँ गईं सकल तब सीता कर मन सोच।
मास दिवस बीतें मोहि मारिहि निसिचर पोच॥११॥
Chaupaee
trijata naam raachchhasee eka. raam charan rati nipun bibeka.
sabanhau boli sunaesi sapana. seetahi sei karahu hit apana.
sapanen baanar lanka jaaree. jaatudhaan sena sab maaree.
khar aaroodh nagan dasaseesa. mundit sir khandit bhuj beesa.
ehi bidhi so dachchhin disi jaee. lanka manahun bibheeshan paee.
nagar phiree raghubeer dohaee. tab prabhu seeta boli pathaee.
yah sapana mein kahun pukaaree. hoihi saty gaen din chaaree.
taasu bachan suni te sab dareen. janakasuta ke charananhi pareen.
Doha ||11||
jahan tahan gaeen sakal tab seeta kar man soch.
maas divas beeten mohi maarihi nisichar poch.
Chaupai
Havia uma demônia com o nome de Trijata entre o magote que guardava Sita. Ela tinha uma devoção amorosa pelos pés de Shri Ramchandraji e era perfeita no conhecimento espiritual. Convocando todas as suas companheiras e narrando seu sonho, aconselhou: “Façam vir sua salvação atendendo às necessidades de Sita. Eu vi no meu sonho que um macaco queimou Lanka. Todo o exército dos demônios foi morto. E quanto a Ravana, ele está desnudo e cavalgando um asno. Todas as suas dez cabeças estão decepadas e os seus 20 braços foram cortados. Ele está indo para o sul (Yampuri, a cidade de Yama, que é o rei da morte) e parece que Lanka foi entregue a Vibhishana. O triunfo de Shri Ramchandraji foi proclamado na cidade pela batida do tambor. Foi então que o Senhor Rama mandou buscar Sita. Eu declaro que esse sonho certamente se tornará realidade dentro de alguns dias.” Ao ouvir suas palavras, todas as demônias ficaram assustadas e caíram aos pés de Janaki.
Doha 11
Depois disso, todas elas dispararam em direções diferentes. Sita ficou apreensiva com o ignóbil demônio Ravana matando-a quando o período de um mês passasse.

चौपाई
त्रिजटा सन बोली कर जोरी। मातु बिपति संगिनि तैं मोरी॥
तजौं देह करु बेगि उपाई। दुसहु बिरहु अब नहिं सहि जाई॥
आनि काठ रचु चिता बनाई। मातु अनल पुनि देहि लगाई॥
सत्य करहि मम प्रीति सयानी। सुनै को श्रवन सूल सम बानी॥
सुनत बचन पद गहि समुझाएसि। प्रभु प्रताप बल सुजसु सुनाएसि॥
निसि न अनल मिल सुनु सुकुमारी। अस कहि सो निज भवन सिधारी॥
कह सीता बिधि भा प्रतिकूला। मिलहि न पावक मिटिहि न सूला॥
देखिअत प्रगट गगन अंगारा। अवनि न आवत एकउ तारा॥
पावकमय ससि स्त्रवत न आगी। मानहुँ मोहि जानि हतभागी॥
सुनहि बिनय मम बिटप असोका। सत्य नाम करु हरु मम सोका॥
नूतन किसलय अनल समाना। देहि अगिनि जनि करहि निदाना॥
देखि परम बिरहाकुल सीता। सो छन कपिहि कलप सम बीता॥
सोरठा
कपि करि हृदयँ बिचार दीन्हि मुद्रिका डारी तब।
जनु असोक अंगार दीन्हि हरषि उठि कर गहेउ॥१२॥
Chaupaee
trijata san bolee kar joree. maatu bipati sangini tain moree.
tajaun deh karu begi upaee. dusahu birahu ab nahin sahi jaee.
aani kaath rachu chita banaee. maatu anal puni dehi lagaee.
saty karahi mam preeti sayaanee. sunai ko shravan sool sam baanee.
sunat bachan pad gahi samujhaesi. prabhu prataap bal sujasu sunaesi.
nisi na anal mil sunu sukumaaree. as kahi so nij bhavan sidhaaree.
kah seeta bidhi bha pratikoola. milahi na paavak mitihi na soola.
dekhiat pragat gagan angaara. avani na aavat eku taara.
paavakamay sasi stravat na aagee. maanahun mohi jaani hatabhaagee.
sunahi binay mam bitap asoka. saty naam karu haru mam soka.
nootan kisalay anal samaana. dehi agini jani karahi nidaana.
dekhi param birahaakul seeta. so chhan kapihi kalap sam beeta.
Soratha ||12||
kapi kari hrdayan bichaar deenhi mudrika daaree tab.
janu asok angaar deenhi harashi uthi kar gaheu.
Chaupai
Com as mãos dobradas em prece, Sitaji rogou a Trijata, “Oh mãe, você é minha única amiga na adversidade. Por isso, rapidamente, invente algum modo para que eu possa sair do meu corpo. A separação está se tornando insuportável e esse estado não pode ser aguentado agora. Obtenha um pouco de madeira, prepare uma pira funerária e cubra-a. Em seguida, incendeie-a, Oh mãe! Prove que meu amor pelo Senhor é genuíno, oh sábia! Quem pode talvez ouvir as palavras dolorosas de Ravana que perfuram as orelhas como um prego”. Ao ouvir essa explosão de Sita, Trijata agarrou-se aos seus pés e serenou-a cantando as glórias, o poder e a fama do Senhor.
Ela explicou: “Oh, adorável! Apenas ouça, não podemos obter fogo de noite”. Dizendo isso, ela saiu para sua casa. Sita murmurou para si mesma: “O que devo fazer quando o Criador ordenou de modo diferente? Minha agonia não pode ser dissipada porque nenhum fogo pode ser encontrado. Faíscas em chamas são visíveis no céu, mas nem uma única estrela cai na Terra. A lua está chamejante, mas sabendo que eu estou condenada, também não despeja fogo.
Ouça minha oração, oh Árvore Ashoka! Livra-me do meu sofrimento e seja fiel ao seu nome (Ashoka, literalmente, significa libertação da tristeza). Suas folhas frescas e delicadas (cor de amarelo-laranja brilhante) são muito parecidas com o fogo cintilante. Não deixe que a dor da saudade atinja o seu cume e me empreste fogo”. Vendo Sita extremamente angustiada devido à agonia da separação, o momento passou como um kalpa (longo período de tempo) para Hanuman.
Sorata 12
Foi quando, depois de contemplar, Hanuman deixou cair o anel na frente de Sita como se a árvore de Ashoka tivesse concedido uma centelha. Supondo isso, Sita levantou-se de um salto e alegremente tomou-o em sua mão.

चौपाई
तब देखी मुद्रिका मनोहर। राम नाम अंकित अति सुंदर॥
चकित चितव मुदरी पहिचानी। हरष बिषाद हृदयँ अकुलानी॥
जीति को सकइ अजय रघुराई। माया तें असि रचि नहिं जाई॥
सीता मन बिचार कर नाना। मधुर बचन बोलेउ हनुमाना॥
रामचंद्र गुन बरनैं लागा। सुनतहिं सीता कर दुख भागा॥
लागीं सुनैं श्रवन मन लाई। आदिहु तें सब कथा सुनाई॥
श्रवनामृत जेहिं कथा सुहाई। कहि सो प्रगट होति किन भाई॥
तब हनुमंत निकट चलि गयऊ। फिरि बैंठीं मन बिसमय भयऊ॥
राम दूत मैं मातु जानकी। सत्य सपथ करुनानिधान की॥
यह मुद्रिका मातु मैं आनी। दीन्हि राम तुम्ह कहँ सहिदानी॥
नर बानरहि संग कहु कैसें। कहि कथा भइ संगति जैसें॥
दोहा
कपि के बचन सप्रेम सुनि उपजा मन बिस्वास॥
जाना मन क्रम बचन यह कृपासिंधु कर दास॥१३॥
Chaupaee
tab dekhee mudrika manohar. raam naam ankit ati sundar.
chakit chitav mudaree pahichaanee. harash bishaad hrdayan akulaanee.
jeeti ko saki ajay raghuraee. maaya ten asi rachi nahin jaee.
seeta man bichaar kar naana. madhur bachan boleu hanumaana.
raamachandr gun baranain laaga. sunatahin seeta kar dukh bhaaga.
laageen sunain shravan man laee. aadihu ten sab katha sunaee.
shravanaamrt jehin katha suhaee. kahi so pragat hoti kin bhaee.
tab hanumant nikat chali gayoo. phiri baintheen man bisamay bhayoo.
raam doot main maatu jaanakee. saty sapath karunaanidhaan kee.
yah mudrika maatu main aanee. deenhi raam tumh kahan sahidaanee.
nar baanarahi sang kahu kaisen. kahi katha bhi sangati jaisen.
Doha ||13||
kapi ke bachan saprem suni upaja man bisvaas.
jaana man kram bachan yah krpaasindhu kar daas.
Chaupai
Foi quando Sita viu o anel extremamente bonito e encantador com o nome de Rama gravado nele. Surpresa ao identificar o anel, ela ficou agitada com sentimentos de alegria e tristeza em rápida sucessão.
Ela ponderou que o Senhor dos Raghus é invencível para sempre, quem pode triunfar sobre ele? E um anel tão divino (livre do poder de maya ou ilusão) não pode ser fabricado. Sita estava absorvida em fantasias de vários tipos e foi precisamente quando Hanuman falou docemente. Ele começou a narrar detalhadamente as glórias do Senhor Ramchandra e no instante em que ela as ouviu, o sofrimento de Sita desapareceu. Ela escutava com uma atenção extasiada com a sua mente e alma. Hanuman narrou toda a história desde o início.
Ela disse: “Oh, querido que narrou essa história que parece néctar aos meus ouvidos! Por que você não aparece visivelmente?” Depois disso, Hanuman aproximou-se dela. Vendo-o, Sita mudou de atitude (virando o rosto) e ficou atônita por dentro. Hanuman disse: “Oh, mãe Janaki! Eu sou o enviado do Senhor Ramchandra. Eu realmente juro pelo Ser Supremo que é o repositório de compaixão. Eu sou o único que tem este anel de dedo, oh Mãe! O Senhor Rama deu-me como uma prova para que você possa me identificar facilmente”. Sita perguntou: “Diga-me como um homem e um macaco entraram em contato um com o outro”. Foi quando Hanuman contou a história de como homens e macacos se uniram.
Doha 13
Ao ouvir as palavras afetuosas de Hanuman, a confiança surgiu no coração de Sita. Ela podia concluir que ele era o servo do todo compassivo Senhor dos Raghus em pensamento, palavras e ações.

चौपाई
हरिजन जानि प्रीति अति गाढ़ी। सजल नयन पुलकावलि बाढ़ी॥
बूड़त बिरह जलधि हनुमाना। भयउ तात मों कहुँ जलजाना॥
अब कहु कुसल जाउँ बलिहारी। अनुज सहित सुख भवन खरारी॥
कोमलचित कृपाल रघुराई। कपि केहि हेतु धरी निठुराई॥
सहज बानि सेवक सुख दायक। कबहुँक सुरति करत रघुनायक॥
कबहुँ नयन मम सीतल ताता। होइहहि निरखि स्याम मृदु गाता॥
बचनु न आव नयन भरे बारी। अहह नाथ हौं निपट बिसारी॥
देखि परम बिरहाकुल सीता। बोला कपि मृदु बचन बिनीता॥
मातु कुसल प्रभु अनुज समेता। तव दुख दुखी सुकृपा निकेता॥
जनि जननी मानहु जियँ ऊना। तुम्ह ते प्रेमु राम कें दूना॥
दोहा
रघुपति कर संदेसु अब सुनु जननी धरि धीर।
अस कहि कपि गद गद भयउ भरे बिलोचन नीर॥१४॥
Chaupaee
harijan jaani preeti ati gaadhee. sajal nayan pulakaavali baadhee.
boodat birah jaladhi hanumaana. bhayu taat mon kahun jalajaana.
ab kahu kusal jaun balihaaree. anuj sahit sukh bhavan kharaaree.
komalachit krpaal raghuraee. kapi kehi hetu dharee nithuraee.
sahaj baani sevak sukh daayak. kabahunk surati karat raghunaayak.
kabahun nayan mam seetal taata. hoihahi nirakhi syaam mrdu gaata.
bachanu na aav nayan bhare baaree. ahah naath haun nipat bisaaree.
dekhi param birahaakul seeta. bola kapi mrdu bachan bineeta.
maatu kusal prabhu anuj sameta. tav dukh dukhee sukrpa niketa.
jani jananee maanahu jiyan oona. tumh te premu raam ken doona.
Doha ||14||
raghupati kar sandesu ab sunu jananee dhari dheer.
as kahi kapi gad gad bhayu bhare bilochan neer.
Chaupai
Sabendo que ele era um adepto de Hari e seu devoto, Sita desenvolveu grande carinho por ele. Seus olhos inundaram com lágrimas de alegria e seu corpo estava extasiado. Sita disse: “Oh, querido Hanuman! Você virtualmente veio como um navio para mim que estava me afogando no oceano da solidão. Imploro-lhe agora que me conte sobre o bem-estar do Senhor Rama, a morada da bem-aventurança e o destruidor do demônio Khara e também sobre Lakshmana, seu irmão mais novo.
Lord Raghunath é amorosamente terno no coração e misericordioso. Então, por que motivo, oh Hanuman, ele adotou essa abordagem áspera em minha direção? Conceder prazer para aqueles que o servem, é o seu traço inato. O Senhor dos Raghus se lembra de mim? Oh céus! Será que meus olhos serão acalmados ao ver seus doces e morenos membros”? Ela estava perdida por palavras e seus olhos se encheram de lágrimas de angústia. Ela lamentava: “Bem, Senhor! Você me esqueceu completamente”.
Ao ver Sita em tal agonia da separação do Senhor, Hanuman falou palavras carinhosas e confortantes. “Oh mãe! O belo Senhor que é a morada da compaixão junto com o irmão Lakshmana está fisicamente bem, mas está sofrendo por causa da tua dor. Não fique deprimida, oh Mãe! No fundo do coração, Lord Ramchandra te ama duas vezes o tanto quanto você o ama”.
Doha 14
“Oh, mãe! Reunindo coragem, preste atenção à mensagem do Senhor Raghunath, agora”. Dizendo assim, Hanuman tornou-se emocionalmente extasiado e seus olhos se encheram-se de lágrimas de alegria.

चौपाई
कहेउ राम बियोग तव सीता। मो कहुँ सकल भए बिपरीता॥
नव तरु किसलय मनहुँ कृसानू। कालनिसा सम निसि ससि भानू॥
कुबलय बिपिन कुंत बन सरिसा। बारिद तपत तेल जनु बरिसा॥
जे हित रहे करत तेइ पीरा। उरग स्वास सम त्रिबिध समीरा॥
कहेहू तें कछु दुख घटि होई। काहि कहौं यह जान न कोई॥
तत्व प्रेम कर मम अरु तोरा। जानत प्रिया एकु मनु मोरा॥
सो मनु सदा रहत तोहि पाहीं। जानु प्रीति रसु एतेनहि माहीं॥
प्रभु संदेसु सुनत बैदेही। मगन प्रेम तन सुधि नहिं तेही॥
कह कपि हृदयँ धीर धरु माता। सुमिरु राम सेवक सुखदाता॥
उर आनहु रघुपति प्रभुताई। सुनि मम बचन तजहु कदराई॥
दोहा
निसिचर निकर पतंग सम रघुपति बान कृसानु।
जननी हृदयँ धीर धरु जरे निसाचर जानु॥१५॥
Chaupaee
kaheu raam biyog tav seeta. mo kahun sakal bhe bipareeta.
nav taru kisalay manahun krsaanoo. kaalanisa sam nisi sasi bhaanoo.
kubalay bipin kunt ban. baarid tapat tel janu barisa. sarisa
je hit rahe karat tei peera. urag svaas sam tribidh sameera.
kahehoo ten kachhu dukh ghati hoee. kaahi kahaun yah jaan na koee.
tatv prem kar mam aru tora. jaanat priya eku manu mora.
so manu sada rahat tohi paaheen. jaanu preeti rasu etenahi maaheen.
prabhu sandesu sunat baidehee. magan prem tan sudhi nahin tehee.
kah kapi hrdayan dheer dharu maata. sumiru raam sevak sukhadaata.
ur aanahu raghupati prabhutaee. suni mam bachan tajahu kadaraee.
Doha ||15||
nisichar nikar patang sam raghupati baan krsaanu.
jananee hrdayan dheer dharu jare nisaachar jaanu.
Chaupai
Hanuman revelou que o Senhor Rama lamentou: “Oh Sita! Todos os objetos tornaram-se hostis para comigo desde a minha separação de você. As recém florescentes folhas macias das árvores parecem chamas de fogo, a noite aparece como a noite de dissolução do mundo e a lua está abrasadora como o sol, enquanto as camas de lótus se transformaram em florestas de lanças plantadas e as nuvens de chuva parecem despejar óleo fervente. Aquilo que estava me confortando anteriormente tornou-se atormentador. A brisa fresca, suave e perfumada tornou-se, venenosa e quente, como o sopro de uma serpente.
Alguém pode ser aliviado da agonia que pesa sobre a mente ao falar sobre isso. Mas com quem devo falar? Ah, amada! Ninguém pode penetrar essa angústia. Somente minha mente conhece o estado real do amor que nos liga e para sempre permanece com você. Você deve entender a essência do meu amor apenas por essa verdade”. No momento em que ela ouviu a mensagem do Senhor, Janaki ficou extasiada e menos consciente do seu corpo. Hanuman interveio: “Oh Mãe! Acalma seu coração e concentre-se no Senhor Rama que concede alegria àqueles que o servem. Reflita sobre o poder majestoso do Senhor dos Raghus e abandone a covardia ao ouvir minhas palavras”.
Doha 15
“Hordas de demônios são muito parecidas com traças, enquanto as flechas do Senhor dos Raghus são como chamas de fogo. Oh mãe, reúna coragem e considere os demônios como já queimados”.

चौपाई
जौं रघुबीर होति सुधि पाई। करते नहिं बिलंबु रघुराई॥
रामबान रबि उएँ जानकी। तम बरूथ कहँ जातुधान की॥
अबहिं मातु मैं जाउँ लवाई। प्रभु आयसु नहिं राम दोहाई॥
कछुक दिवस जननी धरु धीरा। कपिन्ह सहित अइहहिं रघुबीरा॥
निसिचर मारि तोहि लै जैहहिं। तिहुँ पुर नारदादि जसु गैहहिं॥
हैं सुत कपि सब तुम्हहि समाना। जातुधान अति भट बलवाना॥
मोरें हृदय परम संदेहा। सुनि कपि प्रगट कीन्ह निज देहा॥
कनक भूधराकार सरीरा। समर भयंकर अतिबल बीरा॥
सीता मन भरोस तब भयऊ। पुनि लघु रूप पवनसुत लयऊ॥
दोहा
सुनु माता साखामृग नहिं बल बुद्धि बिसाल।
प्रभु प्रताप तें गरुड़हि खाइ परम लघु ब्याल॥१६॥
Chaupaee
jaun raghubeer hoti sudhi paee. karate nahin bilambu raghuraee.
raamabaan rabi uen jaanakee. tam barooth kahan jaatudhaan kee.
abahin maatu main jaun lavaee. prabhu aayasu nahin raam dohaee.
kachhuk divas jananee dharu dheera. kapinh sahit aihahin raghubeera.
nisichar maari tohi lai jaihahin. tihun pur naaradaadi jasu gaihahin.
hain sut kapi sab tumhahi samaana. jaatudhaan ati bhat balavaana.
moren hrday param sandeha. suni kapi pragat keenh nij deha.
kanak bhoodharaakaar sareera. samar bhayankar atibal beera.
seeta man bharos tab bhayoo. puni laghu roop pavanasut layoo.
Doha ||16||
sunu maata saakhaamrg nahin bal buddhi bisaal.
prabhu prataap ten garudahi khai param laghu byaal.
Chaupai
“Se o Senhor Ramachandra tivesse alguma notícia de você, ele não teria demorado. Oh Janaki! Como pode o exército dos demônios das trevas durar quando o sol das flechas de Rama sobe? Oh mãe, eu te levaria agora daqui! Mas juro pelo Senhor Ramachandra que eu não tenho tais ordens. Tenha paciência por mais alguns dias. O Senhor dos Raghus virá a Lanka com tropas de macacos e a levará depois de matar os demônios.
Narada (um dos quatro filhos de Brahma e inventor da vina, um instrumento musical) e outros videntes e sábios cantarão as glórias do Senhor nos três lokas (mundos)”.
Sita perguntou: “Oh Hanuman! Serão todos os macacos criados pequenos como você, enquanto os demônios são guerreiros poderosos? Por isso, estou muito apreensiva com esse assunto, como os macacos como você serão capazes de triunfar sobre os demônios”.
Ao ouvir esta tirada, Hanuman revelou sua verdadeira forma: um corpo extremamente colossal em forma da montanha dourada Sumeru, um físico muito poderoso e valente que petrificaria o inimigo na batalha. Foi quando Sita ficou convencida de coração.
Doha 16
Hanuman explicou: “Ouça, oh Mãe! Os macacos não têm muita força ou sabedoria. Mas, devido à energia majestosa do Senhor, mesmo as menores das cobras podem devorar Garuda, o mais fraco dos seres pode matar um muito poderoso”.

चौपाई
मन संतोष सुनत कपि बानी। भगति प्रताप तेज बल सानी॥
आसिष दीन्हि रामप्रिय जाना। होहु तात बल सील निधाना॥
अजर अमर गुननिधि सुत होहू। करहुँ बहुत रघुनायक छोहू॥
करहुँ कृपा प्रभु अस सुनि काना। निर्भर प्रेम मगन हनुमाना॥
बार बार नाएसि पद सीसा। बोला बचन जोरि कर कीसा॥
अब कृतकृत्य भयउँ मैं माता। आसिष तव अमोघ बिख्याता॥
सुनहु मातु मोहि अतिसय भूखा। लागि देखि सुंदर फल रूखा॥
सुनु सुत करहिं बिपिन रखवारी। परम सुभट रजनीचर भारी॥
तिन्ह कर भय माता मोहि नाहीं। जौं तुम्ह सुख मानहु मन माहीं॥
दोहा
देखि बुद्धि बल निपुन कपि कहेउ जानकीं जाहु।
रघुपति चरन हृदयँ धरि तात मधुर फल खाहु॥१७॥
Chaupaee
man santosh sunat kapi baanee. bhagati prataap tej bal saanee.
aasish deenhi raamapriy jaana. hohu taat bal seel nidhaana.
ajar amar gunanidhi sut hohoo. karahun bahut raghunaayak chhohoo.
karahun krpa prabhu as suni kaana. nirbhar prem magan hanumaana.
baar baar naesi pad seesa. bola bachan jori kar keesa.
ab krtakrty bhayun main maata. aasish tav amogh bikhyaata.
sunahu maatu mohi atisay bhookha. laagi dekhi sundar phal rookha.
sunu sut karahin bipin rakhavaaree. param subhat rajaneechar bhaaree.
tinh kar bhay maata mohi naaheen. jaun tumh sukh maanahu man maaheen.
Doha ||17||
dekhi buddhi bal nipun kapi kaheu jaanakeen jaahu.
raghupati charan hrdayan dhari taat madhur phal khaahu.
Chaupai
Sita ficou satisfeita no coração ao ouvir as palavras de Hanuman carregadas com a majestade, o esplendor, o poder e a devoção religiosa a Rama. Assumindo que ele era querido pelo Senhor Rama, abençoou Hanuman, “Oh, querido! Possa você se tornar o repositório da moral e da força. Querido filho! Possa você ser imutável e imortal, livre da velhice e um tesouro de virtudes. Possa o Senhor dos Raghus despejar com abundância sua graça em você”.
Hanuman ficou totalmente dominado pela emoção no instante em que ouviu estas palavras. “Que o Senhor seja misericordioso”. Ele inclinou a cabeça repetidamente aos pés de Devi Sita e disse com as mãos dobradas: “Oh, mãe! Eu vou ser bem sucedido agora. É fato bem conhecido que sua benção é infalível, é certeza de ser bem sucedido. Ouça, oh Mãe! Estou me sentindo com fome à vista dessas árvores carregadas de frutas deliciosas. “Sita advertiu:” Devo dizer-lhe que este bosque é guardado por demônios muito poderosos e valentes”. Hanuman respondeu: “Tenho menos medo deles se você alegremente me der permissão para seguir em frente”.
Doha 17
Ao ver a perfeição consumada de Hanuman em sabedoria e força, Janaki deu seu consentimento: “Vá, querido filho! E mantendo os pés do Senhor Raghunath em seu coração, aprecie os doces frutos”.

चौपाई
चलेउ नाइ सिरु पैठेउ बागा। फल खाएसि तरु तोरैं लागा॥
रहे तहाँ बहु भट रखवारे। कछु मारेसि कछु जाइ पुकारे॥
नाथ एक आवा कपि भारी। तेहिं असोक बाटिका उजारी॥
खाएसि फल अरु बिटप उपारे। रच्छक मर्दि मर्दि महि डारे॥
सुनि रावन पठए भट नाना। तिन्हहि देखि गर्जेउ हनुमाना॥
सब रजनीचर कपि संघारे। गए पुकारत कछु अधमारे॥
पुनि पठयउ तेहिं अच्छकुमारा। चला संग लै सुभट अपारा॥
आवत देखि बिटप गहि तर्जा। ताहि निपाति महाधुनि गर्जा॥
दोहा
कछु मारेसि कछु मर्देसि कछु मिलएसि धरि धूरि।
कछु पुनि जाइ पुकारे प्रभु मर्कट बल भूरि॥१८॥
Chaupaee
chaleu nai siru paitheu baaga. phal khaesi taru torain laaga.
rahe tahaan bahu bhat rakhavaare. kachhu maaresi kachhu jai pukaare.
naath ek aava kapi bhaaree. tehin asok baatika ujaaree.
khaesi phal aru bitap upaare. rachchhak mardi mardi mahi daare.
suni raavan pathe bhat naana. tinhahi dekhi garjeu hanumaana.
sab rajaneechar kapi sanghaare. gae pukaarat kachhu adhamaare.
puni pathayu tehin achchhakumaara. chala sang lai subhat apaara.
aavat dekhi bitap gahi tarja. taahi nipaati mahaadhuni garja.
Doha ||18||
kachhu maaresi kachhu mardesi kachhu milesi dhari dhoori.
kachhu puni jai pukaare prabhu markat bal bhoori.
Chaupai
Inclinando a cabeça diante de Sita, Hanuman avançou e entrou no bosque. Logo depois de comer os frutos, ele começou a arrancar as árvores. Muitos guerreiros haviam sido dispostos lá como guardas. Ele matou alguns deles enquanto os outros corriam para Ravana e pleitearam por ajuda. Eles imploraram: “Oh Senhor! Um macaco muito grande chegou e arruinou o Ashok Vatika. Ele comeu frutas, arrancou as árvores e esmagou os que estavam de guarda com as palmas das mãos, ele os espalhou no chão”. Ao ouvir esse incidente, Ravana enviou um grande número de guerreiros ao bosque.
Hanuman estrondeou ao vê-los e matou os demônios. Alguns dos que estavam meio mortos fugiram, gritando. Pouco depois, Ravana enviou seu filho Akshay Kumar, que lançou-se à frente com incontáveis guerreiros superiores. Avistando-os se aproximarem, Hanuman pegou uma árvore em sua própria mão e os desafiou. Matando Akshay Kumar, Hanuman rugiu em alta voz.
Doha 18
Ele matou alguns das tropas e esmagou os outros. Agarrando alguns, ele os misturou com o pó. Mais uma vez aqueles que escaparam correram e lamentaram: “Oh, Senhor! O macaco é forte demais para nós”.

चौपाई
सुनि सुत बध लंकेस रिसाना। पठएसि मेघनाद बलवाना॥
मारसि जनि सुत बांधेसु ताही। देखिअ कपिहि कहाँ कर आही॥
चला इंद्रजित अतुलित जोधा। बंधु निधन सुनि उपजा क्रोधा॥
कपि देखा दारुन भट आवा। कटकटाइ गर्जा अरु धावा॥
अति बिसाल तरु एक उपारा। बिरथ कीन्ह लंकेस कुमारा॥
रहे महाभट ताके संगा। गहि गहि कपि मर्दइ निज अंगा॥
तिन्हहि निपाति ताहि सन बाजा। भिरे जुगल मानहुँ गजराजा।
मुठिका मारि चढ़ा तरु जाई। ताहि एक छन मुरुछा आई॥
उठि बहोरि कीन्हिसि बहु माया। जीति न जाइ प्रभंजन जाया॥
दोहा
ब्रह्म अस्त्र तेहिं साँधा कपि मन कीन्ह बिचार।
जौं न ब्रह्मसर मानउँ महिमा मिटइ अपार॥१९॥
Chaupaee
suni sut badh lankes risaana. pathesi meghanaad balavaana.
maarasi jani sut baandhesu taahee. dekhi kapihi kahaan kar aahee.
chala indrajit atulit jodha. bandhu nidhan suni upaja krodha.
kapi dekha daarun bhat aava. katakatai garja aru dhaava.
ati bisaal taru ek upaara. birath keenh lankes kumaara.
rahe mahaabhat taake sanga. gahi gahi kapi mardi nij anga.
tinhahi nipaati taahi san baaja. bhire jugal maanahun gajaraaja.
muthika maari chadha taru jaee. taahi ek chhan muruchha aaee.
uthi bahori keenhisi bahu maaya. jeeti na jai prabhanjan jaaya.
Doha ||19||
brahm astr tehin saandha kapi man keenh bichaar.
jaun na brahmasar maanun mahima miti apaar.
Chaupai
Ravana se enfureceu quando ouviu falar da morte de seu filho Akshay Kumar e enviou seu poderoso filho mais velho Indrajit também conhecido como Meghnath. Ele instruiu: “Não o mate, mas prenda-o e amarre-o, ó filho! Deixe-nos ver e decidir de onde ele vem. O incomparável Meghnath, que havia triunfado sobre Indra, partiu. Ele estava furioso de saber que seu irmão havia sido morto. Hanuman viu que um guerreiro terrível havia chegado desta vez. Foi quando ele rangeu os dentes e rugindo, arrojou-se em frente.
Ele arrancou uma árvore muito grande e fez com que Meghnath, filho de Ravana, ficasse sem o carro de batalha, quebrando a sua biga e arremessando-o ao chão. Hanuman lançou-se sobre os grandes guerreiros que o acompanhavam e os esmagou em rápida sucessão com seus membros pesados. Matando o grupo inteiro, ele lutou novamente com Meghnath.
À medida que se golpeavam um ao outro, parecia que dois gajrajas (os melhores dos elefantes) estavam se engalfinhando. Boxeando-o, Hanuman subiu numa árvore. Meghnath permaneceu inconsciente por um instante. Levantando-se logo depois, ele recorreu ao uso de maya ou poderes ilusórios, mas não conseguiu triunfar sobre o filho do Deus do Vento.
Doha 19
Por fim ele usou (encaixando uma flecha no arco) da Brahmastra, a arma mais mortal que é obtida meditando no Senhor Brahma, o Criador. Ela nunca erra seu alvo ao ser disparada e é usada apenas uma vez na vida. Foi quando Hanumån refletiu dentro de si mesmo: “Se eu não reconhecer o Brahmastra, sua glória infinita será eliminada para todos os tempos vindouros”.

चौपाई
ब्रह्मबान कपि कहुँ तेहि मारा। परतिहुँ बार कटकु संघारा॥
तेहि देखा कपि मुरुछित भयऊ। नागपास बाँधेसि लै गयऊ॥
जासु नाम जपि सुनहु भवानी। भव बंधन काटहिं नर ग्यानी॥
तासु दूत कि बंध तरु आवा। प्रभु कारज लगि कपिहिं बँधावा॥
कपि बंधन सुनि निसिचर धाए। कौतुक लागि सभाँ सब आए॥
दसमुख सभा दीखि कपि जाई। कहि न जाइ कछु अति प्रभुताई॥
कर जोरें सुर दिसिप बिनीता। भृकुटि बिलोकत सकल सभीता॥
देखि प्रताप न कपि मन संका। जिमि अहिगन महुँ गरुड़ असंका॥
दोहा
कपिहि बिलोकि दसानन बिहसा कहि दुर्बाद।
सुत बध सुरति कीन्हि पुनि उपजा हृदयँ बिषाद॥२०॥
Chaupaee
brahmabaan kapi kahun tehi maara. paratihun baar kataku sanghaara.
tehi dekha kapi muruchhit bhayoo. naagapaas baandhesi lai gayoo.
jaasu naam japi sunahu bhavaanee. bhav bandhan kaatahin nar gyaanee.
taasu doot ki bandh taru aava. prabhu kaaraj lagi kapihin bandhaava.
kapi bandhan suni nisichar dhae. kautuk laagi sabhaan sab aae.
dasamukh sabha deekhi kapi jaee. kahi na jai kachhu ati prabhutaee.
kar joren sur disip bineeta. bhrkuti bilokat sakal sabheeta.
dekhi prataap na kapi man sanka. jimi ahigan mahun garud asanka.
Doha ||20||
kapihi biloki dasaanan bihasa kahi durbaad.
sut badh surati keenhi puni upaja hrdayan bishaad.
Chaupai
Ele apontou o Brahmastra contra Hanuman, que caiu da árvore no instante em que o atingiu e esmagou de morte em sua queda todo um monte de tropas de Ravana. Quando Meghnath viu que Hanuman havia desmaiado, ele o amarrou no nagpash (um laço de flechas serpenteantes, uma invenção especial para enredar o inimigo, possuído por Varuna, o deus que presidia as águas e, evidentemente, arrebatado por último por Ravana) e levou-o embora.
O Senhor Shiva diz: “Oh Bhavani! Apenas escute, o mensageiro do Senhor que capacita os homens sábios quebrarem os laços da vida e da morte desse mundo mundano quando cantam seu nome, sejam ligados”. Mas Hanuman se comprometeu a cumprir a tarefa do Senhor. Os demônios correram ao ouvir que o macaco havia sido capturado.
Quando os demônios ouviram que o macaco havia sido capturado, eles correram e, por causa da ansiosa curiosidade para assistir o espetáculo, todos chegaram à assembléia. Hanuman veio e viu a corte de Ravana. Sua soberba majestade desafiava descrição. Deidades e regentes de um quarto do mundo ficavam mansamente de mãos dobradas e estavam observando sua expressão facial.
Mas Hanuman estava pouco assustado mesmo ao ver esse brilhante poder de Ravana. Sem medo, ele ficou ereto, assim como Garuda (o rei dos pássaros) ficaria em meio a um grupo inteiro de serpentes.
Doha 20
Quando Ravana viu Hanuman, ele ridicularizou-o e riu em jubilosa despreocupação. Logo depois ele se lembrou da morte de seu filho a qual lhe deu com desespero um puxão forte no coração.

चौपाई
कह लंकेस कवन तैं कीसा। केहिं के बल घालेहि बन खीसा॥
की धौं श्रवन सुनेहि नहिं मोही। देखउँ अति असंक सठ तोही॥
मारे निसिचर केहिं अपराधा। कहु सठ तोहि न प्रान कइ बाधा॥
सुन रावन ब्रह्मांड निकाया। पाइ जासु बल बिरचित माया॥
जाकें बल बिरंचि हरि ईसा। पालत सृजत हरत दससीसा।
जा बल सीस धरत सहसानन। अंडकोस समेत गिरि कानन॥
धरइ जो बिबिध देह सुरत्राता। तुम्ह ते सठन्ह सिखावनु दाता।
हर कोदंड कठिन जेहि भंजा। तेहि समेत नृप दल मद गंजा॥
खर दूषन त्रिसिरा अरु बाली। बधे सकल अतुलित बलसाली॥
दोहा
जाके बल लवलेस तें जितेहु चराचर झारि।
तासु दूत मैं जा करि हरि आनेहु प्रिय नारि॥२१॥
Chaupaee
kah lankes kavan tain keesa. kehin ke bal ghaalehi ban kheesa.
kee dhaun shravan sunehi nahin mohee. dekhun ati asank sath tohee.
maare nisichar kehin aparaadha. kahu sath tohi na praan kai baadha.
sun raavan brahmaand nikaaya. pai jaasu bal birachit maaya.
jaaken bal biranchi hari eesa. paalat srjat harat dasaseesa.
ja bal sees dharat sahasaanan. andakos samet giri kaanan.
dhari jo bibidh deh suratraata. tumh te sathanh sikhaavanu daata.
har kodand kathin jehi bhanja. tehi samet nrp dal mad ganja.
khar dooshan trisira aru baalee. badhe sakal atulit balasaalee.
Doha ||21||
jaake bal lavales ten jitehu charaachar jhaari.
taasu doot main ja kari hari aanehu priy naari.
Chaupai
Ravana, o rei de Lanka disse: “Quem é você, ó macaco? Por quem você poderia ter causado devastação na selva e destruí-la? Você nunca ouviu falar do meu nome? Ó maldito, posso ver que você é extremamente destemido. Por qual ofensa você matou os demônios? Ó tolo! Diga-me, você não tem medo de perder sua vida? “. Hanuman respondeu: “Ouça, ó Ravana! Ao adquirir tal poder, maya cria muitos universos. Ó aquele de dez cabeças, por cuja força Brahma, Vishnu e Mahesh continuam seus respectivos deveres de criar, preservar e destruir a criação; por cujo poder a serpente de mil cabeças (considerada como o símbolo da eternidade em que Vishnu dorme durante períodos de dissolução do mundo) carrega todo o mundo junto com montanhas e florestas em sua cabeça; o Ser Supremo que assume várias formas para a proteção das divindades, e que muitas vezes ensina uma lição para tolos como você; quem quebrou o duro arco do Senhor Shiva e simultaneamente esmagou o orgulho dos reis reunidos; quem matou Khara, Dushana, Trishira e Bali, todos inigualáveis em poder?
Doha 21
“Devido a um fragmento do poder do Senhor Rama, você foi capaz de conquistar o mundo animado e inanimado em sua totalidade e abduziu Sua esposa furtivamente”. “Eu sou um enviado desse mesmo Senhor”.

चौपाई
जानउँ मैं तुम्हारि प्रभुताई। सहसबाहु सन परी लराई॥
समर बालि सन करि जसु पावा। सुनि कपि बचन बिहसि बिहरावा॥
खायउँ फल प्रभु लागी भूँखा। कपि सुभाव तें तोरेउँ रूखा॥
सब कें देह परम प्रिय स्वामी। मारहिं मोहि कुमारग गामी॥
जिन्ह मोहि मारा ते मैं मारे। तेहि पर बाँधेउ तनयँ तुम्हारे॥
मोहि न कछु बाँधे कइ लाजा। कीन्ह चहउँ निज प्रभु कर काजा॥
बिनती करउँ जोरि कर रावन। सुनहु मान तजि मोर सिखावन॥
देखहु तुम्ह निज कुलहि बिचारी। भ्रम तजि भजहु भगत भय हारी॥
जाकें डर अति काल डेराई। जो सुर असुर चराचर खाई॥
तासों बयरु कबहुँ नहिं कीजै। मोरे कहें जानकी दीजै॥
दोहा
प्रनतपाल रघुनायक करुना सिंधु खरारि।
गएँ सरन प्रभु राखिहैं तव अपराध बिसारि॥२२॥
Chaupaee
jaanun main tumhaari prabhutaee. sahasabaahu san paree laraee.
samar baali san kari jasu paava. suni kapi bachan bihasi biharaava.
khaayun phal prabhu laagee bhoonkha. kapi subhaav ten toreun rookha.
sab ken deh param priy svaamee. maarahin mohi kumaarag gaamee.
jinh mohi maara te main maare. tehi par baandheu tanayan tumhaare.
mohi na kachhu baandhe kai laaja. keenh chahun nij prabhu kar kaaja.
binatee karun jori kar raavan. sunahu maan taji mor sikhaavan.
dekhahu tumh nij kulahi bichaaree. bhram taji bhajahu bhagat bhay haaree.
jaaken dar ati kaal deraee. jo sur asur charaachar khaee.
taason bayaru kabahun nahin keejai. more kahen jaanakee deejai.
Doha ||22||
pranatapaal raghunaayak karuna sindhu kharaari.
gaen saran prabhu raakhihain tav aparaadh bisaari.
Chaupai

“Devido a um fragmento do poder do Senhor Rama, você foi capaz de conquistar o mundo animado e inanimado em sua totalidade e abduziu Sua esposa furtivamente”. “Eu sou um enviado desse mesmo Senhor”.
Eu conheço muito sua glória majestosa. Você lutou com seu sahasrabahu ou armas múltiplas e adquiriu fama lutando com Bali”. Ouvindo as palavras instruídas de Hanuman, Ravana evadiu do assunto, rindo à distância. “Ó, mestre dos demônios! Comi os frutos porque eu estava faminto e arranquei as árvores devido à característica inerente de um macaco. Oh, senhor do desviado! O corpo é supremamente querido para todos. Quando os demônios do mal seguindo o caminho perverso começaram a me bater, então eu não tive outro recurso senão atacar aqueles que me atacavam. Então, seu filho (Meghnath) me amarrou em grilhões, mas eu tenho menos vergonha de ser amarrado, estou preocupado com o cumprimento da tarefa do meu Senhor.
Ó Ravana, eu imploro a você com as mãos dobradas! Abandonando sua arrogância, ouça meu conselho. Refletindo sobre sua linhagem pura e descartando o mal-entendido, adore o Senhor que dissipa os medos de seus devotos. Nunca antagonize o Senhor que aterroriza mesmo kaal, o tempo da morte, que devora seres animados e inanimados, deuses e demônios. E devolva Janaki , a meu pedido”.
Doha 22
“O Senhor Raghunath, o destruidor de Khara, é o protetor daqueles que se refugiam nele e um oceano de compaixão. Ao buscar o seu abrigo, o Senhor esquecerá sua ofensa e o levará em seu refúgio”.

चौपाई
राम चरन पंकज उर धरहू। लंका अचल राज तुम्ह करहू॥
रिषि पुलिस्त जसु बिमल मंयका। तेहि ससि महुँ जनि होहु कलंका॥
राम नाम बिनु गिरा न सोहा। देखु बिचारि त्यागि मद मोहा॥
बसन हीन नहिं सोह सुरारी। सब भूषण भूषित बर नारी॥
राम बिमुख संपति प्रभुताई। जाइ रही पाई बिनु पाई॥
सजल मूल जिन्ह सरितन्ह नाहीं। बरषि गए पुनि तबहिं सुखाहीं॥
सुनु दसकंठ कहउँ पन रोपी। बिमुख राम त्राता नहिं कोपी॥
संकर सहस बिष्नु अज तोही। सकहिं न राखि राम कर द्रोही॥
दोहा
मोहमूल बहु सूल प्रद त्यागहु तम अभिमान।
भजहु राम रघुनायक कृपा सिंधु भगवान॥२३॥
Chaupaee
raam charan pankaj ur dharahoo. lanka achal raaj tumh karahoo.
rishi pulist jasu bimal manyaka. tehi sasi mahun jani hohu kalanka.
raam naam binu gira na soha. dekhu bichaari tyaagi mad moha.
basan heen nahin soh suraaree. sab bhooshan bhooshit bar naaree.
raam bimukh sampati prabhutaee. jai rahee paee binu paee.
sajal mool jinh saritanh naaheen. barashi gae puni tabahin sukhaaheen.
sunu dasakanth kahun pan ropee. bimukh raam traata nahin kopee.
sankar sahas bishnu aj tohee. sakahin na raakhi raam kar drohee.
Doha ||23||
mohamool bahu sool prad tyaagahu tam abhimaan.
bhajahu raam raghunaayak krpa sindhu bhagavaan.
Chaupai
“Conserve na memória os pés de lótus do Senhor Rama em seu coração e governe constantemente sobre Lanka. A glória do sábio Pulastya (seu avô) é muito parecida com a lua imaculada e pura. Não se torne uma mancha em sua pureza. Discurso não tem graça sem o nome de Rama. Ao abandonar a intoxicação e a paixão, reflita e veja por si mesmo. Ó inimigo dos deuses! Mesmo uma beleza adornada com todos os tipos de ornamentos não é charmosa se ela estiver sem roupa (nua). A riqueza restante e a supremacia de um homem eventualmente o abandona se ele é avesso a Rama e adquiri-los é equivalente a não tê-los.
Os rios que não têm fonte de água de onde eles se originam (aqueles que só dependem das chuvas) secam assim que as chuvas se vão. Ouça, oh Ravana, prometo que não há ninguém que possa salvar uma pessoa que se opõe a Rama. Milhares de Brahma, Vishnu e Mahesh* não podem salvar vocês, que são hostis a Rama”.
* Brahmå, Vishnu e Mahesh são retratados aqui como manifestações do Ser Supremo em apenas um dos milhões de universos governados por Lord Råma, que representa o Ser Supremo.
Doha 23
“Descartar a arrogância, uma forma de tamas ou escuridão, um dos três constituintes da natureza, é uma causa de uma dor imensa com a sua raiz sendo paixão decorrente da ignorância. A adoração a Lord Ramchandra, mestre dos Raghus, é um oceano de ternura amorosa”.

चौपाई
जदपि कहि कपि अति हित बानी। भगति बिबेक बिरति नय सानी॥
बोला बिहसि महा अभिमानी। मिला हमहि कपि गुर बड़ ग्यानी॥
मृत्यु निकट आई खल तोही। लागेसि अधम सिखावन मोही॥
उलटा होइहि कह हनुमाना। मतिभ्रम तोर प्रगट मैं जाना॥
सुनि कपि बचन बहुत खिसिआना। बेगि न हरहुँ मूढ़ कर प्राना॥
सुनत निसाचर मारन धाए। सचिवन्ह सहित बिभीषनु आए।
नाइ सीस करि बिनय बहूता। नीति बिरोध न मारिअ दूता॥
आन दंड कछु करिअ गोसाँई। सबहीं कहा मंत्र भल भाई॥
सुनत बिहसि बोला दसकंधर। अंग भंग करि पठइअ बंदर॥
दोहा
कपि कें ममता पूँछ पर सबहि कहउँ समुझाइ।
तेल बोरि पट बाँधि पुनि पावक देहु लगाइ॥२४॥
Chaupaee
jadapi kahi kapi ati hit baanee. bhagati bibek birati nay saanee.
bola bihasi maha abhimaanee. mila hamahi kapi gur bad gyaanee.
mrtyu nikat aaee khal tohee. laagesi adham sikhaavan mohee.
ulata hoihi kah hanumaana. matibhram tor pragat main jaana.
suni kapi bachan bahut khisiaana. begi na harahun moodh kar praana.
sunat nisaachar maaran dhae. sachivanh sahit bibheeshanu aae.
nai sees kari binay bahoota. neeti birodh na maari doota.
aan dand kachhu kari gosaanee. sabaheen kaha mantr bhal bhaee.
sunat bihasi bola dasakandhar. ang bhang kari pathi bandar.
Doha ||24||
kapi ken mamata poonchh par sabahi kahun samujhai.
tel bori pat baandhi puni paavak dehu lagai.
Chaupai
Embora Hanuman lhe desse conselhos extremamente benéficos carregados de devoção religiosa, conhecimento, ascetismo e ética, o muito arrogante Ravana zombou e falou com sarcasmo: “Nós encontramos um guru muito sábio neste macaco. A morte assoma à sua cabeça, seu trapaceiro! Você está tentando me ensinar, ó miserável! ”
Hanuman retorquiu: “Eu entendi claramente que esta é a sua alucinação, a distorção de sua mente e exatamente o contrário está prestes a acontecer, o que significa que sua morte está muito próxima, não é a minha”. Ao ouvir essas palavras de Hanuman, Ravana ficou furioso e exasperado: “Ó! Por que alguém não mata esse idiota, bem rápido?”. Ao ouvir essa ordem, os demônios se precipitaram para matá-lo.
Precisamente naquele momento, Vibhishana (o irmão mais novo de Ravana) chegou ao tribunal com seus ministros. Curvando sua cabeça, fez uma súplica muito humilde a Ravana de que não deveria matar um enviado porque é absolutamente contra o estadista. “Ó Gosain, ele pode ser punido de outra maneira”. Todos exclamaram: “Esta sugestão é excelente, ó irmão!” Ao ouvir isso, Ravana zombou com uma risada: “Bem, então o macaco pode ser aleijado e enviado de volta.”
Doha 24
“Estou explicando a todos os presentes que um macaco está particularmente ligado à sua cauda. Por isso, encharquem um pedaço de pano em óleo e amarre-o em torno de sua cauda e ponham fogo nele”.

चौपाई
पूँछहीन बानर तहँ जाइहि। तब सठ निज नाथहि लइ आइहि॥
जिन्ह कै कीन्हसि बहुत बड़ाई। देखेउँûमैं तिन्ह कै प्रभुताई॥
बचन सुनत कपि मन मुसुकाना। भइ सहाय सारद मैं जाना॥
जातुधान सुनि रावन बचना। लागे रचैं मूढ़ सोइ रचना॥
रहा न नगर बसन घृत तेला। बाढ़ी पूँछ कीन्ह कपि खेला॥
कौतुक कहँ आए पुरबासी। मारहिं चरन करहिं बहु हाँसी॥
बाजहिं ढोल देहिं सब तारी। नगर फेरि पुनि पूँछ प्रजारी॥
पावक जरत देखि हनुमंता। भयउ परम लघु रुप तुरंता॥
निबुकि चढ़ेउ कपि कनक अटारीं। भई सभीत निसाचर नारीं॥
दोहा
हरि प्रेरित तेहि अवसर चले मरुत उनचास।
अट्टहास करि गर्जéा कपि बढ़ि लाग अकास॥२५॥
Chaupaee
poonchhaheen baanar tahan jaihi. tab sath nij naathahi lai aaihi.
jinh kai keenhasi bahut badaee. dekheunumain tinh kai prabhutaee.
bachan sunat kapi man musukaana. bhi sahaay saarad main jaana.
jaatudhaan suni raavan bachana. laage rachain moodh soi rachana.
raha na nagar basan ghrt tela. baadhee poonchh keenh kapi khela.
kautuk kahan aae purabaasee. maarahin charan karahin bahu haansee.
baajahin dhol dehin sab taaree. nagar pheri puni poonchh prajaaree.
paavak jarat dekhi hanumanta. bhayu param laghu rup turanta.
nibuki chadheu kapi kanak ataareen. bhee sabheet nisaachar naareen.
Doha ||25||
hari prerit tehi avasar chale marut unachaas.
attahaas kari garjaaia kapi badhi laag akaas.
Chaupai
“Quando este macaco for ao seu Senhor sem a sua cauda, então este idiota receberá seu mestre de volta com ele. Deixe-me dar uma olhada na supremacia daquele a quem ele exaltou até tal ponto”. Ouvindo essas palavras, Hanuman sorriu para si mesmo e murmurou em sua mente: “Eu concluí que Saraswati (deusa do discurso mais aprendizado e padroeira das artes) ajudou ao dar-lhe tal mentalidade”.
Aceitando e executando as ordens de Ravana, os tolos demônios começaram a fazer preparações para incendiar a cauda ali mesmo. Nem um pedaço de pano nem uma gota de ghee (manteiga clarificada) foi deixada na cidade, porque quase todo o pano e o ghee foi usado para envolver a cauda.
Hanuman recorreu a uma jogada tão divina que a cauda cresceu imensamente, tornou-se longa. Os habitantes começaram a assistir o espetáculo. Eles chutaram Hanuman com os pés e fizeram galhofa dele. Todos aplaudiram com batida do tambor. Eles levaram Hanuman pela cidade e atearam fogo à sua cauda, logo depois. Ao ver a chama de fogo, Hanuman assumiu uma forma muito pequena. Saindo de seus grilhões, ele subiu as varandas douradas do palácio. As esposas dos demônios ficaram muito assustadas ao vê-lo.
Doha 25
Todos os quarenta e nove ventos* começaram a soprar com o estímulo de Deus. Hanuman rugiu com um riso alto e cresceu para tal tamanho que ele parecia tocar o céu
* Nossas escrituras dizem que existem quarenta e nove tipos de ventos, cada um presidido por um deus distinto. Geralmente é no momento da dissolução do mundo que esses ventos são soltos pelo deus da destruição.

चौपाई
देह बिसाल परम हरुआई। मंदिर तें मंदिर चढ़ धाई॥
जरइ नगर भा लोग बिहाला। झपट लपट बहु कोटि कराला॥
तात मातु हा सुनिअ पुकारा। एहि अवसर को हमहि उबारा॥
हम जो कहा यह कपि नहिं होई। बानर रूप धरें सुर कोई॥
साधु अवग्या कर फलु ऐसा। जरइ नगर अनाथ कर जैसा॥
जारा नगरु निमिष एक माहीं। एक बिभीषन कर गृह नाहीं॥
ता कर दूत अनल जेहिं सिरिजा। जरा न सो तेहि कारन गिरिजा॥
उलटि पलटि लंका सब जारी। कूदि परा पुनि सिंधु मझारी॥
दोहा
पूँछ बुझाइ खोइ श्रम धरि लघु रूप बहोरि।
जनकसुता के आगें ठाढ़ भयउ कर जोरि॥२६॥
Chaupaee
deh bisaal param haruaee. mandir ten mandir chadh dhaee.
jari nagar bha log bihaala. jhapat lapat bahu koti karaala.
taat maatu ha suni pukaara. ehi avasar ko hamahi ubaara.
ham jo kaha yah kapi nahin hoee. baanar roop dharen sur koee.
saadhu avagya kar phalu aisa. jari nagar anaath kar jaisa.
jaara nagaru nimish ek maaheen. ek bibheeshan kar grh naaheen.
ta kar doot anal jehin sirija. jara na so tehi kaaran girija.
ulati palati lanka sab jaaree. koodi para puni sindhu majhaaree.
Doha ||26||
poonchh bujhai khoi shram dhari laghu roop bahori.
janakasuta ke aagen thaadh bhayu kar jori.
Chaupai
Embora seu corpo seja colossal é muito leve (cheio de energia ativa). Ele corre e salta de um palácio para outro. A cidade está queimando e as pessoas estão em estado miserável. Milhões de chamas aterrorizantes estão brilhando. Gritos de, ‘Ó meu pai! Ó mãe! Quem nos salvará nesta hora crucial?’ estão sendo ouvidos. Eu já havia dito que não era um macaco comum, mas uma divindade que assumira a forma de um macaco. A conseqüência de insultar uma alma sagrada é que a cidade está queimando como se fosse uma órfã. Poupando somente a casa de Vibhishana, Hanuman queimou toda a cidade em um segundo.
O Senhor Shiva continua: “Ó Parvati! Hanuman é o mensageiro Daquele que criou o fogo em si e essa é a razão pela qual ele não foi chamuscado pelo fogo”. Criando devastação e destruindo todo o Lanka, do começo ao fim, Hanuman saltou para o oceano pouco depois.
Doha 26
Extinguindo o fogo de sua cauda, dissipando sua fadiga e assumindo uma pequena forma mais uma vez, Hanuman veio e ficou na frente de Janaki (filha de Janaka) com as mãos dobradas.

चौपाई
मातु मोहि दीजे कछु चीन्हा। जैसें रघुनायक मोहि दीन्हा॥
चूड़ामनि उतारि तब दयऊ। हरष समेत पवनसुत लयऊ॥
कहेहु तात अस मोर प्रनामा। सब प्रकार प्रभु पूरनकामा॥
दीन दयाल बिरिदु संभारी। हरहु नाथ मम संकट भारी॥
तात सक्रसुत कथा सुनाएहु। बान प्रताप प्रभुहि समुझाएहु॥
मास दिवस महुँ नाथु न आवा। तौ पुनि मोहि जिअत नहिं पावा॥
कहु कपि केहि बिधि राखौं प्राना। तुम्हहू तात कहत अब जाना॥
तोहि देखि सीतलि भइ छाती। पुनि मो कहुँ सोइ दिनु सो राती॥
दोहा
जनकसुतहि समुझाइ करि बहु बिधि धीरजु दीन्ह।
चरन कमल सिरु नाइ कपि गवनु राम पहिं कीन्ह॥२७॥
Chaupaee
maatu mohi deeje kachhu cheenha. jaisen raghunaayak mohi deenha.
choodaamani utaari tab dayoo. harash samet pavanasut layoo.
kahehu taat as mor pranaama. sab prakaar prabhu pooranakaama.
deen dayaal biridu sambhaaree. harahu naath mam sankat bhaaree.
taat sakrasut katha sunaehu. baan prataap prabhuhi samujhaehu.
maas divas mahun naathu na aava. tau puni mohi jiat nahin paava.
kahu kapi kehi bidhi raakhaun praana. tumhahoo taat kahat ab jaana.
tohi dekhi seetali bhi chhaatee. puni mo kahun soi dinu so raatee.
Doha ||27||
janakasutahi samujhai kari bahu bidhi dheeraju deenh.
charan kamal siru nai kapi gavanu raam pahin keenh.
Chaupai
Hanuman sugeriu: “Mãe, gentilmente me dê um sinal de identificação tal como o Senhor dos Raghus tinha feito com seu anel”. Logo a seguir Sita tirou o chudamani, um ornamento usado em cima da cabeça e entregou-o a Hanuman que o aceitou de bom grado. Janaki disse: “Transmita minhas respeitosas saudações para ele e diga estas palavras, ‘Oh Senhor! Embora você seja independente, não tenha desejos sejam quais forem de todas as maneiras possíveis, não obstante, é sua glória ter misericórdia dos miseráveis, aqueles que estão sofrendo. Portanto, ó mestre, lembrando-me que estou em perigo, alivie meu sofrimento.
Ó, filho! Narra o episódio de Jayanta , o filho rebelde de Indra. (Jayanta tomou a forma de um corvo concupiscente e atacou Sita quando Rama e Sita estavam descansando na colina de Chitrakut, picando seus seios. Querendo puni-lo, Rama visou-o com uma flecha de palha que seguiu Jayanta onde quer que ele fosse). Lembre-o do poder de suas flechas. Se o Senhor não chegar dentro de um período de um mês, ele não vai me encontrar viva. Ó Hanuman! Diga-me sobre como eu deveria proteger minha vida. Como você também fala de sair agora, filho. A visão de você trouxe um enorme conforto ao meu coração pesado. Mais uma vez eu tenho que enfrentar os mesmos tristes dias e noites sombrias”.
Doha 27
Assegurando Janaki (filha de Janaka), Hanuman a consolou de várias maneiras e inclinando sua cabeça em Seus pés de lótus, saiu para encontrar o Senhor Rama.

चौपाई
चलत महाधुनि गर्जेसि भारी। गर्भ स्त्रवहिं सुनि निसिचर नारी॥
नाघि सिंधु एहि पारहि आवा। सबद किलकिला कपिन्ह सुनावा॥
हरषे सब बिलोकि हनुमाना। नूतन जन्म कपिन्ह तब जाना॥
मुख प्रसन्न तन तेज बिराजा। कीन्हेसि रामचन्द्र कर काजा॥
मिले सकल अति भए सुखारी। तलफत मीन पाव जिमि बारी॥
चले हरषि रघुनायक पासा। पूँछत कहत नवल इतिहासा॥
तब मधुबन भीतर सब आए। अंगद संमत मधु फल खाए॥
रखवारे जब बरजन लागे। मुष्टि प्रहार हनत सब भागे॥
दोहा
जाइ पुकारे ते सब बन उजार जुबराज।
सुनि सुग्रीव हरष कपि करि आए प्रभु काज॥२८॥
Chaupaee
chalat mahaadhuni garjesi bhaaree. garbh stravahin suni nisichar naaree.
naaghi sindhu ehi paarahi aava. sabad kilakila kapinh sunaava.
harashe sab biloki hanumaana. nootan janm kapinh tab jaana.
mukh prasann tan tej biraaja. keenhesi raamachandr kar kaaja.
mile sakal ati bhe sukhaaree. talaphat meen paav jimi baaree.
chale harashi raghunaayak paasa. poonchhat kahat naval itihaasa.
tab madhuban bheetar sab aae. angad sammat madhu phal khae.
rakhavaare jab barajan laage. mushti prahaar hanat sab bhaage.
Doha ||28||
jai pukaare te sab ban ujaar jubaraaj.
suni sugreev harash kapi kari aae prabhu kaaj.
Chaupai
No momento da partida, Hanuman fez um rugido alto com um som tão terrível que as esposas dos demônios começaram a abortar. Ele saltou pelo oceano e alcançou a outra costa. Hanuman encontrou seus companheiros macacos com um grito de deleite. Todos ficaram emocionados de rever Hanuman e sentiram como se tivessem nascido de novo.
Ele tinha um rosto bem disposto e seu corpo brilhava com um certo resplendor por causa do que eles imaginaram que ele havia cumprido a tarefa do Senhor Ramchandra. Todos eles encontraram Hanuman e ficaram muito felizes como se os peixes que pululassem da água tivessem encontrado água .
Com o grupo inteiro deles falando e perguntando sobre os novos acontecimentos, Hanuman caminhou feliz para o Senhor dos Raghus.
Em seguida, todos entraram no Madhuvana (jardim de Sugriva, na mitologia hindu). Sugriva era o irmão mais novo de Bali, que o destronou como governante do reino dos macacos e com a permissão de Angada (filho de Bali e Tara) saborearam as doces frutastas). Quando os guardas intervieram, eles foram espancados com socos e assim fugiram com pressa.
Doha 28
Todos foram a Sugriva e reclamaram que o príncipe Angada estava arruinando o pomar real. Ao ouvir isso, Sugriva se alegrou porque ele assumiu que os macacos haviam retornado depois de completar a missão do Senhor.

चौपाई
जौं न होति सीता सुधि पाई। मधुबन के फल सकहिं कि खाई॥
एहि बिधि मन बिचार कर राजा। आइ गए कपि सहित समाजा॥
आइ सबन्हि नावा पद सीसा। मिलेउ सबन्हि अति प्रेम कपीसा॥
पूँछी कुसल कुसल पद देखी। राम कृपाँ भा काजु बिसेषी॥
नाथ काजु कीन्हेउ हनुमाना। राखे सकल कपिन्ह के प्राना॥
सुनि सुग्रीव बहुरि तेहि मिलेऊ। कपिन्ह सहित रघुपति पहिं चलेऊ।
राम कपिन्ह जब आवत देखा। किएँ काजु मन हरष बिसेषा॥
फटिक सिला बैठे द्वौ भाई। परे सकल कपि चरनन्हि जाई॥
दोहा
प्रीति सहित सब भेटे रघुपति करुना पुंज।
पूँछी कुसल नाथ अब कुसल देखि पद कंज॥२९॥
Chaupaee
jaun na hoti seeta sudhi paee. madhuban ke phal sakahin ki khaee.
ehi bidhi man bichaar kar raaja. aai gae kapi sahit samaaja.
aai sabanhi naava pad seesa. mileu sabanhi ati prem kapeesa.
poonchhee kusal kusal pad dekhee. raam krpaan bha kaaju biseshee.
naath kaaju keenheu hanumaana. raakhe sakal kapinh ke praana.
suni sugreev bahuri tehi mileoo. kapinh sahit raghupati pahin chaleoo.
raam kapinh jab aavat dekha. kien kaaju man harash bisesha.
phatik sila baithe dvau bhaee. pare sakal kapi charananhi jaee.
Doha ||29||
preeti sahit sab bhete raghupati karuna punj.
poonchhee kusal naath ab kusal dekhi pad kanj.
Chaupai
“Podiam eles saborear os frutos de Madhuvana se eles não tivessem notícias de Sita?”. O Rei Sugriva estava refletindo dessa maneira quando os macacos chegaram com sua comunidade. Todos chegaram e curvaram a cabeça aos pés de Sugriva, senhor dos macacos, que encontrou todos com muito amor. Ele perguntou sobre o seu bem-estar. Os macacos responderam: “Tudo está bem desde que temos haddarshan dos seus pés agora. A tarefa foi excelentemente cumprida, devido à graça do Senhor Rama, Sua majestade! Foi Hanuman quem fez todas as ações e salvou as vidas dos macacos”.
Ao ouvir isso, Sugriva abraçou Hanuman mais uma vez e dirigiu-se para o Senhor dos Raghus com os macacos. O Senhor Rama ficou particularmente deleitado no coração ao vê-los se aproximarem depois de cumprir sua missão. Ambos os irmãos estavam sentados em uma pedra de cristal e os macacos foram e caíram aos seus pés.
Doha 29
O todo-compassivo Senhor dos Raghus recebeu todos, abraçando-os carinhosamente e perguntando sobre o seu bem-estar. (Os macacos exultaram): “Tudo está bem agora que vimos seus pés de lótus”.

चौपाई
जामवंत कह सुनु रघुराया। जा पर नाथ करहु तुम्ह दाया॥
ताहि सदा सुभ कुसल निरंतर। सुर नर मुनि प्रसन्न ता ऊपर॥
सोइ बिजई बिनई गुन सागर। तासु सुजसु त्रेलोक उजागर॥
प्रभु कीं कृपा भयउ सबु काजू। जन्म हमार सुफल भा आजू॥
नाथ पवनसुत कीन्हि जो करनी। सहसहुँ मुख न जाइ सो बरनी॥
पवनतनय के चरित सुहाए। जामवंत रघुपतिहि सुनाए॥
सुनत कृपानिधि मन अति भाए। पुनि हनुमान हरषि हियँ लाए॥
कहहु तात केहि भाँति जानकी। रहति करति रच्छा स्वप्रान की॥
दोहा
नाम पाहरु दिवस निसि ध्यान तुम्हार कपाट।
लोचन निज पद जंत्रित जाहिं प्रान केहिं बाट॥३०॥
Chaupaee
jaamavant kah sunu raghuraaya. ja par naath karahu tumh daaya.
taahi sada subh kusal nirantar. sur nar muni prasann ta oopar.
soi bijee binee gun saagar. taasu sujasu trelok ujaagar.
prabhu keen krpa bhayu sabu kaajoo. janm hamaar suphal bha aajoo.
naath pavanasut keenhi jo karanee. sahasahun mukh na jai so baranee.
pavanatanay ke charit suhae. jaamavant raghupatihi sunae.
sunat krpaanidhi man ati bhae. puni hanumaan harashi hiyan lae.
kahahu taat kehi bhaanti jaanakee. rahati karati rachchha svapraan kee.
Doha ||30||
naam paaharu divas nisi dhyaan tumhaar kapaat.
lochan nij pad jantrit jaahin praan kehin baat.
Chaupai
Jambavant disse: “Oh, Chefe dos Raghus! Ouça, Oh Senhor! Aquele ao qual você concede suas bênçãos é para sempre próspero e eternamente feliz. As divindades, seres humanos e sábios estão todos satisfeitos com ele. Ele é o que é triunfante, humilde e logo se torna um oceano de virtudes. A esplêndida fama dele irradia em todos os três lokas (regiões cosmológicas). Toda a missão poderia ser realizada por causa da graça do Senhor e nosso nascimento já foi um sucesso. Oh Senhor! Os atos valentes de Hanuman, filho do Deus do Vento, não podem ser descritos por mil bocas”.
Então Jambavant narrou o belo caráter (façanhas) de Hanuman para o Senhor dos Raghus. Ao ouvir este retrato, o Senhor Ramchandra, o tesouro da misericórdia, ficou encantado. Jubilosamente ele abraçou Hanuman em seu coração novamente e perguntou: “Oh, querido! Diga-me como Sita passa seus dias e protege sua vida “.
Doha 30
(Hanuman disse) “Seu nome guarda seu dia a dia e meditar em você funciona como uma porta. Os olhos de Janaki estão focados nos pés dela, e essa é a fechadura que está fechada. Nesse caso, de que caminho ela pode desistir de sua vida?

चौपाई
चलत मोहि चूड़ामनि दीन्ही। रघुपति हृदयँ लाइ सोइ लीन्ही॥
नाथ जुगल लोचन भरि बारी। बचन कहे कछु जनककुमारी॥
अनुज समेत गहेहु प्रभु चरना। दीन बंधु प्रनतारति हरना॥
मन क्रम बचन चरन अनुरागी। केहि अपराध नाथ हौं त्यागी॥
अवगुन एक मोर मैं माना। बिछुरत प्रान न कीन्ह पयाना॥
नाथ सो नयनन्हि को अपराधा। निसरत प्रान करिहिं हठि बाधा॥
बिरह अगिनि तनु तूल समीरा। स्वास जरइ छन माहिं सरीरा॥
नयन स्त्रवहि जलु निज हित लागी। जरैं न पाव देह बिरहागी।
सीता के अति बिपति बिसाला। बिनहिं कहें भलि दीनदयाला॥
दोहा
निमिष निमिष करुनानिधि जाहिं कलप सम बीति।
बेगि चलिय प्रभु आनिअ भुज बल खल दल जीति॥३१॥
Chaupaee
chalat mohi choodaamani deenhee. raghupati hrdayan lai soi leenhee.
naath jugal lochan bhari baaree. bachan kahe kachhu janakakumaaree.
anuj samet gahehu prabhu charana. deen bandhu pranataarati harana.
man kram bachan charan anuraagee. kehi aparaadh naath haun tyaagee.
avagun ek mor main maana. bichhurat praan na keenh payaana.
naath so nayananhi ko aparaadha. nisarat praan karihin hathi baadha.
birah agini tanu tool sameera. svaas jari chhan maahin sareera.
nayan stravahi jalu nij hit laagee. jarain na paav deh birahaagee.
seeta ke ati bipati bisaala. binahin kahen bhali deenadayaala.
Doha ||31||
nimish nimish karunaanidhi jaahin kalap sam beeti.
begi chaliy prabhu aani bhuj bal khal dal jeeti.
Chaupai
Quando eu estava saindo, ela tirou o chudamani (uma jóia usada no topo da cabeça) e me deu. O Senhor dos Raghus tomou-o e o pressionou em seu coração. (Depois disso, Hanuman disse) “Oh, Senhor! Com os olhos fluindo lágrimas, Janaki me disse: “Toque os pés do Senhor junto com o de seu irmão e implore:” Você é um amigo do pobre e aquele que livra das tristezas aqueles que procuram refúgio em você. E eu sou um devoto dos seus pés no pensamento, na palavra e na ação. Em seguida, por qual ofensa, oh Senhor, você me abandonou! (Sim) Eu certamente admito uma culpa minha e eu não desisti da minha vida no momento em que eu fui separada de você.
Mas oh Senhor! É uma falha dos olhos que obstinadamente fornecem impedimentos para prevenir que minha vida dê um passo em falso. A agonia da separação é como fogo, o corpo é algodão e minha respiração é como o vento. Este corpo pode ser queimado em um segundo (por causa da combinação de fogo e vento). Mas os olhos por causa de seu próprio interesse (de festa em sua bela forma) dão um fluxo de lágrimas e assim o corpo não pode pegar fogo mesmo devido ao fogo da separação. A adversidade de Sita é muito horrenda. É melhor se não for contado (ou então você ficará triste). Oh amigo compassivo dos necessitados! ”
Doha 31
Oh repositório de misericórdia! Cada momento de Sita passa como uma kalpa (uma era) para ela. Portanto, vá imediatamente meu Senhor e triunfe sobre o exército dos ímpios com o poder de seus braços, volte para Sita.

चौपाई
सुनि सीता दुख प्रभु सुख अयना। भरि आए जल राजिव नयना॥
बचन काँय मन मम गति जाही। सपनेहुँ बूझिअ बिपति कि ताही॥
कह हनुमंत बिपति प्रभु सोई। जब तव सुमिरन भजन न होई॥
केतिक बात प्रभु जातुधान की। रिपुहि जीति आनिबी जानकी॥
सुनु कपि तोहि समान उपकारी। नहिं कोउ सुर नर मुनि तनुधारी॥
प्रति उपकार करौं का तोरा। सनमुख होइ न सकत मन मोरा॥
सुनु सुत उरिन मैं नाहीं। देखेउँ करि बिचार मन माहीं॥
पुनि पुनि कपिहि चितव सुरत्राता। लोचन नीर पुलक अति गाता॥
दोहा
सुनि प्रभु बचन बिलोकि मुख गात हरषि हनुमंत।
चरन परेउ प्रेमाकुल त्राहि त्राहि भगवंत॥३२॥
Chaupaee
suni seeta dukh prabhu sukh ayana. bhari aae jal raajiv nayana.
bachan kaany man mam gati jaahee. sapanehun boojhi bipati ki taahee.
kah hanumant bipati prabhu soee. jab tav sumiran bhajan na hoee.
ketik baat prabhu jaatudhaan kee. ripuhi jeeti aanibee jaanakee.
sunu kapi tohi samaan upakaaree. nahin kou sur nar muni tanudhaaree.
prati upakaar karaun ka tora. sanamukh hoi na sakat man mora.
sunu sut urin main naaheen. dekheun kari bichaar man maaheen.
puni puni kapihi chitav suratraata. lochan neer pulak ati gaata.
Doha ||32||
suni prabhu bachan biloki mukh gaat harashi hanumant.
charan pareu premaakul traahi traahi bhagavant.
Chaupai
Ouvindo o sofrimento de Sita, as lágrimas inundaram os olhos de lótus do Senhor, que é a morada da felicidade. (E ele explicou) “Você acha que quem tem minha proteção no pensamento, na palavra e na ação pode enfrentar a adversidade mesmo em seus sonhos? Hanuman respondeu: “Oh Senhor! Há desgraça somente quando alguém não canta e não se lembra de suas glórias. Oh senhor! O que os demônios fazem de pé diante de você? Você triunfará sobre o inimigo e certamente voltará para Janaki.
(O Senhor foi grato) “Oh Hanuman! Ouça, não existe ser vivo, seja ele uma deidade, ser humano ou sábio que tem me favorecido quanto você, Hanuman. Como posso pagar o seu favor quando minha mente falta ao dever com você? Ouça, meu filho! Eu refleti (extensivamente em minha mente) e cheguei à conclusão de que não posso pagar minha dívida com você. O protetor dos deuses, o Senhor, repetidamente olhou fixamente para Hanuman. De seus olhos fluíram lágrimas de deleite e Seu corpo estava em êxtase.
Doha 32
Ouvindo as palavras do Senhor, e vendo seu (deleitado) rosto mais os membros extáticos, Hanuman ficou emocionado. Dominado com uma afeição amorosa, ele gritou: “Oh, Senhor! Salve-me, salve-me (da garra do egoísmo)” e caiu aos pés do Senhor.

चौपाई
बार बार प्रभु चहइ उठावा। प्रेम मगन तेहि उठब न भावा॥
प्रभु कर पंकज कपि कें सीसा। सुमिरि सो दसा मगन गौरीसा॥
सावधान मन करि पुनि संकर। लागे कहन कथा अति सुंदर॥
कपि उठाइ प्रभु हृदयँ लगावा। कर गहि परम निकट बैठावा॥
कहु कपि रावन पालित लंका। केहि बिधि दहेउ दुर्ग अति बंका॥
प्रभु प्रसन्न जाना हनुमाना। बोला बचन बिगत अभिमाना॥
साखामृग के बड़ि मनुसाई। साखा तें साखा पर जाई॥
नाघि सिंधु हाटकपुर जारा। निसिचर गन बिधि बिपिन उजारा।
सो सब तव प्रताप रघुराई। नाथ न कछू मोरि प्रभुताई॥
दोहा
ता कहुँ प्रभु कछु अगम नहिं जा पर तुम्ह अनुकुल।
तब प्रभावँ बड़वानलहिं जारि सकइ खलु तूल॥३३॥
Chaupaee
baar baar prabhu chahi uthaava. prem magan tehi uthab na bhaava.
prabhu kar pankaj kapi ken seesa. sumiri so dasa magan gaureesa.
saavadhaan man kari puni sankar. laage kahan katha ati sundar.
kapi uthai prabhu hrdayan lagaava. kar gahi param nikat baithaava.
kahu kapi raavan paalit lanka. kehi bidhi daheu durg ati banka.
prabhu prasann jaana hanumaana. bola bachan bigat abhimaana.
saakhaamrg ke badi manusaee. saakha ten saakha par jaee.
naaghi sindhu haatakapur jaara. nisichar gan bidhi bipin ujaara.
so sab tav prataap raghuraee. naath na kachhoo mori prabhutaee.
Doha ||33||
ta kahun prabhu kachhu agam nahin ja par tumh anukul.
tab prabhaavan badavaanalahin jaari saki khalu tool.
Chaupai
O Senhor queria apanhá-lo vezes sem conta, mas Hanuman estava tão embebido em amor que não queria se levantar dos Seus pés. A mão de lótus do Senhor estava na cabeça de Hanuman. O Senhor Shiva* tornou-se emocionado ao lembrar o estado de êxtase de Hanuman. Tornando-se alerta logo depois, Shiva começou a narrar um conto extremamente emocionante.
O Senhor levantou Hanumån e o abraçou ao Seu coração. Segurando sua mão, Ele o fez sentar-se muito perto dele. “Oh Hanuman! Diga-me, como conseguiu queimar Lanka bem protegida por Ravana e sua enorme fortaleza inexpugnável?
Ao encontrar o Senhor tão satisfeito, Hanuman respondeu com palavras despojadas de orgulho. “O valor de um macaco o torna capaz de pular de um ramo para o outro no máximo. Tudo era devido à Sua energia majestosa, meu Raghunath, que eu poderia pular pelo oceano e queimar a cidade dourada, matar hordas de demônios e arruinar o Bosque de Ashoka. Não há nenhuma grandeza (louvável da minha parte) minha neste ato, oh Senhor!”
* Deveria ser lembrado neste contexto que o próprio Senhor Shiva assumiu a forma de Hanumån e, portanto, era fácil para ele recordar aquele incidente de êxtase.
Doha 33
“Oh Senhor, não há nada difícil para uma pessoa com quem você está satisfeito. O algodão (que pode rapidamente ser queimado por conta própria) pode definitivamente queimar um fogo-égua (fogo embaixo do mar, imaginado como personificado com a cabeça de uma égua ) com o seu poder.

चौपाई
नाथ भगति अति सुखदायनी। देहु कृपा करि अनपायनी॥
सुनि प्रभु परम सरल कपि बानी। एवमस्तु तब कहेउ भवानी॥
उमा राम सुभाउ जेहिं जाना। ताहि भजनु तजि भाव न आना॥
यह संवाद जासु उर आवा। रघुपति चरन भगति सोइ पावा॥
सुनि प्रभु बचन कहहिं कपिबृंदा। जय जय जय कृपाल सुखकंदा॥
तब रघुपति कपिपतिहि बोलावा। कहा चलैं कर करहु बनावा॥
अब बिलंबु केहि कारन कीजे। तुरत कपिन्ह कहुँ आयसु दीजे॥
कौतुक देखि सुमन बहु बरषी। नभ तें भवन चले सुर हरषी॥
दोहा
कपिपति बेगि बोलाए आए जूथप जूथ।
नाना बरन अतुल बल बानर भालु बरूथ॥३४॥
Chaupaee
naath bhagati ati sukhadaayanee. dehu krpa kari anapaayanee.
suni prabhu param saral kapi baanee. evamastu tab kaheu bhavaanee.
uma raam subhau jehin jaana. taahi bhajanu taji bhaav na aana.
yah sanvaad jaasu ur aava. raghupati charan bhagati soi paava.
suni prabhu bachan kahahin kapibrnda. jay jay jay krpaal sukhakanda.
tab raghupati kapipatihi bolaava. kaha chalain kar karahu banaava.
ab bilambu kehi kaaran keeje. turat kapinh kahun aayasu deeje.
kautuk dekhi suman bahu barashee. nabh ten bhavan chale sur harashee.
Doha ||34||
kapipati begi bolae aae joothap jooth.
naana baran atul bal baanar bhaalu barooth.
Chaupai
Permita-me sua constante devoção religiosa que concede suprema felicidade, oh Senhor, pela sua graça!
“Oh Bhavani, ao ouvir as palavras extremamente simples de Hanuman, o Senhor abençoou,” Seja assim! ” Oh Umå! “Quem mediu a verdadeira natureza do Senhor Rama não se sente atraído por nada além da adoração de Rama. Quando esta conversa entre o mestre e o servo ganha entrada no coração de uma pessoa, ele alcança a devoção religiosa dos pés de Lord Raghunath. Ao ouvir estas palavras do Senhor, o rebanho de macacos exultava: “Glória, glória toda glória ao compassivo e feliz Rama!”
Logo depois, o Senhor dos Raghus chamou Sugriva, o rei dos macacos, e disse-lhe que fizesse os preparativos para a marcha. “Por que devemos demorar mais? Dê ordens aos macacos de uma vez.” Vendo esta lila (preparativos para matar Ravana) do Senhor, os deuses derramaram flores em abundância e voltaram para as suas lokas (regiões celestiais) do céu em um jubiloso abandono.
Doha 34
Sugriva, o senhor dos macacos, convocou rapidamente os macacos e chefes do exército que vieram em grande número. As tropas de macacos e ursos eram de várias cores e estavam dotadas de força inigualável.

चौपाई
प्रभु पद पंकज नावहिं सीसा। गरजहिं भालु महाबल कीसा॥
देखी राम सकल कपि सेना। चितइ कृपा करि राजिव नैना॥
राम कृपा बल पाइ कपिंदा। भए पच्छजुत मनहुँ गिरिंदा॥
हरषि राम तब कीन्ह पयाना। सगुन भए सुंदर सुभ नाना॥
जासु सकल मंगलमय कीती। तासु पयान सगुन यह नीती॥
प्रभु पयान जाना बैदेहीं। फरकि बाम अँग जनु कहि देहीं॥
जोइ जोइ सगुन जानकिहि होई। असगुन भयउ रावनहि सोई॥
चला कटकु को बरनैं पारा। गर्जहि बानर भालु अपारा॥
नख आयुध गिरि पादपधारी। चले गगन महि इच्छाचारी॥
केहरिनाद भालु कपि करहीं। डगमगाहिं दिग्गज चिक्करहीं॥
छंद
चिक्करहिं दिग्गज डोल महि गिरि लोल सागर खरभरे।
मन हरष सभ गंधर्ब सुर मुनि नाग किन्नर दुख टरे॥
कटकटहिं मर्कट बिकट भट बहु कोटि कोटिन्ह धावहीं।
जय राम प्रबल प्रताप कोसलनाथ गुन गन गावहीं॥१॥
सहि सक न भार उदार अहिपति बार बारहिं मोहई।
गह दसन पुनि पुनि कमठ पृष्ट कठोर सो किमि सोहई॥
रघुबीर रुचिर प्रयान प्रस्थिति जानि परम सुहावनी।
जनु कमठ खर्पर सर्पराज सो लिखत अबिचल पावनी॥२॥
दोहा
एहि बिधि जाइ कृपानिधि उतरे सागर तीर।
जहँ तहँ लागे खान फल भालु बिपुल कपि बीर॥३५॥
Chaupaee
prabhu pad pankaj naavahin seesa. garajahin bhaalu mahaabal keesa.
dekhee raam sakal kapi sena. chiti krpa kari raajiv naina.
raam krpa bal pai kapinda. bhe pachchhajut manahun girinda.
harashi raam tab keenh payaana. sagun bhe sundar subh naana.
jaasu sakal mangalamay keetee. taasu payaan sagun yah neetee.
prabhu payaan jaana baideheen. pharaki baam ang janu kahi deheen.
joi joi sagun jaanakihi hoee. asagun bhayu raavanahi soee.
chala kataku ko baranain paara. garjahi baanar bhaalu apaara.
nakh aayudh giri paadapadhaaree. chale gagan mahi ichchhaachaaree.
keharinaad bhaalu kapi karaheen. dagamagaahin diggaj chikkaraheen.
Chhand
chikkarahin diggaj dol mahi giri lol saagar kharabhare.
man harash sabh gandharb sur muni naag kinnar dukh tare.
katakatahin markat bikat bhat bahu koti kotinh dhaavaheen.
jay raam prabal prataap kosalanaath gun gan gaavaheen.1.
sahi sak na bhaar udaar ahipati baar baarahin mohee.
gah dasan puni puni kamath prsht kathor so kimi sohee.
raghubeer ruchir prayaan prasthiti jaani param suhaavanee.
janu kamath kharpar sarparaaj so likhat abichal paavanee.2.
Doha ||35||
ehi bidhi jai krpaanidhi utare saagar teer.
jahan tahan laage khaan phal bhaalu bipul kapi beer.
Chaupai
Os ursos e os macacos muito poderosos inclinam a cabeça para os pés de lótus do Senhor e rugem. O Senhor Rama observou todo o exército dos macacos e, misericordiosamente, lançou seu olhar com seus olhos de lótus. Adquirindo o poder da graça de Rama, os melhores macacos parecem ter se tornado enormes montanhas com asas. Foi quando o Senhor Rama anunciou com alegria (avançou) com muitos presságios deliciosos e auspiciosos. É mais ético (uma norma convencional da lila do Senhor ou do jogo divino) que bons presságios devem ocorrer quando o Senhor cuja glória é abundante com auspiciosidade , vai em uma missão.
Janaki, a filha de Janaka, também podia sentir que o Senhor tinha marchado em frente. Seus membros superiores começaram a se contorcer e pareciam dizer (que Rama estava chegando). No entanto, o que quer que tenha sido bom para Janaki foi um mau presságio para Ravana.
Quem possivelmente pode descrever o exército quando ele marchava em frente? Incontáveis macacos e ursos estavam trovejando. Com as garras afiadas sendo suas únicas armas, os ursos-macacos que carregavam pedras e árvores arrancadas, avançavam como desejavam (sem restrições); alguns deles seguiam através do ar e alguns por terra. Eles rugiram muito como os leões.
(Com sua marcha e rugido), os elefantes que guardavam as oito direções cardinais da terra foram abalados e gritaram. (Elefantes míticos que apoiam o mundo na cosmologia hindu, supostamente para causar terremotos ao agitar seus corpos)
* De acordo com os presságios, o palpitar dos membros esquerdos é considerado auspicioso para as mulheres, mas desfavorável para os homens.
Chhand
Os elefantes dos oito pontos cardinais trombetearam, a terra balançava, as montanhas estremeceram (tremeram) e os oceanos choveram torrencialmente. Os gandharvas (menestréis celestiais) deidades, sábios, nagas e kinnars ficaram encantados no coração de que as suas tristezas estavam acabando agora. Vários milhões de terríveis guerreiros de macacos rangiam os dentes enquanto muitos milhões se lançavam em frente, gritando e bradando: “Salvas a Shri Ramchandraji, filho de Kaushalya, dotado de poderoso valor!” Eles adoravam as múltiplas virtudes do Senhor no processo.
Mesmo o nobre, (mais supremo e grande) Sheshnaag (a serpente que pacientemente carrega a terra em sua cabeça de acordo com a benção dada por Brahma) não pode suportar o peso das tropas. O Senhor das serpentes, não pode suportar o pesado peso das tropas trovejantes e é iludido sempre (está alarmado). Ele bloqueia repetidamente a casca dura da tartaruga com seus dentes.
Ao fazê-lo (penetrando seus dentes e traçando uma linha nas costas da tartaruga) Sheshnaag, o rei das serpentes, parecia estar convenientemente escrevendo a história eternamente sagrada do Senhor na parte de trás da tartaruga, sabendo que a jornada da partida de Rama é extremamente atraente.
Doha 35
Desta forma, o Senhor Rama, o tesouro da misericórdia, chegou à beira do mar e parou a jornada. Vários ursos e macacos valentes se divertiram com os frutos crescendo por todo o lugar.

चौपाई
उहाँ निसाचर रहहिं ससंका। जब ते जारि गयउ कपि लंका॥
निज निज गृहँ सब करहिं बिचारा। नहिं निसिचर कुल केर उबारा॥
जासु दूत बल बरनि न जाई। तेहि आएँ पुर कवन भलाई॥
दूतन्हि सन सुनि पुरजन बानी। मंदोदरी अधिक अकुलानी॥
रहसि जोरि कर पति पग लागी। बोली बचन नीति रस पागी॥
कंत करष हरि सन परिहरहू। मोर कहा अति हित हियँ धरहु॥
समुझत जासु दूत कइ करनी। स्त्रवहीं गर्भ रजनीचर धरनी॥
तासु नारि निज सचिव बोलाई। पठवहु कंत जो चहहु भलाई॥
तब कुल कमल बिपिन दुखदाई। सीता सीत निसा सम आई॥
सुनहु नाथ सीता बिनु दीन्हें। हित न तुम्हार संभु अज कीन्हें॥
दोहा
राम बान अहि गन सरिस निकर निसाचर भेक।
जब लगि ग्रसत न तब लगि जतनु करहु तजि टेक॥३६॥
Chaupaee
uhaan nisaachar rahahin sasanka. jab te jaari gayu kapi lanka.
nij nij grhan sab karahin bichaara. nahin nisichar kul ker ubaara.
jaasu doot bal barani na jaee. tehi aaen pur kavan bhalaee.
dootanhi san suni purajan baanee. mandodaree adhik akulaanee.
rahasi jori kar pati pag laagee. bolee bachan neeti ras paagee.
kant karash hari san pariharahoo. mor kaha ati hit hiyan dharahu.
samujhat jaasu doot kai karanee. stravaheen garbh rajaneechar dharanee.
taasu naari nij sachiv bolaee. pathavahu kant jo chahahu bhalaee.
tab kul kamal bipin dukhadaee. seeta seet nisa sam aaee.
sunahu naath seeta binu deenhen. hit na tumhaar sambhu aj keenhen.
Doha ||36||
raam baan ahi gan saris nikar nisaachar bhek.
jab lagi grasat na tab lagi jatanu karahu taji tek.
Chaupai
Desde que Hanuman partiu depois de queimar a cidade, os demônios que moravam em Lanka estavam constantemente aterrorizados. Eles refletiram em suas respectivas casas que agora não há proteção (recurso) para a raça dos demônios. Que bem Sua entrada na cidade traria (estaremos em condições miseráveis) quando o poder do seu enviado estiver além da descrição. Ao ouvir as apreensões dos cidadãos de suas espiãs, Mandodari (rainha principal de Ravana) estava muito angustiada.
Em reclusão, ela dobrou as mãos e caiu nos pés de seu marido (Ravana). Ela falou palavras que estavam impregnadas em normas éticas: “Oh, querido”! Pare de se opor ao Senhor Hari. Considerando minhas palavras serem extremamente benéficas, coloque-as em seu coração. Oh amado marido! No instante em que as façanhas de Seu mensageiro são lembradas, as esposas dos demônios abortam. Convide um de seus ministros caso queira seu bem-estar e envie de volta Sua consorte (de Rama) para ele. Sita chegou exatamente como a noite de geada para trazer desastre para sua raça de leitos de lótus.
Ouça cuidadosamente, oh Mestre, mesmo Shambu (Senhor Shiva) e Brahma (o criador) podem ser não bons para você, a menos que você devolva Sita.
Doha 36
As flechas de Rama são muito parecidas com serpentes abundando, enquanto as hordas de demônios são equivalentes a sapos. Pare de ser obstinado e encontre uma saída antes de serem devorados (engolidos) por eles.

चौपाई
श्रवन सुनी सठ ता करि बानी। बिहसा जगत बिदित अभिमानी॥
सभय सुभाउ नारि कर साचा। मंगल महुँ भय मन अति काचा॥
जौं आवइ मर्कट कटकाई। जिअहिं बिचारे निसिचर खाई॥
कंपहिं लोकप जाकी त्रासा। तासु नारि सभीत बड़ि हासा॥
अस कहि बिहसि ताहि उर लाई। चलेउ सभाँ ममता अधिकाई॥
मंदोदरी हृदयँ कर चिंता। भयउ कंत पर बिधि बिपरीता॥
बैठेउ सभाँ खबरि असि पाई। सिंधु पार सेना सब आई॥
बूझेसि सचिव उचित मत कहहू। ते सब हँसे मष्ट करि रहहू॥
जितेहु सुरासुर तब श्रम नाहीं। नर बानर केहि लेखे माही॥
दोहा
सचिव बैद गुर तीनि जौं प्रिय बोलहिं भय आस।
राज धर्म तन तीनि कर होइ बेगिहीं नास॥३७॥
Chaupaee
shravan sunee sath ta kari baanee. bihasa jagat bidit abhimaanee.
sabhay subhau naari kar saacha. mangal mahun bhay man ati kaacha.
jaun aavi markat katakaee. jiahin bichaare nisichar khaee.
kampahin lokap jaakee traasa. taasu naari sabheet badi haasa.
as kahi bihasi taahi ur laee. chaleu sabhaan mamata adhikaee.
mandodaree hrdayan kar chinta. bhayu kant par bidhi bipareeta.
baitheu sabhaan khabari asi paee. sindhu paar sena sab aaee.
boojhesi sachiv uchit mat kahahoo. te sab hanse masht kari rahahoo.
jitehu suraasur tab shram naaheen. nar baanar kehi lekhe maahee.
Doha ||37||
sachiv baid gur teeni jaun priy bolahin bhay aas.
raaj dharm tan teeni kar hoi begiheen naas.
Chaupai
O tolo Ravana, conhecido em todo o mundo por sua arrogância, gargalhou ao ouvir sua sugestão. “As mulheres são realmente ditas tímidas por natureza. Vocês estão assustados mesmo em uma ocasião auspiciosa. Sua mente (coração) é muito fraca (débil). No caso de as tropas de macacos chegarem, os pobres demônios se deleitarão com eles e manterão suas vidas. É ridículo que a esposa de uma pessoa de quem mesmo os lokpals (deidades que protegem uma região do universo) tremem e se assustam, devem ter medo.” Dizendo assim, Ravana riu e abraçou-a ao seu coração. Mostrando grande carinho, ele então partiu para a assembléia do conselho. Mandodari estava preocupada com o coração no Ser Supremo ter se voltado contra seu marido.
Assim que Ravana se sentou na assembléia, ele teve notícias de que todo o exército do inimigo tinha chegado no outro lado do oceano. Depois disso ele pediu a seus conselheiros para dar o conselho correto (quanto ao que deveria ser feito agora). Foi quando eles riram e disseram-lhe que ficasse de modo convencido/presunçosamente silencioso (qual é a necessidade de conselho sobre esse assunto?) “Sua alteza não experimentou fadiga quando triunfou sobre os deuses e os demônios. Então de que contam homens e macacos?”
Doha 37
Quando um ministro, médico e preceptor espiritual, assustado (de desagradar) e esperando uma recompensa, bajula e adula e não fala do que é benéfico, então o reino, o corpo e a religião são, consequentemente, arruinados, logo depois.

चौपाई
सोइ रावन कहुँ बनि सहाई। अस्तुति करहिं सुनाइ सुनाई॥
अवसर जानि बिभीषनु आवा। भ्राता चरन सीसु तेहिं नावा॥
पुनि सिरु नाइ बैठ निज आसन। बोला बचन पाइ अनुसासन॥
जौ कृपाल पूँछिहु मोहि बाता। मति अनुरुप कहउँ हित ताता॥
जो आपन चाहै कल्याना। सुजसु सुमति सुभ गति सुख नाना॥
सो परनारि लिलार गोसाईं। तजउ चउथि के चंद कि नाई॥
चौदह भुवन एक पति होई। भूतद्रोह तिष्टइ नहिं सोई॥
गुन सागर नागर नर जोऊ। अलप लोभ भल कहइ न कोऊ॥
दोहा
काम क्रोध मद लोभ सब नाथ नरक के पंथ।
सब परिहरि रघुबीरहि भजहु भजहिं जेहि संत॥३८॥
Chaupaee
soi raavan kahun bani sahaee. astuti karahin sunai sunaee.
avasar jaani bibheeshanu aava. bhraata charan seesu tehin naava.
puni siru nai baith nij aasan. bola bachan pai anusaasan.
jau krpaal poonchhihu mohi baata. mati anurup kahun hit taata.
jo aapan chaahai kalyaana. sujasu sumati subh gati sukh naana.
so paranaari lilaar gosaeen. taju chuthi ke chand ki naee.
chaudah bhuvan ek pati hoee. bhootadroh tishti nahin soee.
gun saagar naagar nar jooo. alap lobh bhal kahi na kooo.
Doha ||38||
kaam krodh mad lobh sab naath narak ke panth.
sab parihari raghubeerahi bhajahu bhajahin jehi sant.
Chaupai
A mesma contingência apresentou-se ante Ravana. Os ministros esbanjaram-lhe louvores no rosto. (Precisamente, então) sabendo que era uma oportunidade, veio Vibhishana e inclinou a cabeça para os pés do irmão mais velho. Inclinando a cabeça novamente, sentou-se em seu assento. E, ao ser ordenado para falar, falou estas palavras: “Oh, compassivo! Quando você pediu minha opinião, então meu querido irmão, eu falo do seu interesse de acordo com a minha sabedoria.
Oh mestre! O homem que deseja seu bem-estar, boa fama, bom senso, um destino auspicioso após sua morte e vários tipos de alegrias, deveria abandonar o destino da esposa de outro, assim como se descarta a lua na quarta noite (metade brilhante) de um mês lunar. (Assim como não se vê a lua na quarta noite, não se deve olhar o rosto da esposa de outro). Mesmo um homem que seja o único Senhor de catorze regiões cosmológicas (acima, abaixo e incluindo o mundo) não pode permanecer firmemente quando é hostil com os seres vivos (está arruinado). Ninguém fala alto de um homem com a menor ganância, mesmo que ele seja um oceano de virtudes e inteligente também.
Doha 38
Oh Senhor! Luxúria, raiva, intoxicação e avareza são todos caminhos que levam ao inferno. Despejando todos eles, adore o Senhor Ramachandra, que é adorado por homens sagrados (santos).

चौपाई
तात राम नहिं नर भूपाला। भुवनेस्वर कालहु कर काला॥
ब्रह्म अनामय अज भगवंता। ब्यापक अजित अनादि अनंता॥
गो द्विज धेनु देव हितकारी। कृपासिंधु मानुष तनुधारी॥
जन रंजन भंजन खल ब्राता। बेद धर्म रच्छक सुनु भ्राता॥
ताहि बयरु तजि नाइअ माथा। प्रनतारति भंजन रघुनाथा॥
देहु नाथ प्रभु कहुँ बैदेही। भजहु राम बिनु हेतु सनेही॥
सरन गएँ प्रभु ताहु न त्यागा। बिस्व द्रोह कृत अघ जेहि लागा॥
जासु नाम त्रय ताप नसावन। सोइ प्रभु प्रगट समुझु जियँ रावन॥
दोहा
बार बार पद लागउँ बिनय करउँ दससीस।
परिहरि मान मोह मद भजहु कोसलाधीस॥३९(क)॥
मुनि पुलस्ति निज सिष्य सन कहि पठई यह बात।
तुरत सो मैं प्रभु सन कही पाइ सुअवसरु तात॥३९(ख)॥
Chaupaee
taat raam nahin nar bhoopaala. bhuvanesvar kaalahu kar kaala.
brahm anaamay aj bhagavanta. byaapak ajit anaadi ananta.
go dvij dhenu dev hitakaaree. krpaasindhu maanush tanudhaaree.
jan ranjan bhanjan khal braata. bed dharm rachchhak sunu bhraata.
taahi bayaru taji nai maatha. pranataarati bhanjan raghunaatha.
dehu naath prabhu kahun baidehee. bhajahu raam binu hetu sanehee.
saran gaen prabhu taahu na tyaaga. bisv droh krt agh jehi laaga.
jaasu naam tray taap nasaavan. soi prabhu pragat samujhu jiyan raavan.
Doha ||39||
baar baar pad laagun binay karun dasasees.
parihari maan moh mad bhajahu kosalaadhees.39(ka).
muni pulasti nij sishy san kahi pathee yah baat.
turat so main prabhu san kahee pai suavasaru taat.39(kh).
Chaupai
Oh querido irmão! Lord Rama não é apenas um rei dos humanos. Ele é o Senhor do universo inteiro e kaal, o destino final da própria morte em si. Ele é o Deus que é o repositório da grandeza absoluta, da fama, da prosperidade, da religião, da renúncia e do conhecimento. Estando além de maya, Rama é o Brahma não nascido, todo-penetrante, invencível e absoluto (o espírito todo penetrante do universo) sem um começo ou fim. Deus que é um oceano de compaixão assumiu a forma de um ser humano para provocar o bem-estar da terra, brâmanes, vacas e deuses. Ouça, oh irmão!
Ele deleita seus devotos, destrói as facções dos ímpios e é um protetor dos Vedas juntamente com a religião. Descartando a inimizade, incline sua cabeça para ele. O mesmo Senhor dos Raghus livra das tristezas aqueles que procuram refúgio nele. Oh, mestre! Devolva a Janaki do Senhor (Ser Supremo) e adore Aquele que nos ama, sem nenhum interesse próprio Dele. Ao procurar refúgio, o Senhor nem sequer abandona aquele que cometeu o pecado de abrigar sentimentos doentios para todo o mundo. Oh Ravana, compreenda esse fato em seu coração para o Senhor cujo nome destrói o triplo sofrimento e encarnou como um ser humano.
Doha 39
Oh, aquele de dez cabeças! Eu imploro e repetidamente caio a seus pés para que abandonando o orgulho, a paixão e a intoxicação, você adore Rama, o Senhor de Kosala. O sábio Pulastya (nosso avô) enviou esta mensagem através de seu discípulo. Oh irmão, encontrando uma oportunidade de ouro eu imediatamente transmiti essa verdade para você.

चौपाई
माल्यवंत अति सचिव सयाना। तासु बचन सुनि अति सुख माना॥
तात अनुज तव नीति बिभूषन। सो उर धरहु जो कहत बिभीषन॥
रिपु उतकरष कहत सठ दोऊ। दूरि न करहु इहाँ हइ कोऊ॥
माल्यवंत गृह गयउ बहोरी। कहइ बिभीषनु पुनि कर जोरी॥
सुमति कुमति सब कें उर रहहीं। नाथ पुरान निगम अस कहहीं॥
जहाँ सुमति तहँ संपति नाना। जहाँ कुमति तहँ बिपति निदाना॥
तव उर कुमति बसी बिपरीता। हित अनहित मानहु रिपु प्रीता॥
कालराति निसिचर कुल केरी। तेहि सीता पर प्रीति घनेरी॥
दोहा
तात चरन गहि मागउँ राखहु मोर दुलार।
सीत देहु राम कहुँ अहित न होइ तुम्हार॥४०॥
Chaupaee
maalyavant ati sachiv sayaana. taasu bachan suni ati sukh maana.
taat anuj tav neeti bibhooshan. so ur dharahu jo kahat bibheeshan.
ripu utakarash kahat sath dooo. doori na karahu ihaan hai kooo.
maalyavant grh gayu bahoree. kahi bibheeshanu puni kar joree.
sumati kumati sab ken ur rahaheen. naath puraan nigam as kahaheen.
jahaan sumati tahan sampati naana. jahaan kumati tahan bipati nidaana.
tav ur kumati basee bipareeta. hit anahit maanahu ripu preeta.
kaalaraati nisichar kul keree. tehi seeta par preeti ghaneree.
Doha ||40||
taat charan gahi maagun raakhahu mor dulaar.
seet dehu raam kahun ahit na hoi tumhaar.
Chaupai
Råvana tinha um ministro muito sábio com o nome de Malyavan. Ele ficou muito grato ao ouvir as palavras de Vibhishana (e disse): “Oh, meu filho! Seu irmão mais novo é um ornamento de sabedoria política (é muito discreto). Por isso, tome nota de tudo o que Vibhisana diz. (Ravana se enfureceu)” Ambos esses tolos estão ocupados glorificando o inimigo. Há alguém aqui? Mova-os para fora da minha vista! “A seguir Malyavan voltou para casa, mas Vibhishana suplicou novamente com as mãos dobradas.
Oh senhor! Os Puranas e os Vedas proclamam que o bom senso e loucura habitam no coração de todos. Vários tipos de prosperidade (estado de alegria) reinam onde há sabedoria e infortúnio (tristeza), é inevitável onde há maldade. Pensamentos perversos estão morando em seu coração e é por isso que você está considerando que é bom para você como prejudicial e seus inimigos como amigos.
Assim, você se tornou muito apaixonado por Sita, que pode ser equiparada a *kaalratri (noite de destruição) para a raça dos demônios.
* Kaalratri significa a noite anterior à destruição do universo no final de um kalpa (intervalo de tempo da vida do universo).
Doha 40
Oh querido irmão! Agarrando seus pés, imploro a você que conceda esse sinal de carinho (aceita amorosamente a insistência dessa criança). Devolva Sita a Rama para que não lhe aconteça nenhum dano.

चौपाई
बुध पुरान श्रुति संमत बानी। कही बिभीषन नीति बखानी॥
सुनत दसानन उठा रिसाई। खल तोहि निकट मुत्यु अब आई॥
जिअसि सदा सठ मोर जिआवा। रिपु कर पच्छ मूढ़ तोहि भावा॥
कहसि न खल अस को जग माहीं। भुज बल जाहि जिता मैं नाही॥
मम पुर बसि तपसिन्ह पर प्रीती। सठ मिलु जाइ तिन्हहि कहु नीती॥
अस कहि कीन्हेसि चरन प्रहारा। अनुज गहे पद बारहिं बारा॥
उमा संत कइ इहइ बड़ाई। मंद करत जो करइ भलाई॥
तुम्ह पितु सरिस भलेहिं मोहि मारा। रामु भजें हित नाथ तुम्हारा॥
सचिव संग लै नभ पथ गयऊ। सबहि सुनाइ कहत अस भयऊ॥
दोहा
रामु सत्यसंकल्प प्रभु सभा कालबस तोरि।
मै रघुबीर सरन अब जाउँ देहु जनि खोरि॥४१॥
Chaupaee
budh puraan shruti sammat baanee. kahee bibheeshan neeti bakhaanee.
sunat dasaanan utha risaee. khal tohi nikat mutyu ab aaee.
jiasi sada sath mor jiaava. ripu kar pachchh moodh tohi bhaava.
kahasi na khal as ko jag maaheen. bhuj bal jaahi jita main naahee.
mam pur basi tapasinh par preetee. sath milu jai tinhahi kahu neetee.
as kahi keenhesi charan prahaara. anuj gahe pad baarahin baara.
uma sant kai ihi badaee. mand karat jo kari bhalaee.
tumh pitu saris bhalehin mohi maara. raamu bhajen hit naath tumhaara.
sachiv sang lai nabh path gayoo. sabahi sunai kahat as bhayoo.
Doha ||41||
raamu satyasankalp prabhu sabha kaalabas tori.
mai raghubeer saran ab jaun dehu jani khori.
Chaupai
Vibhishana falou da sabedoria política exposta por brâmanes instruídos, Puranas e Vedas. Entretanto Ravana se ergueu em fúria assim que ele ouviu falar deles e se encolerizou: “Oh miserável! A morte está pairando em sua volta agora. Você sempre viveu da minha generosidade, mas é tolo que você é, você sempre apoiou a causa do inimigo. Diga-me, oh miserável, quem é neste mundo que não venci com o poder dos meus braços? Vivendo na minha cidade, você tem amor por ascetas.Tolo! Vá e junte as mãos com o seu grupo e explique a sabedoria política para eles. “Dizendo assim, Ravana chutou seu irmão mais novo. Mas (mesmo sendo atingido), Vibhishana, pegou seus pés várias vezes novamente.
(Shiva continua dizendo) “Oh Umå! Esta é a grandeza (glória) de um santo que faz o bem à pessoa que é mesmo malvada para ele. (Respondeu Vibhishana) “Você fez bem em bater-me porque você é como meu pai. Mas meu Senhor! Seu bem-estar reside em adorar o Senhor Rama. “Expressando-se assim, Vibhishana levou seus ministros e saiu pelo caminho do ar, fazendo-se ouvir por tudo o que ele disse.
Doha 41
“O Senhor Rama é fiel à sua palavra e (o competente) Deus, ao passo que sua assembléia de conselheiros está nas garras da morte, Oh Ravana! Portanto, eu vou procurar refúgio aos pés do Senhor Raghuvir. Não me culpe.

चौपाई
अस कहि चला बिभीषनु जबहीं। आयूहीन भए सब तबहीं॥
साधु अवग्या तुरत भवानी। कर कल्यान अखिल कै हानी॥
रावन जबहिं बिभीषन त्यागा। भयउ बिभव बिनु तबहिं अभागा॥
चलेउ हरषि रघुनायक पाहीं। करत मनोरथ बहु मन माहीं॥
देखिहउँ जाइ चरन जलजाता। अरुन मृदुल सेवक सुखदाता॥
जे पद परसि तरी रिषिनारी। दंडक कानन पावनकारी॥
जे पद जनकसुताँ उर लाए। कपट कुरंग संग धर धाए॥
हर उर सर सरोज पद जेई। अहोभाग्य मै देखिहउँ तेई॥
दोहा
जिन्ह पायन्ह के पादुकन्हि भरतु रहे मन लाइ।
ते पद आजु बिलोकिहउँ इन्ह नयनन्हि अब जाइ॥४२॥
Chaupaee
as kahi chala bibheeshanu jabaheen. aayooheen bhe sab tabaheen.
saadhu avagya turat bhavaanee. kar kalyaan akhil kai haanee.
raavan jabahin bibheeshan tyaaga. bhayu bibhav binu tabahin abhaaga.
chaleu harashi raghunaayak paaheen. karat manorath bahu man maaheen.
dekhihun jai charan jalajaata. arun mrdul sevak sukhadaata.
je pad parasi taree rishinaaree. dandak kaanan paavanakaaree.
je pad janakasutaan ur lae. kapat kurang sang dhar dhae.
har ur sar saroj pad jeee. ahobhaagy mai dekhihun teee.
Doha ||42||
jinh paayanh ke paadukanhi bharatu rahe man lai.
te pad aaju bilokihun inh nayananhi ab jai.
Chaupai
Assim que Vibhishana partiu depois de dizer estas palavras, todos os demônios estavam condenados com certeza (sua morte era certa). (Lord Shiva diz) “Oh Bhavani! Insultar um santo danifica instantaneamente a boa fortuna. O instante Ravana abandonou Vibhishana, o infeliz perdeu toda a sua grandeza. Acalentando vários desejos em seu coração, Vibhishana se dirigiu felizmente para o Senhor dos Raghus. (Ele continuou pensando) “Eu vou ver os lindos e vermelhos pés de lótus dos lótus do Senhor ao chegar lá; que concedem alegrias aos devotos.
Por meramente tocar esses pés, Ahalya, a esposa do sábio foi salva (Gautama, seu marido, lhe concedeu a bênção de que ela seria trazida de volta à forma humana pelo toque dos pés de Lord Rama e se reuniria com ele.) e aquele que purificou a floresta de Dandaka (matando os rakshasas). Os pés que Janaki postou em seu coração, que perseguiram o falso cervo nesta terra e aqueles pés de lótus que realmente habitam no lago do coração de Shiva. Eu sou muito afortunado de ver esses mesmos pés hoje.
Doha 42
Ah, esses padukas em quem a mente de Bharata está impregnada! Indo agora, eu vou ver esses mesmos pés por esses meus olhos hoje”.

चौपाई
एहि बिधि करत सप्रेम बिचारा। आयउ सपदि सिंधु एहिं पारा॥
कपिन्ह बिभीषनु आवत देखा। जाना कोउ रिपु दूत बिसेषा॥
ताहि राखि कपीस पहिं आए। समाचार सब ताहि सुनाए॥
कह सुग्रीव सुनहु रघुराई। आवा मिलन दसानन भाई॥
कह प्रभु सखा बूझिऐ काहा। कहइ कपीस सुनहु नरनाहा॥
जानि न जाइ निसाचर माया। कामरूप केहि कारन आया॥
भेद हमार लेन सठ आवा। राखिअ बाँधि मोहि अस भावा॥
सखा नीति तुम्ह नीकि बिचारी। मम पन सरनागत भयहारी॥
सुनि प्रभु बचन हरष हनुमाना। सरनागत बच्छल भगवाना॥
दोहा
सरनागत कहुँ जे तजहिं निज अनहित अनुमानि।
ते नर पावँर पापमय तिन्हहि बिलोकत हानि॥४३॥
Chaupaee
ehi bidhi karat saprem bichaara. aayu sapadi sindhu ehin paara.
kapinh bibheeshanu aavat dekha. jaana kou ripu doot bisesha.
taahi raakhi kapees pahin aae. samaachaar sab taahi sunae.
kah sugreev sunahu raghuraee. aava milan dasaanan bhaee.
kah prabhu sakha boojhiai kaaha. kahi kapees sunahu naranaaha.
jaani na jai nisaachar maaya. kaamaroop kehi kaaran aaya.
bhed hamaar len sath aava. raakhi baandhi mohi as bhaava.
sakha neeti tumh neeki bichaaree. mam pan saranaagat bhayahaaree.
suni prabhu bachan harash hanumaana. saranaagat bachchhal bhagavaana.
Doha ||43||
saranaagat kahun je tajahin nij anahit anumaani.
te nar paavanr paapamay tinhahi bilokat haani.
Chaupai
Agarrado a tais pensamentos amorosos dessa maneira, Vibhishana cruzou instantaneamente para o outro lado do oceano (onde o Senhor Rama tinha acampado com o seu exército). Quando os macacos viram Vibhisana, eles assumiram que ele era um enviado especial do inimigo. Parando-o (na entrada guardada) vieram a Sugriva e relataram as últimas notícias para ele.
(Aproximando-se do Senhor Rama, Sugriva disse) “Ouça, oh Senhor dos Raghus! O irmão de Ravana veio vê-lo. O Senhor Rama, no entanto, perguntou:” Como você avalia o assunto, oh amigo? (Qual é a sua opinião?) Sugriva, o senhor dos macacos, respondeu: “Ouça, sua majestade! O Maya dos demônios, seus poderes mágicos de ilusão, não podem ser entendidos. Não se sabe por que razão esse (ser enganador) que pode mudar sua forma à vontade, chegou. Parece que esse idiota veio roubar nossos segredos. Portanto, prendê-lo é o que me atrai.
(O Senhor Rama respondeu) “Você pensou em um rumo de ação sábio, meu amigo! Mas minha firme determinação é dissipar os medos daqueles que buscam refúgio em Mim.” Hanuman ficou enlevado por ouvir as palavras do Senhor (e murmurou em sua mente) “Quão paternalmente afetuoso é o Senhor para aqueles que procuram Sua proteção!” (muito parecido com um pai, Ele ama aqueles que vêm a Seu abrigo)
Doha 43
(Daí o Senhor Rama afirmou) “Aqueles que abandonam uma pessoa que busca seu abrigo assumindo que ele será prejudicial, são maus (shudra) e pecaminosos. É prejudicial mesmo olhar para eles”.

चौपाई
कोटि बिप्र बध लागहिं जाहू। आएँ सरन तजउँ नहिं ताहू॥
सनमुख होइ जीव मोहि जबहीं। जन्म कोटि अघ नासहिं तबहीं॥
पापवंत कर सहज सुभाऊ। भजनु मोर तेहि भाव न काऊ॥
जौं पै दुष्टहदय सोइ होई। मोरें सनमुख आव कि सोई॥
निर्मल मन जन सो मोहि पावा। मोहि कपट छल छिद्र न भावा॥
भेद लेन पठवा दससीसा। तबहुँ न कछु भय हानि कपीसा॥
जग महुँ सखा निसाचर जेते। लछिमनु हनइ निमिष महुँ तेते॥
जौं सभीत आवा सरनाई। रखिहउँ ताहि प्रान की नाई॥
दोहा
उभय भाँति तेहि आनहु हँसि कह कृपानिकेत।
जय कृपाल कहि चले अंगद हनू समेत॥४४॥
Chaupaee
koti bipr badh laagahin jaahoo. aaen saran tajun nahin taahoo.
sanamukh hoi jeev mohi jabaheen. janm koti agh naasahin tabaheen.
paapavant kar sahaj subhaoo. bhajanu mor tehi bhaav na kaoo.
jaun pai dushtahaday soi hoee. moren sanamukh aav ki soee.
nirmal man jan so mohi paava. mohi kapat chhal chhidr na bhaava.
bhed len pathava dasaseesa. tabahun na kachhu bhay haani kapeesa.
jag mahun sakha nisaachar jete. lachhimanu hani nimish mahun tete.
jaun sabheet aava saranaee. rakhihun taahi praan kee naee.
Doha ||44||
ubhay bhaanti tehi aanahu hansi kah krpaaniket.
jay krpaal kahi chale angad hanoo samet.
Chaupai
Eu não abandono a pessoa que foi acusada de assassinar milhões de brâmanes, quando ele busca refúgio em Mim. O instante em que um ser vivo me encara os pecados que ele cometeu no passado, milhões de vidas são destruídas. É a natureza instintiva de um pecador ser avesso à minha adoração. No caso dele (o irmão de Ravana) ter sido certamente perverso de coração, ele poderia se atrever a vir na Minha frente? Somente a pessoa que tem a mente pura pode me alcançar. Não posso tolerar a menor hipocrisia e fraude.
Oh Sugriva! Não temos nada a temer ou perder, mesmo que Ravana tenha enviado Vibhishana para descobrir nossos segredos. Porque, amigo! Lakshmana, pode matar todos os demônios que habitam este mundo em um segundo. E se ele procurou o Meu abrigo por medo, eu o guardarei afetuosamente como minha própria vida. E se ele procurou abrigo em Mim fora do medo, eu o protegerei como a Minha própria vida.
Doha 44
O Senhor Rama, a morada da misericórdia, riu e disse: “Leve-o aqui em ambos os casos. Foi quando Sugriva junto com Angada e Hanuman exultaram:” Glória ao Senhor misericordioso! “E sairam.

चौपाई
सादर तेहि आगें करि बानर। चले जहाँ रघुपति करुनाकर॥
दूरिहि ते देखे द्वौ भ्राता। नयनानंद दान के दाता॥
बहुरि राम छबिधाम बिलोकी। रहेउ ठटुकि एकटक पल रोकी॥
भुज प्रलंब कंजारुन लोचन। स्यामल गात प्रनत भय मोचन॥
सिंघ कंध आयत उर सोहा। आनन अमित मदन मन मोहा॥
नयन नीर पुलकित अति गाता। मन धरि धीर कही मृदु बाता॥
नाथ दसानन कर मैं भ्राता। निसिचर बंस जनम सुरत्राता॥
सहज पापप्रिय तामस देहा। जथा उलूकहि तम पर नेहा॥
दोहा
श्रवन सुजसु सुनि आयउँ प्रभु भंजन भव भीर।
त्राहि त्राहि आरति हरन सरन सुखद रघुबीर॥४५॥
Chaupaee
saadar tehi aagen kari baanar. chale jahaan raghupati karunaakar.
doorihi te dekhe dvau bhraata. nayanaanand daan ke daata.
bahuri raam chhabidhaam bilokee. raheu thatuki ekatak pal rokee.
bhuj pralamb kanjaarun lochan. syaamal gaat pranat bhay mochan.
singh kandh aayat ur soha. aanan amit madan man moha.
nayan neer pulakit ati gaata. man dhari dheer kahee mrdu baata.
naath dasaanan kar main bhraata. nisichar bans janam suratraata.
sahaj paapapriy taamas deha. jatha ulookahi tam par neha.
Doha ||45||
shravan sujasu suni aayun prabhu bhanjan bhav bheer.
traahi traahi aarati haran saran sukhad raghubeer.
Chaupai
Respeitosamente posicionando Vibhishana na frente, os macacos prosseguiram de novo para onde o Senhor dos Raghus, todo compassivo, estava. Vibhishana avistou os dois irmãos que eram deleitosos para os olhos (dando felicidade) de uma distância. Logo depois, viu o Senhor Rama, o Morada de beleza graciosa. Fascinado, parou de piscar e olhou fixamente para o Senhor.
O Ser Supremo tinha braços excepcionalmente longos, olhos parecidos com os lótus vermelhos e tinha um corpo de cor escura para destruir o medo dos refugiados. Seus ombros eram como de leão e ele tinha um amplo peito que exalava um grande encanto. Ele tinha um rosto que poderia apaixonar incontáveis Kamdevs (Cupido, Deus do amor)
Vendo o svarupa de Deus, as lágrimas de amor inundaram os olhos de Vibhishana e seu corpo estava em êxtase. Depois de reunir coragem, ele falou palavras gentis: “Ó Senhor! Eu sou o irmão do Ravana de dez cabeças. Ó protetor dos deuses, eu nasci na raça dos demônios! Eu tenho um corpo caracterizado pela característica de tamas (malevolência e ignorância) e tenho um gosto natural pelos pecados assim como uma coruja gosta da escuridão”.
Doha 45
“Eu tenho vindo ouvindo o seu grande renome com meus próprios ouvidos, que Você, meu Senhor, é o aniquilador do medo do renascimento (ciclo de nascimento e morte) neste mundo. Me salve, me salve! Oh, Herói dos Raghus , que dissipa as dores dos angustiados e concede prazer aos que se refugiam em você!“

चौपाई
अस कहि करत दंडवत देखा। तुरत उठे प्रभु हरष बिसेषा॥
दीन बचन सुनि प्रभु मन भावा। भुज बिसाल गहि हृदयँ लगावा॥
अनुज सहित मिलि ढिग बैठारी। बोले बचन भगत भयहारी॥
कहु लंकेस सहित परिवारा। कुसल कुठाहर बास तुम्हारा॥
खल मंडलीं बसहु दिनु राती। सखा धरम निबहइ केहि भाँती॥
मैं जानउँ तुम्हारि सब रीती। अति नय निपुन न भाव अनीती॥
बरु भल बास नरक कर ताता। दुष्ट संग जनि देइ बिधाता॥
अब पद देखि कुसल रघुराया। जौं तुम्ह कीन्ह जानि जन दाया॥
दोहा
तब लगि कुसल न जीव कहुँ सपनेहुँ मन बिश्राम।
जब लगि भजत न राम कहुँ सोक धाम तजि काम॥४६॥
Chaupaee
as kahi karat dandavat dekha. turat uthe prabhu harash bisesha.
deen bachan suni prabhu man bhaava. bhuj bisaal gahi hrdayan lagaava.
anuj sahit mili dhig baithaaree. bole bachan bhagat bhayahaaree.
kahu lankes sahit parivaara. kusal kuthaahar baas tumhaara.
khal mandaleen basahu dinu raatee. sakha dharam nibahi kehi bhaantee.
main jaanun tumhaari sab reetee. ati nay nipun na bhaav aneetee.
baru bhal baas narak kar taata. dusht sang jani dei bidhaata.
ab pad dekhi kusal raghuraaya. jaun tumh keenh jaani jan daaya.
Doha ||46||
tab lagi kusal na jeev kahun sapanehun man bishraam.
jab lagi bhajat na raam kahun sok dhaam taji kaam.
Chaupai
Quando o Senhor o viu prostrando depois de pronunciar estas palavras, Ele se levantou alegremente num instante. O Senhor ficou muito satisfeito por ouvir as humildes palavras de Vibhishana. Segurando-o com os longos braços, Ele abraçou-o ao seu coração. Encontrando-o junto com Lakshmana, seu irmão mais novo, e fazendo-o sentar ao seu lado, o Senhor Rama falou palavras que dissiparam o medo de Seus devotos.
“Diga-me, Oh Lankesh, se tudo estiver bem com você e sua família uma vez que você reside em um ambiente tão vicioso. Dia após dia você vive entre facções de pessoas más. (Em tal estado) Meu amigo, como você gerencia suas obrigações religiosas? Eu sei muito bem de todos os seus caminhos (conduta virtuosa). Você é extremamente adepto da ética e não aprova injustiças. Oh, querido, é muito melhor viver no inferno mas o Criador nunca nos dá companhia dos ímpios!”
(Vibhishana esclareceu) “Oh, Senhor dos Raghus! Estou bem agora depois de ter tido darshan (visão) de seus pés. Você teve misericórdia de mim ao saber que eu sou seu servo. ”
Doha 46
“Não pode haver felicidade para um ser vivo e nem sua mente pode estar em paz, mesmo em seus sonhos, a menos que ele renuncie à luxúria (prazer sensual), que é a morada da tristeza, e adore o Senhor Rama”.

चौपाई
तब लगि हृदयँ बसत खल नाना। लोभ मोह मच्छर मद माना॥
जब लगि उर न बसत रघुनाथा। धरें चाप सायक कटि भाथा॥
ममता तरुन तमी अँधिआरी। राग द्वेष उलूक सुखकारी॥
तब लगि बसति जीव मन माहीं। जब लगि प्रभु प्रताप रबि नाहीं॥
अब मैं कुसल मिटे भय भारे। देखि राम पद कमल तुम्हारे॥
तुम्ह कृपाल जा पर अनुकूला। ताहि न ब्याप त्रिबिध भव सूला॥
मैं निसिचर अति अधम सुभाऊ। सुभ आचरनु कीन्ह नहिं काऊ॥
जासु रूप मुनि ध्यान न आवा। तेहिं प्रभु हरषि हृदयँ मोहि लावा॥
दोहा
अहोभाग्य मम अमित अति राम कृपा सुख पुंज।
देखेउँ नयन बिरंचि सिब सेब्य जुगल पद कंज॥४७॥
Chaupaee
tab lagi hrdayan basat khal naana. lobh moh machchhar mad maana.
jab lagi ur na basat raghunaatha. dharen chaap saayak kati bhaatha.
mamata tarun tamee andhiaaree. raag dvesh ulook sukhakaaree.
tab lagi basati jeev man maaheen. jab lagi prabhu prataap rabi naaheen.
ab main kusal mite bhay bhaare. dekhi raam pad kamal tumhaare.
tumh krpaal ja par anukoola. taahi na byaap tribidh bhav soola.
main nisichar ati adham subhaoo. subh aacharanu keenh nahin kaoo.
jaasu roop muni dhyaan na aava. tehin prabhu harashi hrdayan mohi laava.
Doha ||47||
ahobhaagy mam amit ati raam krpa sukh punj.
dekheun nayan biranchi sib seby jugal pad kanj.
Chaupai
“A ganância, a paixão, a inveja, a intoxicação, o orgulho e vários outros vícios podem residir em nosso coração, quando o Senhor dos Raghus não habita lá, carregando um arco e flecha junto com uma aljava presa em Sua cintura. O acessório é exatamente como um piche de noite escura, que transmite alegria às corujas do amor e do ódio. Ela (a noite do apego) permanece no coração de um ser vivo até o sol de Sua glória não se elevar lá”.
“Tendo tido o darshan de seus pés de lótus, oh Senhor Rama, estou bem agora e meus graves receios desapareceram. Oh misericordioso! Os três tipos de torturas mundanas (espirituais, ocorrendo por acaso e materialistas) não têm nenhum efeito sobre aquele que desfruta do seu favor, ó Senhor misericordioso! Eu sou o mais perverso dos demônios e nunca fiz uma boa ação. Aquele cuja forma não pode vir à mente mesmp dos sábios, ficando satisfeito pelo fato de o Senhor me ter abraçado ao próprio coração”.
Doha 47
“Oh Senhor Rama, o repositório de misericórdia e bem-aventurança! Eu sou extremamente afortunado por ter visto o par de pés de lótus adulados por Brahma e Shiva também”.

चौपाई
सुनहु सखा निज कहउँ सुभाऊ। जान भुसुंडि संभु गिरिजाऊ॥
जौं नर होइ चराचर द्रोही। आवे सभय सरन तकि मोही॥
तजि मद मोह कपट छल नाना। करउँ सद्य तेहि साधु समाना॥
जननी जनक बंधु सुत दारा। तनु धनु भवन सुह्रद परिवारा॥
सब कै ममता ताग बटोरी। मम पद मनहि बाँध बरि डोरी॥
समदरसी इच्छा कछु नाहीं। हरष सोक भय नहिं मन माहीं॥
अस सज्जन मम उर बस कैसें। लोभी हृदयँ बसइ धनु जैसें॥
तुम्ह सारिखे संत प्रिय मोरें। धरउँ देह नहिं आन निहोरें॥
दोहा
सगुन उपासक परहित निरत नीति दृढ़ नेम।
ते नर प्रान समान मम जिन्ह कें द्विज पद प्रेम॥४८॥
Chaupaee
sunahu sakha nij kahun subhaoo. jaan bhusundi sambhu girijaoo.
jaun nar hoi charaachar drohee. aave sabhay saran taki mohee.
taji mad moh kapat chhal naana. karun sady tehi saadhu samaana.
jananee janak bandhu sut daara. tanu dhanu bhavan suhrad parivaara.
sab kai mamata taag batoree. mam pad manahi baandh bari doree.
samadarasee ichchha kachhu naaheen. harash sok bhay nahin man maaheen.
as sajjan mam ur bas kaisen. lobhee hrdayan basi dhanu jaisen.
tumh saarikhe sant priy moren. dharun deh nahin aan nihoren.
Doha ||48||
sagun upaasak parahit nirat neeti drdh nem.
te nar praan samaan mam jinh ken dvij pad prem.
Chaupai
(O Senhor Rama disse) “Ouça, meu amigo! Eu vou revelar minha natureza que é conhecida por Lord Shiva e Parvati, bem como Kak Bhushundi. Mesmo que qualquer homem que tenha sido absolutamente hostil a todo o mundo animado e inanimado, está aterrorizado e vem buscar minha proteção depois de ter descartado a intoxicação e a paixão, e outros atos enganadores, eu rapidamente o deixo muito como um santo.
Reunindo os fios de afeição que ligam um homem à sua mãe, pai, irmão, filho, esposa, corpo, riqueza, casa, amigos e família e torcendo-o em uma corda, quando ele une sua mente ao meu pé através deste ato (me faz o ponto central de todas as relações pessoais neste mundo mundano); aquele que é imparcial, não tem nenhum desejo e cuja mente está despojada da alegria, do sofrimento e do medo. Tal pessoa tão nobre habita em Meu coração assim como a riqueza permanece no coração de uma pessoa gananciosa. Somente os santos de seu tipo são caros para mim. Eu não encarno por causa de obrigar (ser grato a) qualquer outra pessoa.
Doha 48
Aqueles que são devotos adorando meu virtuoso (forma encarnada), estão ocupados trabalhando para o bem dos outros, seguem firmemente a ética e as normas convencionais, e aqueles que adoram os pés dos brâmanes, são caros para mim como a Minha própria vida.

चौपाई
सुनु लंकेस सकल गुन तोरें। तातें तुम्ह अतिसय प्रिय मोरें॥
राम बचन सुनि बानर जूथा। सकल कहहिं जय कृपा बरूथा॥
सुनत बिभीषनु प्रभु कै बानी। नहिं अघात श्रवनामृत जानी॥
पद अंबुज गहि बारहिं बारा। हृदयँ समात न प्रेमु अपारा॥
सुनहु देव सचराचर स्वामी। प्रनतपाल उर अंतरजामी॥
उर कछु प्रथम बासना रही। प्रभु पद प्रीति सरित सो बही॥
अब कृपाल निज भगति पावनी। देहु सदा सिव मन भावनी॥
एवमस्तु कहि प्रभु रनधीरा। मागा तुरत सिंधु कर नीरा॥
जदपि सखा तव इच्छा नाहीं। मोर दरसु अमोघ जग माहीं॥
अस कहि राम तिलक तेहि सारा। सुमन बृष्टि नभ भई अपारा॥
दोहा
रावन क्रोध अनल निज स्वास समीर प्रचंड।
जरत बिभीषनु राखेउ दीन्हेहु राजु अखंड॥४९(क)॥
जो संपति सिव रावनहि दीन्हि दिएँ दस माथ।
सोइ संपदा बिभीषनहि सकुचि दीन्ह रघुनाथ॥४९(ख)॥
Chaupaee
sunu lankes sakal gun toren. taaten tumh atisay priy moren.
raam bachan suni baanar jootha. sakal kahahin jay krpa barootha.
sunat bibheeshanu prabhu kai baanee. nahin aghaat shravanaamrt jaanee.
pad ambuj gahi baarahin baara. hrdayan samaat na premu apaara.
sunahu dev sacharaachar svaamee. pranatapaal ur antarajaamee.
ur kachhu pratham baasana rahee. prabhu pad preeti sarit so bahee.
ab krpaal nij bhagati paavanee. dehu sada siv man bhaavanee.
evamastu kahi prabhu ranadheera. maaga turat sindhu kar neera.
jadapi sakha tav ichchha naaheen. mor darasu amogh jag maaheen.
as kahi raam tilak tehi saara. suman brshti nabh bhee apaara.
Doha ||49||
raavan krodh anal nij svaas sameer prachand.
jarat bibheeshanu raakheu deenhehu raaju akhand.49(ka).
jo sampati siv raavanahi deenhi dien das maath.
soi sampada bibheeshanahi sakuchi deenh raghunaath.49(kh).
Chaupai
Oh, rei da Lanka! Você tem todas as virtudes acima mencionadas dentro de você, pelo que você é extremamente estimado para mim. Ao ouvir as palavras do Senhor Rama, todas as facções de macacos que haviam se reunido exultaram: “Glória ao Senhor Rama, o tesouro da misericórdia!” Vibhishana ouviu o discurso do Senhor Rama e avaliando que era néctar para seus ouvidos, não estava satisfeito. Ele continuou nos pés de lótus do Senhor Rama várias vezes, tendo um intenso amor por Ele, que não poderia estar contido em seu coração.
(Vibhishana disse) “Oh Deus! Governante do universo animado e inanimado. Oh, protetor dos refugiados e conhecedor do que existe nos corações de todos! Escute, tive uma paixão aninhada no meu coração mais cedo, que foi lavada pelo rio de amor pelos pés do Senhor. A partir de agora, ó Senhor compassivo, conceda-me a sua devoção religiosa sem igual que é para sempre apreciada pela mente de Shiva “.
Afirmando: “Assim será!” O Senhor Rama, que era bravo na batalha, perguntou instantaneamente pelas águas do mar. (E prosseguiu dizendo) “Oh, amigo! Embora você não tenha nenhum desejo, mas ter meu darshan (visão) neste mundo faz fruição (não fica sem recompensas) sem falhas”. Dizendo assim, o Senhor Rama fez a marca sectária (de investidura) em sua testa. E chuveiros de flores choveram do céu em abundância.
Doha 49
Por isso, o Senhor Rama salvou Vibhishana de ser queimado pelo fogo da fúria de Ravana, que estava sendo enflamado pelo vento do sopro de Vibhishana (palavras) e lhe deu soberania absoluta. Muito hesitantemente, o Senhor dos Raghus deu a Vibhishana a mesma riqueza que o Senhor Shiva havia concedido em Ravana quando ele ofereceu em sacrifício suas dez cabeças para Ele.

चौपाई
अस प्रभु छाड़ि भजहिं जे आना। ते नर पसु बिनु पूँछ बिषाना॥
निज जन जानि ताहि अपनावा। प्रभु सुभाव कपि कुल मन भावा॥
पुनि सर्बग्य सर्ब उर बासी। सर्बरूप सब रहित उदासी॥
बोले बचन नीति प्रतिपालक। कारन मनुज दनुज कुल घालक॥
सुनु कपीस लंकापति बीरा। केहि बिधि तरिअ जलधि गंभीरा॥
संकुल मकर उरग झष जाती। अति अगाध दुस्तर सब भाँती॥
कह लंकेस सुनहु रघुनायक। कोटि सिंधु सोषक तव सायक॥
जद्यपि तदपि नीति असि गाई। बिनय करिअ सागर सन जाई॥
दोहा
प्रभु तुम्हार कुलगुर जलधि कहिहि उपाय बिचारि।
बिनु प्रयास सागर तरिहि सकल भालु कपि धारि॥५०॥
Chaupaee
as prabhu chhaadi bhajahin je aana. te nar pasu binu poonchh bishaana.
nij jan jaani taahi apanaava. prabhu subhaav kapi kul man bhaava.
puni sarbagy sarb ur baasee. sarbaroop sab rahit udaasee.
bole bachan neeti pratipaalak. kaaran manuj danuj kul ghaalak.
sunu kapees lankaapati beera. kehi bidhi tari jaladhi gambheera.
sankul makar urag jhash jaatee. ati agaadh dustar sab bhaantee.
kah lankes sunahu raghunaayak. koti sindhu soshak tav saayak.
jadyapi tadapi neeti asi gaee. binay kari saagar san jaee.
Doha ||50||
prabhu tumhaar kulagur jaladhi kahihi upaay bichaari.
binu prayaas saagar tarihi sakal bhaalu kapi dhaari.
Chaupai
Aqueles que adoram alguém depois de desistir de um Senhor tão supremamente bondoso são bestas sem cauda e chifres. O Senhor Rama aceitou Vibhishana como Seu próprio ao saber que ele era seu servo. A disposição do Senhor foi muito apreciada pela raça dos macacos.
Depois de todo o conhecimento, o Senhor Rama que reside nos corações de todos, é manifesto em todas as formas, embora livre e separado de tudo o que Ele encarnou como um humano por uma razão específica (banhar sua benignidade em bhaktas) e como um destruidor da raça demoníaca, falou palavras estritamente de acordo com a sabedoria política. “Oh, Sugriva, o senhor dos macacos e Vibhishana, o governante de Lanka! Ouçam, como devemos atravessar este oceano profundo? É difícil de todas as formas possíveis de atravessar este oceano extremamente insondável que arrasa com todas as espécies de crocodilos, cobras e peixes “.
Vibhishana respondeu: “Oh, Senhor dos Raghus! Embora uma flecha sua possa secar milhões de oceanos, a ética exige que Você primeiro ore pela divindade do oceano (para lhe dar uma passagem).
Doha 50
“Oh Senhor! A deidade que governa o oceano é um antigo antepassado Seu*. Ele contemplará e lhe informará o recurso a ser tomado. É quando todo o exército composto de ursos e macacos atravessará o oceano sem muito esforço.
*É dito nas escrituras que o leito do oceano foi escavado pelo Rei Sagar, um dos maiores reis de Suryavansha no Satya Yuga, quem era um antepassado do Rei Dasharath e do Senhor Rama. Portanto, Vibhishana também se refere à divindade que preside o oceano como um antepassado de Rama.

चौपाई
सखा कही तुम्ह नीकि उपाई। करिअ दैव जौं होइ सहाई॥
मंत्र न यह लछिमन मन भावा। राम बचन सुनि अति दुख पावा॥
नाथ दैव कर कवन भरोसा। सोषिअ सिंधु करिअ मन रोसा॥
कादर मन कहुँ एक अधारा। दैव दैव आलसी पुकारा॥
सुनत बिहसि बोले रघुबीरा। ऐसेहिं करब धरहु मन धीरा॥
अस कहि प्रभु अनुजहि समुझाई। सिंधु समीप गए रघुराई॥
प्रथम प्रनाम कीन्ह सिरु नाई। बैठे पुनि तट दर्भ डसाई॥
जबहिं बिभीषन प्रभु पहिं आए। पाछें रावन दूत पठाए॥
दोहा
सकल चरित तिन्ह देखे धरें कपट कपि देह।
प्रभु गुन हृदयँ सराहहिं सरनागत पर नेह॥५१॥
Chaupaee
sakha kahee tumh neeki upaee. kari daiv jaun hoi sahaee.
mantr na yah lachhiman man bhaava. raam bachan suni ati dukh paava.
naath daiv kar kavan bharosa. soshi sindhu kari man rosa.
kaadar man kahun ek adhaara. daiv daiv aalasee pukaara.
sunat bihasi bole raghubeera. aisehin karab dharahu man dheera.
as kahi prabhu anujahi samujhaee. sindhu sameep gae raghuraee.
pratham pranaam keenh siru naee. baithe puni tat darbh dasaee.
jabahin bibheeshan prabhu pahin aae. paachhen raavan doot pathae.
Doha ||51||
sakal charit tinh dekhe dharen kapat kapi deh.
prabhu gun hrdayan saraahahin saranaagat par neh.
Chaupai
(O Senhor Rama disse) “Bem amigo, você sugeriu uma solução perfeita. Deixe-nos seguir esse plano se o poder divino nos ajudar. Esta sugestão não foi muito querida por Lakshmana, que estava profundamente dolorido ao ouvir as palavras de Lord Rama. (Lakshmana opinou) “Oh Senhor! Como podemos confiar no destino! Torne-se furioso (indignado) e seque o oceano. O destino é apenas um recurso adotado pela mente do covarde (para dar segurança). É apenas o preguiçoso que brada (ter fé) ao destino”
Ao ouvir isso, o Herói dos Raghus riu e afirmou: “Tenha paciência, é precisamente o que faremos!” Encorajando Seu irmão mais novo (Lakshmana) com estas palavras, o Senhor dos Raghus foi para perto da margem do mar. No início, inclinou a cabeça e cumprimentou o oceano. Depois disso espalhou erva kusa nos bancos, sentou-se. Por outro lado, Ravana enviou espiões para rastrear Vibhishana assim que ele se aventurou em direção ao Senhor.
Doha 51
Fraudulentamente disfarçando-se como macacos, esses espiões viram todas as jogadas divinas do Senhor. Fundo em seus corações eles começaram a admirar as virtudes do Senhor e o carinho que ele tinha para aqueles que procuravam refúgio Nele.

चौपाई
प्रगट बखानहिं राम सुभाऊ। अति सप्रेम गा बिसरि दुराऊ॥
रिपु के दूत कपिन्ह तब जाने। सकल बाँधि कपीस पहिं आने॥
कह सुग्रीव सुनहु सब बानर। अंग भंग करि पठवहु निसिचर॥
सुनि सुग्रीव बचन कपि धाए। बाँधि कटक चहु पास फिराए॥
बहु प्रकार मारन कपि लागे। दीन पुकारत तदपि न त्यागे॥
जो हमार हर नासा काना। तेहि कोसलाधीस कै आना॥
सुनि लछिमन सब निकट बोलाए। दया लागि हँसि तुरत छोडाए॥
रावन कर दीजहु यह पाती। लछिमन बचन बाचु कुलघाती॥
दोहा

कहेहु मुखागर मूढ़ सन मम संदेसु उदार।
सीता देइ मिलेहु न त आवा काल तुम्हार॥५२॥
Chaupaee
pragat bakhaanahin raam subhaoo. ati saprem ga bisari duraoo.
ripu ke doot kapinh tab jaane. sakal baandhi kapees pahin aane.
kah sugreev sunahu sab baanar. ang bhang kari pathavahu nisichar.
suni sugreev bachan kapi dhae. baandhi katak chahu paas phirae.
bahu prakaar maaran kapi laage. deen pukaarat tadapi na tyaage.
jo hamaar har naasa kaana. tehi kosalaadhees kai aana.
suni lachhiman sab nikat bolae. daya laagi hansi turat chhodae.
raavan kar deejahu yah paatee. lachhiman bachan baachu kulaghaatee.
Doha ||52||
kahehu mukhaagar moodh san mam sandesu udaar.
seeta dei milehu na ta aava kaal tumhaar.
Chaupai
Logo depois, os espiões começaram a aplaudir o temperamento de Lord Rama evidentemente com amor intenso e esqueceram-se de sua fraude (disfarce). Foi quando os macacos vieram a saber que eram enviados do inimigo e prendendo todo o grupo, levou-os a Sugriva.
Sugriva ordenou: “Todos vocês macacos, escute! Estropiando os demônios (quebrando seus membros), envie-os de volta”. Ouvindo o comando de Sugriva, os macacos correram. Amarrando os espiões, eles os exibiram por todo o campo do exército. Os macacos começaram a batê-los de várias formas. Os demônios de modo comovente gritavam por ajuda, mas ainda assim os macacos não os pouparam. (Por isso os enviados gritaram) “Aquele que cortará nosso nariz e orelhas tem o juramento do Senhor Rama, o governante de Kosala, (não fazê-lo então)”.
Ao ouvir isso, Lakshmana chamou todos para perto dele. Ele ficou muito movido pela piedade por causa da qual ele riu e os libertou logo depois. (E ele lhes disse) “Entreguem esta carta nas mãos de Ravana (e digam)” Oh destruidor da nossa raça! Leia as palavras (mensagem ) de Lakshmana “.
Doha 52
Depois disso transmita minha mensagem generosa (compassiva) ao tolo pela palavra da boca. Entregue Devi Sita e encontre-O (o Senhor Rama) ou então assuma que seu kaal (as garras da morte) chegou.

चौपाई
तुरत नाइ लछिमन पद माथा। चले दूत बरनत गुन गाथा॥
कहत राम जसु लंकाँ आए। रावन चरन सीस तिन्ह नाए॥
बिहसि दसानन पूँछी बाता। कहसि न सुक आपनि कुसलाता॥
पुनि कहु खबरि बिभीषन केरी। जाहि मृत्यु आई अति नेरी॥
करत राज लंका सठ त्यागी। होइहि जब कर कीट अभागी॥
पुनि कहु भालु कीस कटकाई। कठिन काल प्रेरित चलि आई॥
जिन्ह के जीवन कर रखवारा। भयउ मृदुल चित सिंधु बिचारा॥
कहु तपसिन्ह कै बात बहोरी। जिन्ह के हृदयँ त्रास अति मोरी॥
दोहा
की भइ भेंट कि फिरि गए श्रवन सुजसु सुनि मोर।
कहसि न रिपु दल तेज बल बहुत चकित चित तोर॥५३॥
Chaupaee
turat nai lachhiman pad maatha. chale doot baranat gun gaatha.
kahat raam jasu lankaan aae. raavan charan sees tinh nae.
bihasi dasaanan poonchhee baata. kahasi na suk aapani kusalaata.
puni kahu khabari bibheeshan keree. jaahi mrtyu aaee ati neree.
karat raaj lanka sath tyaagee. hoihi jab kar keet abhaagee.
puni kahu bhaalu kees katakaee. kathin kaal prerit chali aaee.
jinh ke jeevan kar rakhavaara. bhayu mrdul chit sindhu bichaara.
kahu tapasinh kai baat bahoree. jinh ke hrdayan traas ati moree.
Doha ||53||
kee bhi bhent ki phiri gae shravan sujasu suni mor.
kahasi na ripu dal tej bal bahut chakit chit tor.
Chaupai
Logo depois de curvarem suas cabeças aos pés de Lakshmana e narrarem a história das virtudes de Lord Rama, os espiões saíram. Delirando sobre as glórias do Senhor Rama, eles entraram em Lanka e inclinaram a cabeça nos pés de Ravana.
O Ravana de dez cabeças riu e pediu-lhes o relatório: “Oh, Suka! Por que você não me fala sobre o seu bem-estar? E então, fale-me as notícias sobre Vibhishana sobre quem a morte está assomando. O tolo abandonou Lanka, que ele estava governando. Sendo mal-sucedido ele se tornará um gorgulho (besouro ferrão (praga) (Ele também será morto juntamente com os homens-macacos, como um gorgulho é esmagado com grãos de cevada) agora.
Depois disso fale sobre o estado do exército composto de ursos e macacos, que foi conduzido aqui por um áspero destino. E é o pobre oceano de coração suave que se tornou o protetor de suas vidas. (Se o oceano não ficasse entre eles e os demônios, os demônios os matariam e os devorariam). E então, fale-me sobre esses ascetas (Rama e Lakshmana) cujos corações estão petrificados de mim”.
Doha 53
“Você conseguiu encontrá-los ou eles recuaram apenas ouvindo minha fama? Por que você não revela o brilho e o poder do inimigo? Sua mente parece muito atordoada (alarmada)”.

चौपाई
नाथ कृपा करि पूँछेहु जैसें। मानहु कहा क्रोध तजि तैसें॥
मिला जाइ जब अनुज तुम्हारा। जातहिं राम तिलक तेहि सारा॥
रावन दूत हमहि सुनि काना। कपिन्ह बाँधि दीन्हे दुख नाना॥
श्रवन नासिका काटै लागे। राम सपथ दीन्हे हम त्यागे॥
पूँछिहु नाथ राम कटकाई। बदन कोटि सत बरनि न जाई॥
नाना बरन भालु कपि धारी। बिकटानन बिसाल भयकारी॥
जेहिं पुर दहेउ हतेउ सुत तोरा। सकल कपिन्ह महँ तेहि बलु थोरा॥
अमित नाम भट कठिन कराला। अमित नाग बल बिपुल बिसाला॥
दोहा
द्विबिद मयंद नील नल अंगद गद बिकटासि।
दधिमुख केहरि निसठ सठ जामवंत बलरासि॥५४॥
Chaupaee
naath krpa kari poonchhehu jaisen. maanahu kaha krodh taji taisen.
mila jai jab anuj tumhaara. jaatahin raam tilak tehi saara.
raavan doot hamahi suni kaana. kapinh baandhi deenhe dukh naana.
shravan naasika kaatai laage. raam sapath deenhe ham tyaage.
poonchhihu naath raam katakaee. badan koti sat barani na jaee.
naana baran bhaalu kapi dhaaree. bikataanan bisaal bhayakaaree.
jehin pur daheu hateu sut tora. sakal kapinh mahan tehi balu thora.
amit naam bhat kathin karaala. amit naag bal bipul bisaala.
Doha ||54||
dvibid mayand neel nal angad gad bikataasi.
dadhimukh kehari nisath sath jaamavant balaraasi.
Chaupai
(O enviado replicou) “Oh, Senhor! Assim como você bondosamente perguntou-me essas questões de forma semelhante, descarte a raiva e me escute (acredite no que eu digo). Assim que seu irmão mais novo foi e encontrou o Senhor Rama, o Senhor aplicou a marca sectária de coroação em sua testa.
Os macacos nos prenderam ao saberem que nós éramos os espiões de Ravana e torturaram-nos de muitas maneiras. Eles estavam prestes a cortar nossas orelhas e narizes, mas somente quando rogamos sob juramento ao Senhor Rama, de algum modo nos pouparam.
Oh senhor! Você perguntou sobre o exército do Senhor Rama, mas um milhão de bocas não falharão em descrevê-lo. As tropas são compostas de multi-coloridos ursos e macacos, com rostos aterrorizantes e grandes corpos que são temíveis.
Aquele que queimou a cidade e matou seu filho Akshay Kumar, é o menos poderoso dos macacos. Existem inumeráveis guerreiros com muitos nomes que são difíceis e amedrontantes. Eles têm o poder de incontáveis elefantes e são de tamanho muito grande “.
Doha 54
Dvivida, Mainda, Nila, Nala, Angada, Gada, Vikatåsya, Dadhimukha, Kesari, Nisatha, Satha e Jåmbavån são todos repositórios de força.

चौपाई
ए कपि सब सुग्रीव समाना। इन्ह सम कोटिन्ह गनइ को नाना॥
राम कृपाँ अतुलित बल तिन्हहीं। तृन समान त्रेलोकहि गनहीं॥
अस मैं सुना श्रवन दसकंधर। पदुम अठारह जूथप बंदर॥
नाथ कटक महँ सो कपि नाहीं। जो न तुम्हहि जीतै रन माहीं॥
परम क्रोध मीजहिं सब हाथा। आयसु पै न देहिं रघुनाथा॥
सोषहिं सिंधु सहित झष ब्याला। पूरहीं न त भरि कुधर बिसाला॥
मर्दि गर्द मिलवहिं दससीसा। ऐसेइ बचन कहहिं सब कीसा॥
गर्जहिं तर्जहिं सहज असंका। मानहु ग्रसन चहत हहिं लंका॥
दोहा
सहज सूर कपि भालु सब पुनि सिर पर प्रभु राम।
रावन काल कोटि कहु जीति सकहिं संग्राम॥५५॥
Chaupaee
e kapi sab sugreev samaana. inh sam kotinh gani ko naana.
raam krpaan atulit bal tinhaheen. trn samaan trelokahi ganaheen.
as main suna shravan dasakandhar. padum athaarah joothap bandar.
naath katak mahan so kapi naaheen. jo na tumhahi jeetai ran maaheen.
param krodh meejahin sab haatha. aayasu pai na dehin raghunaatha.
soshahin sindhu sahit jhash byaala. pooraheen na ta bhari kudhar bisaala.
mardi gard milavahin dasaseesa. aisei bachan kahahin sab keesa.
garjahin tarjahin sahaj asanka. maanahu grasan chahat hahin lanka.
Doha ||55||
sahaj soor kapi bhaalu sab puni sir par prabhu raam.
raavan kaal koti kahu jeeti sakahin sangraam.
Chaupai
Todos esses macacos são equivalentes a Sugriva no poder e não há apenas um ou dois, mas milhões deles; Quem pode possivelmente contar a sua grande quantidade? Eles são inigualáveis na força pela graça do Senhor Rama e consideram as três lokas (regiões cosmológicas) equivalentes a uma folha de grama (sem valor) Oh, o de dez pescoços! Tenho ouvido com meus ouvidos que dezoito padmas (guerreiros valentes) são os comandantes das forças dos macacos, sozinhos. Senhor, não há macaco nesse exército que não pode triunfar em você na batalha.
Todos eles estão esfregando as mãos em intensa fúria, mas o Senhor dos Raghus não lhes dá permissão (para marchar em frente). “Nós devemos secar o oceano pululando com peixes e cobras ou então preenchê-lo com grandes pedregulhos (aplainá-lo. ) E esmagando Ravana, reduzi-lo ao pó. “As hordas de macacos estão proferindo tais palavras. Todos eles são destemidos por temperamento e estrondeiam, bem como bradam agressivamente como se quisessem devorar Lanka.
Doha 55
“Todos os macacos e ursos são heróis valentes por instinto e acima de tudo eles têm o Senhor Rama perto à mão (para protegê-los). Oh Ravana! Eles podem triunfar sobre milhões de kaals (um título de Yama, o rei dos mortos) em batalha”.

चौपाई
राम तेज बल बुधि बिपुलाई। सेस सहस सत सकहि न गाई॥
सक सर एक सोसि सत सागर। तब भ्रातहि पूँछेउ नय नागर॥
तासु बचन सुनि सागर पाहीं। मागत पंथ कृपा मन माहीं॥
सुनत बचन बिहसा दससीसा। जौं असि मति सहाय कृत कीसा॥
सहज भीरु कर बचन दृढ़ाई। सागर सन ठानी मचलाई॥
मूढ़ मृषा का करसि बड़ाई। रिपु बल बुद्धि थाह मैं पाई॥
सचिव सभीत बिभीषन जाकें। बिजय बिभूति कहाँ जग ताकें॥
सुनि खल बचन दूत रिस बाढ़ी। समय बिचारि पत्रिका काढ़ी॥
रामानुज दीन्ही यह पाती। नाथ बचाइ जुड़ावहु छाती॥
बिहसि बाम कर लीन्ही रावन। सचिव बोलि सठ लाग बचावन॥
दोहा
बातन्ह मनहि रिझाइ सठ जनि घालसि कुल खीस।
राम बिरोध न उबरसि सरन बिष्नु अज ईस॥५६(क)॥
की तजि मान अनुज इव प्रभु पद पंकज भृंग।
होहि कि राम सरानल खल कुल सहित पतंग॥५६(ख)॥
Chaupaee
raam tej bal budhi bipulaee. ses sahas sat sakahi na gaee.
sak sar ek sosi sat saagar. tab bhraatahi poonchheu nay naagar.
taasu bachan suni saagar paaheen. maagat panth krpa man maaheen.
sunat bachan bihasa dasaseesa. jaun asi mati sahaay krt keesa.
sahaj bheeru kar bachan drdhaee. saagar san thaanee machalaee.
moodh mrsha ka karasi badaee. ripu bal buddhi thaah main paee.
sachiv sabheet bibheeshan jaaken. bijay bibhooti kahaan jag taaken.
suni khal bachan doot ris baadhee. samay bichaari patrika kaadhee.
raamaanuj deenhee yah paatee. naath bachai judaavahu chhaatee.
bihasi baam kar leenhee raavan. sachiv boli sath laag bachaavan.
Doha ||56||
baatanh manahi rijhai sath jani ghaalasi kul khees.
raam birodh na ubarasi saran bishnu aj ees.56(ka).
kee taji maan anuj iv prabhu pad pankaj bhrng.
hohi ki raam saraanal khal kul sahit patang.56(kh).
Chaupai
“Mesmo centenas de milhares de Sheshas (uma cobra de mil cabeças na qual Vishnu dorme do começo ao fim durante os períodos de dissolução do mundo, símbolo da eternidade) não podem cantar do brilho (competência), da força e da inteligência do Senhor Rama. Com uma única flecha Ele pode secar centenas de oceanos, mas tendo habilidade em sabedoria política (para salvaguardar a ética), Ele consultou seu irmão por uma solução. E aceitando o que seu irmão sugeriu, ele está pedindo uma passagem ao oceano. Sua mente está cheia de ternura amorosa (é por isso que ele não seca as águas). ”
Ravana riu violentamente ao ouvir as palavras do enviado (e disse) “É por causa de tal intelecto que Ele (Rama) fez os macacos seus aliados. É por isso que seguindo o conselho de Vibhishana que é um covarde de nascimento, ele está inflexível em fazer uma demanda do oceano (como uma criança teimosa). Ó tolo! Por que você elogia falsamente o inimigo? Bem, eu avaliei a profundidade do poder e da sabedoria do inimigo (Rama). Como pode Ele, que tem um conselheiro covarde como Vibhishana, ganhar triunfo e glória neste mundo “.
O enviado encolerizou-se ao ouvir as palavras do malvado Ravana! Considerando que era um momento oportuno ele tirou a carta (de Lakshmana). E disse: “Lakshmana, o irmão mais novo de Rama, me deu essa nota. Leia-a inteiramente, Oh Senhor, e acalme seu coração!” Rindo, Ravana pegou-a com a mão esquerda e pediu o ministro, o miserável perguntou a ele para lê-la em voz alta.
Doha 56
(Estava escrito na carta) “Deleitando-se por simples conversas, Oh tolo, não arruine completamente sua raça. Você não será poupado se você for hostil ao Senhor Rama, mesmo que você busque o refúgio de Vishnu, Brahma e Mahesh. Portanto, ou torne-se uma abelha negra dos pés de lótus do Senhor Rama, abandonando a arrogância como Vibhishana, seu irmão mais novo, ou senão, Oh perverso! Tornando-se uma traça junto com sua família queimada no fogo das flechas do Senhor Rama. “(Faça o que achar melhor dos dois.)

चौपाई
सुनत सभय मन मुख मुसुकाई। कहत दसानन सबहि सुनाई॥
भूमि परा कर गहत अकासा। लघु तापस कर बाग बिलासा॥
कह सुक नाथ सत्य सब बानी। समुझहु छाड़ि प्रकृति अभिमानी॥
सुनहु बचन मम परिहरि क्रोधा। नाथ राम सन तजहु बिरोधा॥
अति कोमल रघुबीर सुभाऊ। जद्यपि अखिल लोक कर राऊ॥
मिलत कृपा तुम्ह पर प्रभु करिही। उर अपराध न एकउ धरिही॥
जनकसुता रघुनाथहि दीजे। एतना कहा मोर प्रभु कीजे।
जब तेहिं कहा देन बैदेही। चरन प्रहार कीन्ह सठ तेही॥
नाइ चरन सिरु चला सो तहाँ। कृपासिंधु रघुनायक जहाँ॥
करि प्रनामु निज कथा सुनाई। राम कृपाँ आपनि गति पाई॥
रिषि अगस्ति कीं साप भवानी। राछस भयउ रहा मुनि ग्यानी॥
बंदि राम पद बारहिं बारा। मुनि निज आश्रम कहुँ पगु धारा॥
दोहा
बिनय न मानत जलधि जड़ गए तीन दिन बीति।
बोले राम सकोप तब भय बिनु होइ न प्रीति॥५७॥
Chaupaee
sunat sabhay man mukh musukaee. kahat dasaanan sabahi sunaee.
bhoomi para kar gahat akaasa. laghu taapas kar baag bilaasa.
kah suk naath saty sab baanee. samujhahu chhaadi prakrti abhimaanee.
sunahu bachan mam parihari krodha. naath raam san tajahu birodha.
ati komal raghubeer subhaoo. jadyapi akhil lok kar raoo.
milat krpa tumh par prabhu karihee. ur aparaadh na eku dharihee.
janakasuta raghunaathahi deeje. etana kaha mor prabhu keeje.
jab tehin kaha den baidehee. charan prahaar keenh sath tehee.
nai charan siru chala so tahaan. krpaasindhu raghunaayak jahaan.
kari pranaamu nij katha sunaee. raam krpaan aapani gati paee.
rishi agasti keen saap bhavaanee. raachhas bhayu raha muni gyaanee.
bandi raam pad baarahin baara. muni nij aashram kahun pagu dhaara.
Doha ||57||
binay na maanat jaladhi jad gae teen din beeti.
bole raam sakop tab bhay binu hoi na preeti.
Chaupai
Ravana estava com medo no coração, no instante em que ouviu a carta, mas usando um sorriso fingido, ele falou alto para que todos pudessem ouvir: “O asceta mais jovem (Lakshmana) fala com jactância (fanfarronices), assim como uma pessoa deitada na terra se esforça para pegar do céu com as mãos.
Suka (o enviado) opinou: “Oh Senhor! Descarte a arrogância, considere todas as questões (escritas nesta carta) como verdadeiras. Abandone a raiva e ouça meu conselho. Desista da inimizade com o Senhor Rama. O valente herói dos Raghus tem uma disposição amorosamente carinhosa apesar de ser o Senhor de todas as lokas (regiões cosmológicas). O Senhor concederá sua graça sobre você no instante em que Ele se encontrar com você e não abrigará uma única ofensa tua em seu coração. Oh senhor, devolva a filha de Janaka ao Senhor dos Raghus. Pelo menos, siga esse pedido meu.
O perverso Ravana chutou Suka quando ele lhe pediu que devolvesse Devi Sita. Ele também (como Vibhishana) inclinou a cabeça para os pés de Ravana e dirigiu-se ao mesmo lugar onde estava o Senhor dos Raghus, um oceano de misericórdia. Fazendo reverência, ele narrou sua história e pela graça do Senhor Rama voltou para sua forma original (de um sábio.) (Lord Shiva esclarece), “Oh Bhavani! Ele era um vidente bem informado que havia sido transformado em um demônio devido à maldição de Rishi Agastya. Adulando os pés do Senhor Rama várias vêzes, o sábio deixou seu eremitério.
Doha 57
Nesse fim, três dias haviam caducado, mas o oceano insensível não escutava o pedido de Lord Rama. Foi quando o Senhor Rama falou com indignação: “Não pode haver amizade sem medo”.

चौपाई
लछिमन बान सरासन आनू। सोषौं बारिधि बिसिख कृसानू॥
सठ सन बिनय कुटिल सन प्रीती। सहज कृपन सन सुंदर नीती॥
ममता रत सन ग्यान कहानी। अति लोभी सन बिरति बखानी॥
क्रोधिहि सम कामिहि हरि कथा। ऊसर बीज बएँ फल जथा॥
अस कहि रघुपति चाप चढ़ावा। यह मत लछिमन के मन भावा॥
संघानेउ प्रभु बिसिख कराला। उठी उदधि उर अंतर ज्वाला॥
मकर उरग झष गन अकुलाने। जरत जंतु जलनिधि जब जाने॥
कनक थार भरि मनि गन नाना। बिप्र रूप आयउ तजि माना॥
दोहा
काटेहिं पइ कदरी फरइ कोटि जतन कोउ सींच।
बिनय न मान खगेस सुनु डाटेहिं पइ नव नीच॥५८॥
Chaupaee
lachhiman baan saraasan aanoo. soshaun baaridhi bisikh krsaanoo.
sath san binay kutil san preetee. sahaj krpan san sundar neetee.
mamata rat san gyaan kahaanee. ati lobhee san birati bakhaanee.
krodhihi sam kaamihi hari katha. oosar beej baen phal jatha.
as kahi raghupati chaap chadhaava. yah mat lachhiman ke man bhaava.
sanghaaneu prabhu bisikh karaala. uthee udadhi ur antar jvaala.
makar urag jhash gan akulaane. jarat jantu jalanidhi jab jaane.
kanak thaar bhari mani gan naana. bipr roop aayu taji maana.
Doha ||58||
kaatehin pai kadaree phari koti jatan kou seench.
binay na maan khages sunu daatehin pai nav neech.
Chaupai
“Ei, Laksmana! Dê-me meu arco e flechas; para que eu possa secar o oceano com uma flecha de fogo. Suplicar a um tolo, amizade com um trapaceiro, falar de generosidade com um nascido avarento, narrar o conto da sabedoria para um enredado no afeto mundano, descrever a renúncia a um homem que é muito ganancioso, pregar um sermão de paz de espírito para uma pessoa esquentada e glorificar o Senhor Hari para uma pessoa ocupada, são tão fúteis como semear sementes em uma terra árida”.
Dizendo assim, o Senhor dos Raghus esticou Seu arco. Esta abordagem (de Rama) foi muito apreciada por Lakshmana. O Senhor ajustou a flecha aterrorizante (de fogo) em Seu arco que levou a um fogo ardente no coração do oceano. Enxames de jacarés, serpentes e peixes ficaram angustiados. Quando a divindade do oceano encontrou as criaturas vivas queimadas, abandonou seu orgulho e assumiu a forma de um Brâmane e veio com um prato de ouro cheio de várias pedras preciosas.
Doha 58
(Kak Bhushundi diz) “Oh Garuda! Embora seja possível adotar milhões de métodos para regar uma plantação, mas só dará frutos ao serem desbastados. Da mesma forma, uma pessoa egoísta não está de acordo com súplicas, mas cede apenas quando é repreendido”.

चौपाई
सभय सिंधु गहि पद प्रभु केरे। छमहु नाथ सब अवगुन मेरे॥
गगन समीर अनल जल धरनी। इन्ह कइ नाथ सहज जड़ करनी॥
तव प्रेरित मायाँ उपजाए। सृष्टि हेतु सब ग्रंथनि गाए॥
प्रभु आयसु जेहि कहँ जस अहई। सो तेहि भाँति रहे सुख लहई॥
प्रभु भल कीन्ही मोहि सिख दीन्ही। मरजादा पुनि तुम्हरी कीन्ही॥
ढोल गवाँर सूद्र पसु नारी। सकल ताड़ना के अधिकारी॥
प्रभु प्रताप मैं जाब सुखाई। उतरिहि कटकु न मोरि बड़ाई॥
प्रभु अग्या अपेल श्रुति गाई। करौं सो बेगि जौ तुम्हहि सोहाई॥
दोहा
सुनत बिनीत बचन अति कह कृपाल मुसुकाइ।
जेहि बिधि उतरै कपि कटकु तात सो कहहु उपाइ॥५९॥
Chaupaee
sabhay sindhu gahi pad prabhu kere. chhamahu naath sab avagun mere.
gagan sameer anal jal dharanee. inh kai naath sahaj jad karanee.
tav prerit maayaan upajae. srshti hetu sab granthani gae.
prabhu aayasu jehi kahan jas ahee. so tehi bhaanti rahe sukh lahee.
prabhu bhal keenhee mohi sikh deenhee. marajaada puni tumharee keenhee.
dhol gavaanr soodr pasu naaree. sakal taadana ke adhikaaree.
prabhu prataap main jaab sukhaee. utarihi kataku na mori badaee.
prabhu agya apel shruti gaee. karaun so begi jau tumhahi sohaee.
Doha ||59||
sunat bineet bachan ati kah krpaal musukai.
jehi bidhi utarai kapi kataku taat so kahahu upai.
Chaupai
Aterrorizada, a divindade do oceano caiu aos pés do Senhor e disse: “Perdoe todas os meus obstáculos (faltas), Oh Senhor! O éter, o ar, o fogo, a água e a terra são lentos por natureza. Todas as escrituras falam com entusiasmo que, pelo teu estímulo, Maya ou o Poder Cósmico os produziu para a criação. A gente se alegra vivendo da mesma maneira que foi ordenada pelo Senhor. O Senhor fez bem ensinando-me uma lição (me castigando).
Mas o decoro (comportamento correto dos seres vivos) também foi fixado por Você. Um tambor, um aldeão, um Sudra, uma fera e uma mulher, todos merecem ser punidos. Pela energia brilhante do Senhor, eu vou secar e o exército atravessará, mas não é louvável da minha parte. No entanto, os Vedas endossam que sua ordem é irrevogável (não pode ser transgredida). Eu instantaneamente farei o que lhe agrada a partir de agora.
Doha 59
Ao ouvir as palavras extremamente modestas do Oceano, o misericordioso Senhor Rama sorriu e disse: “Oh, querido, me diga os meios pelos quais o exército de macacos pode atravessar”.

चौपाई
नाथ नील नल कपि द्वौ भाई। लरिकाई रिषि आसिष पाई॥
तिन्ह के परस किएँ गिरि भारे। तरिहहिं जलधि प्रताप तुम्हारे॥
मैं पुनि उर धरि प्रभुताई। करिहउँ बल अनुमान सहाई॥
एहि बिधि नाथ पयोधि बँधाइअ। जेहिं यह सुजसु लोक तिहुँ गाइअ॥
एहि सर मम उत्तर तट बासी। हतहु नाथ खल नर अघ रासी॥
सुनि कृपाल सागर मन पीरा। तुरतहिं हरी राम रनधीरा॥
देखि राम बल पौरुष भारी। हरषि पयोनिधि भयउ सुखारी॥
सकल चरित कहि प्रभुहि सुनावा। चरन बंदि पाथोधि सिधावा॥
छंद
निज भवन गवनेउ सिंधु श्रीरघुपतिहि यह मत भायऊ।
यह चरित कलि मलहर जथामति दास तुलसी गायऊ॥
सुख भवन संसय समन दवन बिषाद रघुपति गुन गना॥
तजि सकल आस भरोस गावहि सुनहि संतत सठ मना॥
दोहा
सकल सुमंगल दायक रघुनायक गुन गान।
सादर सुनहिं ते तरहिं भव सिंधु बिना जलजान॥६०॥
Chaupaee
naath neel nal kapi dvau bhaee. larikaee rishi aasish paee.
tinh ke paras kien giri bhaare. tarihahin jaladhi prataap tumhaare.
main puni ur dhari prabhutaee. karihun bal anumaan sahaee.
ehi bidhi naath payodhi bandhai. jehin yah sujasu lok tihun gai.
ehi sar mam uttar tat baasee. hatahu naath khal nar agh raasee.
suni krpaal saagar man peera. turatahin haree raam ranadheera.
dekhi raam bal paurush bhaaree. harashi payonidhi bhayu sukhaaree.
sakal charit kahi prabhuhi sunaava. charan bandi paathodhi sidhaava.
Chhand
nij bhavan gavaneu sindhu shreeraghupatihi yah mat bhaayoo.
yah charit kali malahar jathaamati daas tulasee gaayoo.
sukh bhavan sansay saman davan bishaad raghupati gun gana.
taji sakal aas bharos gaavahi sunahi santat sath mana.
Doha ||60||
sakal sumangal daayak raghunaayak gun gaan.
saadar sunahin te tarahin bhav sindhu bina jalajaan.
Chaupai
(O deus do oceano revelou) “Nila e Nala são dois irmãos macacos, meu Senhor. Eles receberam uma benção de um sábio em sua juventude. Apenas por seu contato, mesmo montanhas maciças flutuam no oceano pela Sua glória. Preservando a majestade do Senhor em meu coração, eu também ajudarei o melhor da minha habilidade (tanto quanto eu possa). Ó Senhor! Ter o oceano atravessado desta forma para que sua esplêndida glória possa ser cantada em todos os três lokas. Com esta flecha matar homens pecadores que são criminosos vivendo na minha costa norte “.
Ao ouvir a dor pesando na mente do Oceano, o Senhor Rama que era amorosamente carinhoso e firme na batalha, imediatamente o aliviou da agonia (matou os vilões com sua flecha). Encantado de observar o imenso poder e valor do Senhor Rama, a divindade do Oceano ficou feliz. Ele narrou todas as características daquelas pessoas pecaminosas para o Senhor. Depois disso, pagando homenagem tocando os pés do Senhor, a deidade do oceano se foi.
Chhand
O deus do oceano foi para casa. Enquanto o Senhor dos Raghus aprovou essa idéia (de fazer uma ponte sobre o oceano). Esta biografia absolve os pecados do Kali Yuga e foi cantada por Tulsidas de acordo com sua sensibilidade. As múltiplas virtudes de Lord Rama são uma morada de alegria, destroem a dúvida e reprimem a tristeza sem falha. Ó mente tola! Descartando todas as outras esperanças e fé deste mundo mundano, você deve constantemente cantar e ouvir Suas glórias.
Doha 60
Falando com entusiasmo sobre as virtudes do Senhor Rama nos concede uma grande boa fortuna. Aqueles que atentam para elas com reverência, facilmente atravessarão o oceano deste mundo mundano sem precisar de nenhum outro navio (meios).

Hanuman stotra


Stotra ou Stotram é uma palavra em sânscrito, que significa “ode, elogio ou um hino de louvor“. É um gênero literário de textos indianos projetados para serem cantados melodicamente, em contraste com shastras que são compostos para serem recitados.
Uma stotra pode ser uma oração, uma descrição ou uma conversa, mas sempre com uma estrutura poética. Pode ser um simples poema expressando louvor e devoção pessoal a uma deidade, por exemplo, ou poemas com doutrinas espirituais e filosóficas embutidas. Muitos hinos de stotra elogiam aspectos do divino, como Devi, Shiva, Vishnu ou Hanuman como neste caso. A palavra stotra está relacionada com a palavra stuti, vindo do mesmo verbo, stu (para louvar) e basicamente ambos significam “louvor“.

Transliteração

Nishchay Prema Prateet-tay, Vinay Karain Sanmaan,
Tayhi-Kay Karaja Sakala Shubha, Sidhi Karain Hanuman

Jai Hanumanta Santa Hitakaari,

Suna Liijay Prabhu Araja hamari

Jana kay kaaja vilambana keejay,

Aatura dawrii maha Sukha deejay

Jaisay kooda sindhur kay paara,

Sursa badana paithii Vistaara

Aagay jaiyii Lankinii Rokaa,

Maarayhu laata gaii sura Loka

 Jaayay Vibhishan ko sukha deenha,

Sita Nirakhi parama pada Leenhaa

Bajaa ujaari Sindhur Mahana Borah,

Ati Aatura Jama Kaatara tora

Akshaya Kumara mara sanhaara,

Loama lapaita Lanka-ko Jaarah

Laaha samaan lanka jaari-gai,

Jai Jai Dhwani surpur naba Bhai

Aba vilambha kayhi Kaaran Swami,

Kripaa Karahhu ura Antaraymii

Jai Jai Lakshmana Praana kay daataa,

Aatura hai dukha Karhu Nipaataa

Jai Jai Hanumanta Atibala saagar,

Sura Samooha samratha Bhata Naagar

Om Hanu Hanu Hanu Hanumanta Hateelay,

Bhairayhhi Maaru Bajrah-Ki Keelay

Om Hrim Hrim Hrim Hanumana Kapisha,

Om Hun Hun Hun Hanu Arii Ura Sheesha

Jai Anjani Kumara Balawanta,

Shankara Suwana Veera Hanumanta

Badana Karaala kaala kula ghaalaka,

Rama sahaa sadaa prati Paalak

Bhoota prayta pishacha nischaara,

Agni Baitala kaala maari-mar

Inhain maaru tohi shapatha Ram ki,

Raakhu natha Maarayad Naama ki

Satya hahu Hari Shapatha paiikay,

Rama doota dharu maaru Jaiikay

Jai Jai Jai Hanumanta Agadha,

Dukha Pavata Jaana Kayhi apraadha

Pooja jaapa tapa naima achaara,

Nahina Jaanat acchu-das tumhaaraa

Baan upawaan maaga-girigraha manhi,

Tumharay Bala hama Darpata Nahin

Janaka Suta Hari Das Kahaaoh,

Taaki shapatha Vilamba nalaawoh

Jai Jai Jaya Dhuni Hota Akaasha,

Sumirata Hota Dusah Dukha Nasha

Charana pakar jori mana-oan,

Yahi awsara aba kayhi gohra-oan

Uthu Uthu Chalu Tohi Rama Duhai,

Paayain paroan kara jori manaayaii

Om Cham Cham Cham Cham Chapal Chalantaa,

Om Hanu Hanu Hanu Hanu Hanumantaa,

Om Ham Ham Hanka Day-tah Kapi Chanchal,

Om San San Sahami Paraanay khal Dala

Apnaay jaana ko turata ubaaro,

Sumirata hoya ananda hamaaroh

Yaha Bajaranga Baan Jayhi Maaray,

Haahi Kaho phir kahana ubaaray

Paatha karay Bajranga Baana ki,

Hanumanata Raksha Karayne Praana ki

Yaha Bajranga Baana Jo Jaapay,

Taataay Bhoota Pray-tah Saba Kaampay

Dhoopa-day aru Japayne Hamaayshaa,

Takay tana Nahina Rahay Kalesha

Doha:

Prema Pratitee Bhajaay, Sadaa Dhari Ura Dhyaana,
Tayhee Kay Karaja Sakala Shubha, Sidhi Karayne Hanuman.

 Siyaa pati Ramachandra ki jai,
Uma Pati Mahadeo ki jai
Pawana suutah Hanumana ki jai

Stavan para Hanuman

Stavan é uma forma de gênero popular e historicamente penetrante da música devocional.
O assunto de um Stavan varia, desde elogios, idéias religiosas e sua filosofia.

A escrita do som das palavras pronunciadas a partir da escrita hindi é o que denominamos transliteração (nunca nos esquecendo que esta transliteração aqui escrita é realizada na forma como os ingleses escrevem os sons).

Na verdade os cantores hindus lêem de fato a escrita em hindi e sua pronúncia é transliterada para o alfabeto latino/anglo/saxão no modo como os de língua inglesa escrevem os sons.

Somente como exemplo, os ingleses transliteram o primeiro verso como

Pranavaoon Pavankumar Khal Ban Paavak Gyaanghan
Jaasu Hraday Aagaar Basahin Raam Sar Chaap Dhar

Mas escrevendo os sons na língua portuguesa, a grosso modo, sai assim:

Pranavãon pravanacumare cala bana paavaque djianagane
jaasu Hirdaia Aagaar bassarrim raame saer chaape darrare

Pois é, a Universidade de São Paulo tem há décadas um curso institucionalizado de sânscrito na Fefeléchi (FFLCH – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) e temos ainda vários sítios e blógues na internet que tratam dessa língua primordial e talvez consigam transliterar o hindi para a língua portuguesa.

Tentaremos entrar em contato com eles e postar aqui neste blog uma tradução e uma transliteração mais precisas para os falantes e comunicadores de língua portuguesa.

Por enquanto reproduzimos o Stavan para Hanumani obtido no sítio da wikisource.org.

Nunca confundir “transliteração” com “tradução“.

A transliteração é a escrita do som como é pronunciado e a tradução é o significado intelectual e racional desse som.

 

Hindi

Transliteração para o Inglês

सोरठा

प्रनवउँ पवनकुमार खल बन पावक ग्यानघन।

जासु ह्रदय आगार बसहिं राम सर चाप धर॥१॥

अतुलितबलधामं हेमशैलाभदेहं,दनुजवनकृशानुं ज्ञानिनामग्रगण्यम् सकलगुणनिधानं वानराणामधीशं,रघुपतिप्रियभक्तं वातजातं नमामि!!

गोष्पदीकृतवारीशं मशकीकृतराक्षसम्।

रामायणमहामालारत्नं वन्देऽनिलात्मजम्॥४॥

अञ्जनानन्दनं वीरं जानकीशोकनाशनम्।

कपीशमक्षहन्तारं वन्दे लङ्काभयङ्करम्॥५॥

महाव्याकरणाम्भोधिमन्थमानसमन्दरम्।

कवयन्तं रामकीर्त्या हनुमन्तमुपास्महे॥६॥

उल्लङ्घ्य सिन्धोः सलिलं सलीलं यः शोकवह्निं जनकात्मजायाः।

आदाय तेनैव ददाह लङ्कां नमामि तं प्राञ्जलिराञ्जनेयम्॥७॥

मनोजवं मारुततुल्यवेगं जितेन्द्रियं बुद्धिमतां वरिष्ठम्।

वातात्मजं वानरयूथमुख्यं श्रीरामदूतं शरणं प्रपद्ये॥८॥

आञ्जनेयमतिपाटलाननं काञ्चनाद्रिकमनीयविग्रहम्।

पारिजाततरुमूलवासिनं भावयामि पवमाननन्दनम्॥९॥

यत्र-यत्र रघुनाथकीर्तनं तत्र-तत्र कृतमस्तकाञ्जलिम्।

बाष्पवारिपरिपूर्णलोचनं मारुतिं नमत राक्षसान्तकम्॥१०॥

soratha:
ranavun pavanakumaar khal ban
ppaavak gyaanaghan.
jaasu hraday aagaar
basahin raam sar chaap dhar ॥1॥

 

atulitabaladhaaman hemashailaabhadehan,danujavanakrshaanun gyaaninaamagraganyam sakalagunanidhaanan vaanaraanaamadheeshan,raghupatipriyabhaktan vaatajaatan namaami
goshpadeekrtavaareeshan mashakeekrtaraakshasam.
raamaayanamahaamaalaaratnan vandenilaatmajam ॥4॥

anjanaanandanan veeran jaanakeeshokanaashanam.
kapeeshamakshahantaaran vande lankaabhayankaram ॥5॥

mahaavyaakaranaambhodhimanthamaanasamandaram.
kavayantan raamakeertya hanumantamupaasmahe ॥6॥

ullanghy sindhoh salilan saleelan yah shokavahnin janakaatmajaayaah.
aadaay tenaiv dadaah lankaan namaami tan praanjaliraanjaneyam ॥7॥

manojavan maarutatulyavegan jitendriyan buddhimataan varishtham.
vaataatmajan vaanarayoothamukhyan shreeraamadootan sharanan prapadye ॥8॥

aanjaneyamatipaatalaananan kaanchanaadrikamaneeyavigraham.
paarijaatatarumoolavaasinan bhaavayaami pavamaananandanam ॥9॥

yatr-yatr raghunaathakeertanan tatr-tatr krtamastakaanjalim.
baashpavaariparipoornalochanan maarutin namat raakshasaantakam ॥10॥

Tradução para o Português (a partir da tradução para o inglês do wikisource.org):

Eu me inclino para o filho do vento quem é tão destrutivo para o mal quanto o fogo é para a floresta, quem é uma nuvem de sabedoria, em cujo coração reside Rama, carregando o arco e flechas;

o centro de força incomensurável, possuindo um corpo brilhando como uma montanha de ouro, um incêndio para consumir a floresta da raça demoníaca, o principal entre os sábios;

casa de todas as virtudes, o chefe dos macacos, o amado devoto de Rama, eu saúdo o filho do vento;

quem fez o rei do mar parecer com o casco de uma vaca, quem fez os grandes demônios parecerem mosquitos, quem é a grande jóia na grande guirlanda da história de Rama, eu rezo para o filho do vento;

quem é o bebê de Anjana, quem é corajoso, quem é o destruidor da tristeza de Janaki, quem é o deus dos macacos, quem é o matador de Aksha, eu rezo ao terror de Lanka;

eu rezo ao Senhor Hanuman, conhecedor de todos os Vedas e da Gramática, cheio de virtudes, quem sempre canta a glória do Senhor Shree Rama;

quem quebrou brincando as águas do oceano, quem tirou as dores da filha de Janak (Sita), quem queimou Lanka, eu te saúdo, ó filho de Anjana;

quem ganhou sua mente, quem tem uma velocidade comparável à do vento, quem ganhou o controle sobre seus órgãos sensoriais, quem está entre os mais antigos no intelecto;

quem é o filho do vento, quem é o chefe da equipe de macacos, quem é o emissário de Rama, inclino minha cabeça e o saúdo!

Quem é o filho de Anjani, quem é o degolador dos demônios, quem é tão belo como um monte de ouro, quem vive perto das raízes da árvore de Paarijaat (a árvore dos desejos), eu me inclino diante do filho do vento.

Onde quer que o louvor do Senhor Rama seja cantado lá ele está sempre presente com cabeça curvada em veneração e com os olhos cheios de água (lágrimas).

Para o filho do vento, eu me curvo, aquele que acabou com os demônios.

Hanuman Bahuk, nossas dores e nosso entendimento sobre nossas dores

O poeta e místico hindu Goswami Tulsidas (गोस्वामी तुलसीदास) (1497/1532–1623 dC), entre outras obras consideradas de grande relevância poética, premido em certa época por doenças e dores lancinantes, principalmente nos braços, escreveu um poema denominado Hanuman Bahuk (हनुमान बाहुक), literalmente “O braço de Hanuman“, pedindo de modo tocante o fim de seu sofrimento, a cura de suas doenças.
Este longo poema de 44 estrofes permanece até hoje cantado pelo povo, musicado por vários compositores, com bastante devoção, em busca de cura para seus males.
A versão escrita abaixo foi feita, em hindi/devanágari e transliteração fonética para o inglês obtidas no sítio bolguru.com e tradução para o português que fiz a partir da tradução em inglês obtida do sítio hariharji.blogspot.com

Insisto:
a tradução sofrível em português da sofrível tradução em inglês, racionalizando significados quase literais, sem a apreensão do sentido poético original em língua tão difícil para nós ocidentais latinos/anglo/saxões, deve servir como acessório não fundamental.

Muito melhor é apreender a sonoridade do original (nunca achando que os hindus não raciocinam) numa prosódia sonora e melodicamente absorvente e agradável, que desperta sentimentos na mente e no coração.
Assim, mais que a tradução de significados em português e inglês é muito mais importante sentir e vivenciar a canção cantada e a transliteração sonora para o alfabeto latino realizada no modo como os ingleses escrevem os sons, depois de cerca de 200 anos de colonização, dominação e escravização da Índia.
Ainda não temos nem sei quando teremos uma transliteração sonora do hindi para o jeito como os de língua portuguesa escrevem os sons, mesmo depois de mais de 500 anos que o guerreiro português Vasco da Gama chegou à Índia e dominou por muitas décadas uma parte daquele povo.

(não se esqueça de ir até o final da postagem, devagar ou diretamente, não importa, para ler o verdadeiro sentido de nossa vida segundo o Tulsidas, mas também nunca se esquecendo de nosso Deus misericordioso, bondoso e amoroso).

Hindi/Devanágari
Transliteração
Português

सिंधु तरन, सिय–सोच हरन, रबि बाल बरन तनु ।
भुज बिसाल, मूरति कराल कालहु को काल जनु ॥
गहन–दहन–निरदहन लंक निःसंक, बंक–भुव ।
जातुधान–बलवान मान–मद–दवन पवनसुव ॥
कह तुलसिदास सेवत सुलभ सेवक हित सन्तत निकट ।
गुन गनत, नमत, सुमिरत जपत समन सकल–संकट–विकट ॥१॥

Sindhu-taran, Siya-soch-haran, Rabi-baalbaran-tanu |

Bhuj bisaal, moorti karaal, kaalhuko kaal janu ||

Gahan-dahan-nirdahan-lank nihsank, bank-bhuv |

Jaatudhaan-balvaan-maan-mad-davan pavansuv ||

Kah Tulsidas sevat sulabh, sevak hit santat nikat |

Gunganat, namat, sumirat, japat, saman sakal-sankat-bikat || 1 ||

Aquele cuja tonalidade do corpo é como a cor do sol nascente, que atravessou o oceano e dissipou o sofrimento de Shri Jankiji (um título de Sita, a filha de Janaka), cujas mãos são suficientemente longas para alcançar o joelho (sinal de grandes guerreiros), aquele com um rosto intimidante, que parece o destino fortuito do kaal (tempo da morte) em si.

Tulsidasji diz que, atendendo às necessidades de Pawan Kumar (um título de Hanumanji, o “filho do vento”), aquele que desafiadoramente incendiou a densa floresta de Lanka que não valia a pena queimar, que tem as sobrancelhas inclinadas e quebra a orgulhosa arrogância de poderosos demônios, o deus que se torna facilmente acessível, sempre próximo com sua bondade para aqueles que o reverenciam. E ele aniquila terríveis desastres quando cantamos suas glórias e o propiciamos, meditamos sobre ele e cantamos seu nome.

स्वर्न–सैल–संकास कोटि–रवि तरुन तेज घन ।
उर विसाल भुज दण्ड चण्ड नख–वज्रतन ॥
पिंग नयन, भृकुटी कराल रसना दसनानन ।
कपिस केस करकस लंगूर, खल–दल–बल–भानन ॥
कह तुलसिदास बस जासु उर मारुतसुत मूरति विकट ।
संताप पाप तेहि पुरुष पहि सपनेहुँ नहिं आवत निकट ॥२॥

Svaran-saail-sankas koti-rabi-tarun-tej-ghan |

Ur bisaal, bhujdandh chand nakh bajra bajratan ||

Ping nayan, bhrikutee karaal rasnaa dasnaanan |

Kapis kes, karkas langoor, khal-dal bal bhaanan ||

Kah Tulsidas bas jaasu ur maarutsut moorti bikat |

Santaap paap tehi purush panhi sapnehun nahin aavat nikat || 2 ||

Aquele cujo corpo físico é como SuMeru, a montanha sagrada feita de ouro, eternamente brilhante como milhões de sóis do meio-dia, é magnânimo, tem braços extremamente fortes, é dotado de um corpo e unhas que podem ser equiparadas à dureza de um diamante. Seus olhos são amarelados, enquanto as sobrancelhas, a língua, os dentes e o rosto são impressionantes, o cabelo é de cor marrom, a cauda é implacável e destrói a força dos perversos.

Tulsidasji diz que o sofrimento e os pecados não se atrevem a incomodar uma pessoa, mesmo em seus sonhos, se a forma temível de Hanumanji reside em seu coração.

पञ्चमुख–छःमुख भृगु मुख्य भट असुर सुर, सर्व सरि समर समरत्थ सूरो ।
बांकुरो बीर बिरुदैत बिरुदावली, बेद बंदी बदत पैजपूरो ॥
जासु गुनगाथ रघुनाथ कह जासुबल, बिपुल जल भरित जग जलधि झूरो ।
दुवन दल दमन को कौन तुलसीस है, पवन को पूत रजपूत रुरो ॥३॥

Panchmukh-chamukh-bhrigumukhya bhat-asur-sur,

Sarv-sari-samar samratth sooro |

Bankuro beer birudaait birudaavlee,

Baid bandee badat paaijpooro ||

Jaasu gungaath Raghunaath kah, jasu bal,

Bipul-jal-bharit jag-jaldhi jhooro |

Duvan-dal-damanko kaun Tulsees hai

Pavanko poot Rajpoot rooro || 3 ||

O guerreiro que é capaz de superar o Senhor Shiva, Kartikeya, Parshuram, demônios e deuses em audaciosos e corajosos feitos no campo de batalha. Os bardos dos Vedas aclamam você por ser um soldado astuto que mantém sua promessa e é altamente afamado  e honrado. A lenda cujas virtudes foram exaltadas pelo divino Shri Raghunathji por ele mesmo. Cujos atos valentes secaram o mundo e o oceano cheio de ondas crescentes.

Quem mais pode aniquilar o caos dos demônios exceto o Senhor de Tulsi, que é o bonito Rajput (Pawan Kumar, o “filho do vento”, munido com heroísmo, valentia e coragem marcial)? (Ninguém)

भानुसों पढ़न हनुमान गए भानुमन, अनुमानि सिसु केलि कियो फेर फारसो ।
पाछिले पगनि गम गगन मगन मन, क्रम को न भ्रम कपि बालक बिहार सो ॥
कौतुक बिलोकि लोकपाल हरिहर विधि, लोचननि चकाचौंधी चित्तनि खबार सो।
बल कैंधो बीर रस धीरज कै, साहस कै, तुलसी सरीर धरे सबनि सार सो ॥४॥

Bhanuson parrhan hanuman gaye bhanu man-

anumaani sisukeli kiyo pherphaar so |

Paachhile pagni gam gagan magan-man,

Kramko na bhram, kapi baalak-bihaar so ||

Kautuk biloki lokpaal hari har bidhi

Lochanani chakaachaundhee chitni khabhaar so |

Bal kaaidhaun beerras, dheeraj kai, sahas kai,

Tulsi sareer dhare sabniko saar so || 4 ||

Hanumanji foi ao Deus Sol para adquirir aprendizado. Supondo que fosse uma brincadeira infantil, o Deus deu uma desculpa (não posso ficar em quietude em um lugar e é impossível estudar sem estar face a face um ao outro). Caminhando para trás, Hanumanji circulou alegremente no céu como uma criança com o rosto em direção ao sol. E com este ato não havia nenhum tipo de confusão na sequência de seu aprendizado.

Vendo essa façanha milagrosa, os olhos de Indra, outras divindades, Vishnu, Rudra e Brahma ficaram deslumbrados e admirados. Tulsidasji diz que todos eles quiseram saber se o corpo de Hanumanji era constituído pela essência do poder impressionante, do sentimento heróico, da firmeza e da coragem.

भारत में पारथ के रथ केथू कपिराज, गाज्यो सुनि कुरुराज दल हल बल भो ।
कह्यो द्रोन भीषम समीर सुत महाबीर, बीर–रस–बारि–निधि जाको बल जल भो ॥
बानर सुभाय बाल केलि भूमि भानु लागि, फलँग फलाँग हूतें घाटि नभ तल भो ।
नाई–नाई–माथ जोरि–जोरि हाथ जोधा जो हैं, हनुमान देखे जगजीवन को फल भो ॥५॥

Bharatmein paarthke rathketu kapiraaj,

Gaajyo suni kururaaj dal halbal bho |

Kahayo Dron Bheesham sumeersut Mahaabeer,

Beer-ras-baari-nidhi jaako bal jal bho ||

Baanar subhaay baalkeli bhoomi bhaanu laagi,

Phalang phalaanghoonten ghaati nabhtal bho |

Naai-naai maath jori-jori haath jodha johain,

Hanuman dekhe jagjeevanko phal bho || 5 ||

Kapiraj (senhor dos macacos), Hanumanji, postou-se na bandeira da carruagem de Arjuna e rugiu, atentando para qual exército de Duryodhana estava aterrorizado, no Mahabharata. Dronacharya e Bheesham Pitamah confirmaram que este é o muito poderoso Pawan Kumar (o filho de Deus do Vento), cuja força tem sido a água do oceano heroico.

Seu salto instintivo da terra ao sol fez com que a abóbada do céu aparecesse a menos de um passo, exatamente como uma peça infantil. Todos os heróis valentes inclinam a cabeça e adulam-no com as mãos em concha em posição de oração. Tendo darshan ou observando Hanumanji desta forma, eles tiveram a fruição de viver neste mundo.

गो–पद पयोधि करि, होलिका ज्यों लाई लंक, निपट निःसंक पर पुर गल बल भो ।
द्रोन सो पहार लियो ख्याल ही उखारि कर, कंदुक ज्यों कपि खेल बेल कैसो फल भो ॥
संकट समाज असमंजस भो राम राज, काज जुग पूगनि को करतल पल भो ।
साहसी समत्थ तुलसी को नाई जा की बाँह, लोक पाल पालन को फिर थिर थल भो ॥६॥

Gopad payodhi kari holika jyon layee lank,

Nipat nisank parpur galbal bho |

Dron-so pahaar liyo khyaal hee ukhari kar,

Kanduk-jyon kapikhel bel kaaiso phal bho ||

Sankatsamaaj asmanjas bho Ramraaj

Kaaj jug-poogniko kartal pal bho |

Saahsee samatth Tulsiko naah jaaki baanh,

Lokpaal paalanko phir thir thal bho || 6 ||

Fazendo o oceano parecer um casco de vaca, aquele que sem medo queimou a bem guardada cidade de Lanka como Holika, levando ao pânico na cidade dos estrangeiros (inimigos). Aquele que divertidamente arrancou pela raiz a pesada montanha Dron e levantou-a como uma bola. Em breve tornou-se um brinquedo para divertimento aquele Kapiraj (senhor dos macacos) como um fruto da macieira.

Durante o reinado de Lord Rama a incerteza surgiu devido a dificuldades terríveis (Laxman shakti). A tarefa que deveria ser realizada em várias épocas veio sob seu controle em segundos (por seus valentes feitos durante aquele tempo). O Senhor de Tulsi é muito corajoso e poderoso, seus braços foram usados para sustentar deidades e foram fundamentais para resolvê-las mais de uma vez.

कमठ की पीठि जाके गोडनि की गाड़ैं मानो, नाप के भाजन भरि जल निधि जल भो ।
जातुधान दावन परावन को दुर्ग भयो, महा मीन बास तिमि तोमनि को थल भो ॥
कुम्भकरन रावन पयोद नाद ईधन को, तुलसी प्रताप जाको प्रबल अनल भो ।
भीषम कहत मेरे अनुमान हनुमान, सारिखो त्रिकाल न त्रिलोक महाबल भो ॥७॥

Kamathkee peethi jaake gorhnikee gaarhain maano

Naapke bhaajan bhari jalnidhi-jal bho |

Jaatudhaan-daavan paraavanko durge bhayo,

Mahaameenbaas timi tomaniko thal bho ||

Kumbhkaran-Ravan-payodnaad-eedhanko

Tulsi prataap jaako prabal anal bho |

Bheesham kahat mere anumaan Hanuman-

Saarikho trikaal na trilok mahaabal bho || 7 ||

Ocos feitos nas costas da tartaruga (a mitologia hindu afirma que a terra é apoiada na parte de cima de uma tartaruga) com os pés de Hanumanji tornaram-se recipientes para armazenar a água do oceano, enquanto destruía as forças do mal para as quais esse verdadeiro oceano se tornou uma fortaleza para onde os demônios fugiam e se escondiam.

Tulsidasji diz que aquele cujo valor furioso se tornou fogo para queimar o combustível de Ravana, Kumbhkaran e Meghnadh. Bheesham Pitamah afirma: “Em minha opinião, não havia ninguém tão poderoso quanto Hanumanji em todos os três mundos (regiões cosmológicas) e idades (satva, treta e dvapara)”.

दूत राम राय को सपूत पूत पौनको तू, अंजनी को नन्दन प्रताप भूरि भानु सो ।
सीय–सोच–समन, दुरित दोष दमन, सरन आये अवन लखन प्रिय प्राण सो ॥
दसमुख दुसह दरिद्र दरिबे को भयो, प्रकट तिलोक ओक तुलसी निधान सो ।
ज्ञान गुनवान बलवान सेवा सावधान, साहेब सुजान उर आनु हनुमान सो ॥८॥

Doot Ramrayko, sapoot poot paunko, too

Anjaneeko nandan prataap bhoori bhaanu so |

Seey-soch-saman, durit-dosh-daman,

Saran aaye avan, lakhanpriya praan so ||

Dasmukh dusah daridra daribeko bhayo,

Pratak tilok aok Tulsi nidhaan so |

Gyan-gunvaan balvaan sevaa saavdhaan,

Saaheb sujaan ur aanu Hanuman so || 8 ||

Você é o enviado do Rei Ramchandraji, o filho perfeitamente capaz do Deus do Vento, dando alegria à Devi Anjani (mãe de Hanuman), brilhantemente enérgico como inumeráveis sóis, aquele que alivia a tristeza de Sitaji, o destruidor de pecados e vícios, protegendo aqueles que procuram refúgio e querido por Lakshmanji como sua própria vida.

Para pôr fim ao Ravana de Tulsidasji de uma desgraça insuportável, encarnou-se nas três lokas (regiões cosmológicas) como abrigo. Eu digo, pessoas: vocês devem fazer um senhor inteligente experiente, virtuoso e poderoso como o Hanumanji, que está alerta em atender às nossas necessidades, morar em seus corações.

दवन दुवन दल भुवन बिदित बल, बेद जस गावत बिबुध बंदी छोर को ।
पाप ताप तिमिर तुहिन निघटन पटु, सेवक सरोरुह सुखद भानु भोर को ॥
लोक परलोक तें बिसोक सपने न सोक, तुलसी के हिये है भरोसो एक ओर को ।
राम को दुलारो दास बामदेव को निवास। नाम कलि कामतरु केसरी किसोर को ॥९॥

Davan-duvan-dal bhuvan-bidit bal,

Baid jas gaavat bibudh bandeechor ko |

Paap-taap-timir tuhin-vightan-patu,

Sevak-saroruh sukhad bhaanu bhorko ||

Lok-parlokten bisok sapne na sok,

Tulsike hiye hai bharoso ek aorko |

Ramko dulaaro daas baamdevko nivaas,

Naam kali-kaamtaru Kesari-kisorko || 9 ||

Aquele que é reconhecido pelo mundo por seus valentes atos que destruíram as tropas de demônios. Os Vedas cantam suas glórias: quem mais além de Pavan Kumar (o filho do Deus do Vento) poderia libertar as divindades da prisão? Você é especialista em reduzir a geada de pecados e sofrimentos obscuros e é muito parecido com o sol da madrugada ao agradar o lótus como um devoto. O coração de Tulsi confia implicitamente em Hanumanji e ele não se preocupa com o mundo mundano ou com o próximo mundo, mesmo nos seus sonhos, sendo livre de dor.

O nome do filho de Kesari, que é o querido de Ramachandraji e a presença viva de Shiva (um dos onze Rudras) é como o kalpavriksha (fabulosa árvore do paraíso de Krishna que concede todos os desejos) no yuga de kali (nome da última e pior das quatro idades, no final do qual o mundo será destruído).

महाबल सीम महा भीम महाबान इत, महाबीर बिदित बरायो रघुबीर को ।
कुलिस कठोर तनु जोर परै रोर रन, करुना कलित मन धारमिक धीर को ॥
दुर्जन को कालसो कराल पाल सज्जन को, सुमिरे हरन हार तुलसी की पीर को ।
सीय–सुख–दायक दुलारो रघुनायक को, सेवक सहायक है साहसी समीर को ॥१०॥

Mahaabal-seem,mahaabheem,mahaabaanit,

Mahabeer bidit barayo Raghubeerko |

Kulis-kathortanu jorparai ror ran,

Karuna-kalit man dhaarmik dheerko ||

Durjanko kaalso karaal paal sajjanko,

Sumire haranhaar Tulsiki peerko |

Seey-sukhdaayak dulaaro Raghunaayak ko,

Sevak sahaayak hai saahsee sameerko || 10 ||

Você atingiu o auge do valor, é intensamente temível, muito corajoso e o guerreiro de célebre grande poder escolhido por Raghunathji. Tendo um corpo tão duro como um diamante, quando Hanumanji faz uso de seu poder, o pandemônio se solta no campo de batalha. Com segurança, ele age com ternura amorosa e firmeza em todos os lugares. Para os ímpios, ele é tão aterrador como kaal (Yama, o deus de morte) e é um protetor dos virtuosos, que alivia a tristeza de Tulsi quando este faz smarana ou medita sobre ele. Pavan Kumar é o doador de alegria para Sitaji, o querido de Raghunathji e ele é muito audacioso, audaz, corajoso, em ajudar sevakas ou devotos.

रचिबे को बिधि जैसे, पालिबे को हरि हर, मीच मारिबे को, ज्याईबे को सुधापान भो ।
धरिबे को धरनि, तरनि तम दलिबे को, सोखिबे कृसानु पोषिबे को हिम भानु भो ॥
खल दुःख दोषिबे को, जन परितोषिबे को, माँगिबो मलीनता को मोदक दुदान भो ।
आरत की आरति निवारिबे को तिहुँ पुर, तुलसी को साहेब हठीलो हनुमान भो ॥११॥

Rachibeko bidhi jaise, paalibeko hari, har

Meech maaribeko, jyaibeko sudhaapaan bho |

Dharibeko dharni, tarni tam dalibeko,

Sokhibe krisaanu, poshibeko him-bhaanu bho ||

Khal-dukh-doshibeko, jan-paritoshibeko,

Maangibo maleentaako modak sudaan bho |

Aaratkee aarti nivaaribeko tihoon pur,

Tulsiko saheb hatheelo Hanuman bho || 11 ||

Você é como Brahma para criar o universo, Vishnu para preservar o mundo, Rudra (um título de Shiva) para dissolução do mundo e ambrosia para conferir imortalidade, a terra por nos carregar, o sol para nos livrar da escuridão, o fogo para secar, a lua e o sol para nos nutrir, desencadeando a miséria sobre os perversos e desgraçando-os, satisfazendo os devotos sevaka, doador do deleite de destruir completamente a sujeira das demandas.

O swami ou o Senhor de Tulsi, Shri Hanumanji tem sido fiel à sua promessa de aliviar o sofrimento dos oprimidos, nas três lokas.

सेवक स्योकाई जानि जानकीस मानै कानि, सानुकूल सूलपानि नवै नाथ नाँक को ।
देवी देव दानव दयावने ह्वै जोरैं हाथ, बापुरे बराक कहा और राजा राँक को ॥
जागत सोवत बैठे बागत बिनोद मोद, ताके जो अनर्थ सो समर्थ एक आँक को ।
सब दिन रुरो परै पूरो जहाँ तहाँ ताहि, जाके है भरोसो हिये हनुमान हाँक को ॥१२॥

Sevak syokaee jaani jaankees maanai kaani,

Saanukool soolpaani navaai naath naankko |

Devi dev daanav dayaavane havaai joraain haath,

Baapure baraak kahaa aur raja raankko ||

Jaagat sovat baithe baagat binod mod,

taakai jo anarth so samarth ek aankko |

sab din rooro paraai pooro jahan-tahan taahi,

jaake hai bharoso hiye hanuman haankko || 12 ||

Compreendendo o serviço de seu devoto Hanumanji, Jankinath (um título de Rama, o “marido de Janki”) ficou embaraçado ou muito obrigado, em outras palavras. Shivji e Indra, o senhor dos céus, rendem obediência a ele. Deuses, deusas e demônios tornam-se receptores de sua misericórdia e postam suas mãos em oração, assim é o que mantém os reis e os outros miseráveis pobres que sofrem.

Que doutrina tem a capacidade de prejudicar o devoto de Pavan Kumar, quando ele está acordado, dormindo, sentado, vagando, ostentando ou absorvido de alegria? Quem tiver fé em chamar Anjani Kumar (filho de Anjani), todos os seus dias passarão de maneira excelente, onde quer que esteja.

सानुग सगौरि सानुकूल सूलपानि ताहि, लोकपाल सकल लखन राम जानकी ।
लोक परलोक को बिसोक सो तिलोक ताहि, तुलसी तमाइ कहा काहू बीर आनकी ॥
केसरी किसोर बन्दीछोर के नेवाजे सब, कीरति बिमल कपि करुनानिधान की ।
बालक ज्यों पालि हैं कृपालु मुनि सिद्धता को, जाके हिये हुलसति हाँक हनुमान की ॥१३॥

Saanug sagauri saanukool soolpani taahi,

Lokpaal sakal lakhan ram janki |

Lok parlokko bisok so tilok taahi,

Tulsi tamai kahaa kaahu beer aankee ||

Kesarikisor bandeechorke nevaaje sab,

Keerti bimal kapi karunanidhaankee |

Balak-jyon paalihain kripaalu muni siddh taako,

jaake hiye hulsati haank hanumanki || 13 ||

Senhor Shankar, Parvatiji, seus devotos, deidades que presidem as lokas, Shri Ramchandraji, Janki e Lakshmanji estão todos satisfeitos com a pessoa cujo coração invoca alegremente Hanumanji. Tulsidasji diz depois disso: como uma pessoa triste pode buscar o refúgio de qualquer outro guerreiro nos três lokas ou mundos?

Ao agradar o filho compassivo de Kesari, o Hanumanji de coração esclarecido, todos os grandes sábios têm misericórdia desse devoto e o criam como um filho. Tão pura é a glória da suprema compaixão, Kapiraj (um título de Hanumanji).

करुनानिधान बलबुद्धि के निधान हौ, महिमा निधान गुनज्ञान के निधान हौ ।
बाम देव रुप भूप राम के सनेही, नाम, लेत देत अर्थ धर्म काम निरबान हौ ॥
आपने प्रभाव सीताराम के सुभाव सील, लोक बेद बिधि के बिदूष हनुमान हौ ।
मन की बचन की करम की तिहूँ प्रकार, तुलसी तिहारो तुम साहेब सुजान हौ ॥१४॥

Karuna nidhaan, balbudhike nidhaan, mod-

mahimanidhaan, gun-gyaanke nidhaan hau |

Baamdev-roop, bhoop Ramke sanehee, naam

lait-dait arth dharm kaam nirbaan hau ||

Aapne prabhav, Sitanathke subhaav seel,

Lok-baid-bidhike bidush Hanuman hau |

Mankee, bachankee, karamkee tihoon prakar,

Tulsi tihaaro tum saheb sujaan hau || 14 ||

Você é um tesouro de misericórdia, a morada do poder da inteligência, o santuário da bem-aventurança e o templo das virtudes do conhecimento; amado por Raja Ramchandra, você é a forma encarnada de Shankarji, e ao cantar o seu nome recebemos o significado, a religião, o trabalho e a salvação. Ó Hanumanji! Você é instruído na natureza virtuosa de Shri Raghunathji, nas normas convencionais do mundo e nas regras dos Vedas por causa de sua energia!

Tulsi é seu escravo em todas as três perspectivas de mente, palavra e ação e você é o mestre inteligente. Ou, em outras palavras, sabe tudo o que está acontecendo dentro e fora de nós.

मन को अगम तन सुगम किये कपीस, काज महाराज के समाज साज साजे हैं ।
देवबंदी छोर रनरोर केसरी किसोर, जुग जुग जग तेरे बिरद बिराजे हैं ।
बीर बरजोर घटि जोर तुलसी की ओर, सुनि सकुचाने साधु खल गन गाजे हैं ।
बिगरी सँवार अंजनी कुमार कीजे मोहिं, जैसे होत आये हनुमान के निवाजे हैं ॥१५॥

Manko agam, tan sugam kiye kapees,

Kaaj mahaaraajke samaaj saaj saaje hain |

Dev-bandeechor ranror Kesreekisor,

Jug-jug jag tere birad biraaje hain ||

Beer barjor, ghati jor Tulsiki aur

Suni sakuchaane saadhu, khalgan gaaje hain |

Bigree sanvaar Anjanikumar keeje mohin,

Jaise hot aaye Hanumanke nivaaje hain | 15 ||

Ó, Kapiraaj! A tarefa de Maharaj Ramchandraji, que não era mentalmente viável para todas as tropas armadas, vestido com elegância você conseguiu essa façanha com o corpo e a tornou facilmente acessível. Ó KesariKishor (filho de Kesari)! Você é aquele que libertou os deuses da prisão, criou um alvoroço no campo de batalha e, desde há tempos, sua fama é reconhecida em todo o mundo.

Ó guerreiro valente! Por que seu poder se reduziu para Tulsi, atentando que os ascetas estão perplexos e os ímpios se regozijam. Ó, Anjani Kumar (“Filho de Anjani”)! Corrija a minha lastimável agonia da mesma maneira que a melhorou anteriormente quando você estava satisfeito.

जान सिरोमनि हो हनुमान सदा जन के मन बास तिहारो ।
ढ़ारो बिगारो मैं काको कहा केहि कारन खीझत हौं तो तिहारो ॥
साहेब सेवक नाते तो हातो कियो सो तहां तुलसी को न चारो ।
दोष सुनाये तैं आगेहुँ को होशियार ह्वैं हों मन तो हिय हारो ॥१६॥

Jaansiromani hau Hanuman sadaa janke man baas tihaaro |

Dhaaro bigaaro main kaako kahaa kehi kaaran kheejhat haun to tihaaro ||

Saaheb sevak naate te haato kiyo so tahaan Tulsiko na chaaro |

Dosh sunaaye tain aagehunko hoshiyaar havai hon man tau hiye haaro ||16||

Ó Hanumanji! Você é o paradigma do conhecimento e você sempre habita nas mentes de sevakas ou devotos. De que maneira eu prejudico a causa de qualquer um? Por que você está insatisfeito quando estou ao seu serviço? Ó Swami! Você me dispensou do laço de um devoto e Tulsi não tem nada a dizer sobre este assunto. Mesmo que a mente tenha perdido a conquista de seu apoio, diga-me a minha culpa, para que eu possa ter cuidado no futuro.

तेरे थपै उथपै न महेस, थपै थिर को कपि जे उर घाले ।
तेरे निबाजे गरीब निबाज बिराजत बैरिन के उर साले ॥
संकट सोच सबै तुलसी लिये नाम फटै मकरी के से जाले ।
बूढ भये बलि मेरिहिं बार, कि हारि परे बहुतै नत पाले ॥१७॥

Tere thape uthapaai na mahes, thapaai thirko kapi je ghar ghaale |

Tere nivaaje gareebnivaaj biraajat baairinke ur saale |

Sankat soch sabaai Tulsi liye naam phataai makreeke-se jaale |

Boorh bhaye, bali, merihi baar, ki haari pare bahutaai natt paale || 17 ||

Ó, rei dos macacos! Mesmo Lord Shankar não pode arruinar a pessoa que você sossegou. E quem pode estabelecer uma casa que você condenou? Ó Senhor, gentil com os pobres! Aqueles com os quais você está satisfeito, habitam como dor no coração dos inimigos.

Tulsidasji afirma que, ao tomar seu nome, todas as adversidades e preocupações são rasgadas em pedaços como uma teia de aranha. Balihari (o afetuoso)! Você envelheceu durante o meu apuro ou então você está fatigado por cuidar de tanta gente atingida pela pobreza? (Portanto, você está negligente para me livrar da minha agonia).

सिंधु तरे बड़े बीर दले खल, जारे हैं लंक से बंक मवासे ।
तैं रनि केहरि केहरि के बिदले अरि कुंजर छैल छवासे ॥
तोसो समत्थ सुसाहेब सेई सहै तुलसी दुख दोष दवा से ।
बानरबाज ! बढ़े खल खेचर, लीजत क्यों न लपेटि लवासे ॥१८॥

Sindhu tare, barhe beer dale khal, jaare hain lankse bank mavaa se |

Taain ran-kehri kehrike bidle ari-kunjar chaail chavaa se ||

Toson samath susaaheb sei sahaai Tulsi dukh dosh davaase |

Baanar baaj barhe khal-khechar, leejat kyon na lapeti lavaa-se || 18 ||

Depois de atravessar o oceano, destruir completamente grandes demônios malignos e queimar uma fortaleza temível como Lanka. Ó leão da batalha na selva! Os demônios nossos inimigos pareciam os jovens adornados de um elefante, e você os venceu como um leão.

É chocante que Tulsi tenha que suportar o fogo da ofensa e tristeza enquanto atendendo às necessidades de um Senhor tão poderoso e virtuoso como você. Ó falcão na forma de um macaco! Vários pássaros de homens perversos aumentaram em número, por que você não os embaraça como a uma codorniz?

अच्छ विमर्दन कानन भानि दसानन आनन भा न निहारो ।
बारिदनाद अकंपन कुंभकरन से कुञ्जर केहरि वारो ॥
राम प्रताप हुतासन, कच्छ, विपच्छ, समीर समीर दुलारो ।
पाप ते साप ते ताप तिहूँ तें सदा तुलसी कह सो रखवारो ॥१९॥

Achh-vimardan kaanan-bhaani dasaanan aanan bhaan nihaaro |

Baaridnaad ankpan kumbhkaran-se kunjar kehri-baaro ||

Ram-prataap-hutaasan, kachh,bipachh, sameer sameerdulaaro |

Paapten, saapten, taap tihoonte sadaa Tulsi kahan so rakhvaaro || 19 ||

Ó Hanumanji, o matador de Akshara Kumar! Você criou estragos e destruiu o Ashok Vatika. E nem sequer olhou para a extraordinária energia de um guerreiro brilhante como Ravana ou estava menos preocupado com ele. Você é um leão no auge de sua juventude, esmagando o frenesi de elefantes como Meghnath, Akampan e Kumbhkaran.

O valor do Senhor Rama age como um fogo para um monte de palhas da oposição e Pavan Kumar (filho de Pavan o deus do vento) trabalha como o vento. O mesmo filho do Deus do Vento está indo resgatar Tulsidas de pecados, maldições e sofrimentos, todos os três, para sempre.

जानत जहान हनुमान को निवाज्यो जन, मन अनुमानि बलि बोल न बिसारिये ।
सेवा जोग तुलसी कबहुँ कहा चूक परी, साहेब सुभाव कपि साहिबी संभारिये ॥
अपराधी जानि कीजै सासति सहस भान्ति, मोदक मरै जो ताहि माहुर न मारिये ।
साहसी समीर के दुलारे रघुबीर जू के, बाँह पीर महाबीर बेगि ही निवारिये ॥२०॥

Jaanat jahaan Hanumanko nivaajyau jan,

Man anumaani, bali, bol na bisaariye |

Sevaa-jog Tulsi kabhoon kahaa chook paree,

Saheb subhaav kapi saahibee sanbhaariye ||

Apraadhee jaani keejaai saasti sahas bhaanti,

Modak maraai jo, taahi maahur na maariye |

Saahsee sameerke dulaare Raghubeerjooke,

Baanh peer Mahaabeer begi hee nivaariye || 20 ||

Ó Hanumanji! Imploro devotamente que você não deve se esquecer de sua promessa. Considere o que o mundo sabe que a pessoa que é recipiente da sua graça é livre de angústia e sempre encantada. Ó Swami Kapiraj! Valeu a pena Tulsi ser seu sevak uma vez? Que erro ele cometeu, por favor tome o controle de sua imponência.

Se você me considera culpado me deixe miserável em milhares de maneiras, mas não mate uma pessoa por veneno se ela puder morrer dando-lhe laddus (um doce hindu). Ó Mahabali (um título de Hanumanji), corajoso querido do vento e por Raghunathji! Rapidamente livre-me da dor em meus braços.

बालक बिलोकि, बलि बारें तें आपनो कियो, दीनबन्धु दया कीन्हीं निरुपाधि न्यारिये ।
रावरो भरोसो तुलसी के, रावरोई बल, आस रावरीयै दास रावरो विचारिये ॥
बड़ो बिकराल कलि काको न बिहाल कियो, माथे पगु बलि को निहारि सो निबारिये ।
केसरी किसोर रनरोर बरजोर बीर, बाँह पीर राहु मातु ज्यौं पछारि मारिये ॥२१॥

Baalak biloki, bali baareten aapno kiyo |

Deenbandhu dayaa keenheen nirupaadhi nyaariye |

Raavro bharoso Tulsike, Raavroee bal,

Aas raavreeyaai, daas raavro bichaariye ||

Barho bikraal kali, kaako na bihaal kiyo,

Maathe pagu baleeko, nihaari so nivaariye |

Kesreekisor, ranror, barjor beer,

Bahunpeer raahumaatu jyaun pachaari maariye || 21 ||

Ó, Deenbandhu (amigo do pobre)! Eu devotadamente imploro isso desde que você fez este menino Tulsi sua propriedade na própria infância, era exclusivamente misericordioso e não ilusório em vê-lo. Apenas considere-o ser seu escravo, tendo uma confiança implícita em você, em seu poder. Quem não foi perturbado pelo extremamente aterrorizante kali yuga ou idade? Seja bondoso o suficiente para remover o pé desta força poderosa pisoteando minha testa também. Ó filho de Kesari, o herói valente! Por causa de você, o pandemônio se solta na batalha.

Derrube a dor que está machucando meus braços como a leoa que é a mãe de Rahu (demônio que captura o sol e a lua na boca e assim causa eclipses) e mate-o.

उथपे थपनथिर थपे उथपनहार, केसरी कुमार बल आपनो संबारिये ।
राम के गुलामनि को काम तरु रामदूत, मोसे दीन दूबरे को तकिया तिहारिये ॥
साहेब समर्थ तो सों तुलसी के माथे पर, सोऊ अपराध बिनु बीर, बाँधि मारिये ।
पोखरी बिसाल बाँहु, बलि, बारिचर पीर, मकरी ज्यों पकरि के बदन बिदारिये ॥२२॥

Uthape thapanthir thape uthpanhaar,

Kesreekumar bal aapno sambhariye |

Ramke gulaamniko kaamtaru Ramdoot,

Mose deen doobareko takiyaa tihaariye ||

Saheb samarth toson Tulsike maathe par,

Sou apraadh binu beer, baandhi maariye |

Pokhree bisaal banhu, bali baarichar peer,

Makree jyaun pakrikaai badan bidaariye || 22||

Ó Kesari Kumar! Você é o único a apaziguar aqueles que foram arruinados (Sugreev-Vibhishan) e arrancar pela raiz aqueles que estão prosperando (Ravana e outros). Contemple nesse seu poder. Ó enviado de Rama! Você é como a kalpavriksha (árvore que concede todos os desejos) para os sevakas ou devotos de Ramchandra. O miserável e fraco como eu confia totalmente em você. Ó valente! Mesmo com um swami poderoso como você sendo resplandecente na testa de Tulsi, ele está sujeito e castigado.

Eu imploro isso, pois meus braços são como um enorme lago e essa dor é semelhante a um animal anfíbio vivendo nela, pegue esse anfíbio e remova abrindo sua boca como de um crocodilo fêmea.

राम को सनेह, राम साहस लखन सिय, राम की भगति, सोच संकट निवारिये ।
मुद मरकट रोग बारिनिधि हेरि हारे, जीव जामवंत को भरोसो तेरो भारिये ॥
कूदिये कृपाल तुलसी सुप्रेम पब्बयतें, सुथल सुबेल भालू बैठि कै विचारिये ।
महाबीर बाँकुरे बराकी बाँह पीर क्यों न, लंकिनी ज्यों लात घात ही मरोरि मारिये ॥२३॥

Ramko saneh, Ram saahas lakhan siya,

Ramkee bhagti, soch sankat nivaariye |

Mud-markat rog-baarinidhi heri haare,

Jeev-jaamvantko bharoso tero bhaariye ||

Koodiye kripaal Tulsi suprem-pabbyaten,

Suthal subel bhaalu baaithikaai bichaariye |

Mahabeer bankure baraakee banhpeer kyon na,

Lankinee jyon laatghaat hee marori maariye || 23 ||

Pela graça de Rama, Lakshmana e Jankiji tenho carinho e devoção religiosa por Ramchandraji juntamente com ousadia (por enfrentamentos firmes), portanto, livre-me da minha dor crítica. O macaco do deleite foi derrotado mentalmente ao ver o oceano infinito de doenças enquanto o Jambvant (o rei dos ursos que era o mais velho dos soldados no exército de Rama e seu conselheiro também) dos seres vivos tem confiança implícita em você. Ó misericordioso! Salte da montanha da ternura amorosa de Tulsi desde que Jambvant espera com expectativa enquanto está sentado no poderoso monte do coração, que é o lugar mais excelente.

Ó Mahabali, o guerreiro corajoso! Por que você não me livra de minha Lankini (principal guardiã protegendo os portões da cidade de Lanka ) de uma dolorosa agonia, torcendo-a com um golpe de sua perna?

लोक परलोकहुँ तिलोक न विलोकियत, तोसे समरथ चष चारिहूँ निहारिये ।
कर्म, काल, लोकपाल, अग जग जीवजाल, नाथ हाथ सब निज महिमा बिचारिये ॥
खास दास रावरो, निवास तेरो तासु उर, तुलसी सो, देव दुखी देखिअत भारिये ।
बात तरुमूल बाँहूसूल कपिकच्छु बेलि, उपजी सकेलि कपि केलि ही उखारिये ॥२४॥

Lok-parlokhoon tilok na bilokiyat,

Tose samrath chash chaarihoon nihaariye |

Karm, kaal, lokpaal, ag-jag jeevjaal,

Naath haath sab nij mahimaa bichaariye ||

Khaas daas raavro, nivaas tero taasu ur,

Tulsi so dev dukhee dekhiyat bhaariye |

Baat tarumool banhusool kapikachhu-beli,

Upjee sakeli kapikeli hee ukhaariye || 24 ||

Quando olho em todo o mundo mundano, o próximo mundo e as três lokas (regiões cosmológicas) não posso ver ninguém tão capaz quanto você. Ó, Nath! Karmas (ações), kaal (tempo ou idade), lokpaals (deidades que presidem as regiões do universo) e toda a multidão fixa e movimentada de seres vivos está em suas mãos. Considere sua grandeza majestosa.

Ó Deus! Tulsi é seu assistente pessoal, você habita em seu coração e ele parece estar sofrendo imensamente. A dor que surge do vento (como um humor corporal) é como a trepadeira de kevaanch (uma planta medicinal). Reunindo suas raízes que brotaram, arranca-os como um esporte divertido de um macaco.

करम कराल कंस भूमिपाल के भरोसे, बकी बक भगिनी काहू तें कहा डरैगी ।
बड़ी बिकराल बाल घातिनी न जात कहि, बाँहू बल बालक छबीले छोटे छरैगी ॥
आई है बनाई बेष आप ही बिचारि देख, पाप जाय सब को गुनी के पाले परैगी ।
पूतना पिसाचिनी ज्यौं कपि कान्ह तुलसी की, बाँह पीर महाबीर तेरे मारे मरैगी ॥२५॥

Karam-karaal-kans Bhoomipaalke bharose,

Bakee bakbhaginee kaahooten kahaa daraaigee|

Barhee bikraal baalghaatinee na jaat kahi,

Baanhubal baalak chabeele chote charaaigee||

Aaee haai banaae besh aap hee bichaari dekh,

Paap jaaya sabko guneeke paale paraaigee|

Pootna pisaachinee jyaaun kapikaanh Tulsikee,

Baanhpeer mahaabeer, tere maare maraaigee|| 25 ||

O menino Senhor Krishna matou a demônia Putana. Será que Putana, a irmã de Bakasura, tem medo de qualquer um, dependendo do terrível rei Kamsa dos karmas? Muito perigoso matar crianças, cuja līlā ou brincadeira não pode ser narrada, ela vai iludir os pequenos infantes ingênuos. Você reflita e considere. Ela veio sob a aparência de uma mulher bonita e, no caso dela cair nas garras de uma pessoa virtuosa como você, todos os pecados serão aniquilados. Ó, Kapiraj, o mais poderoso!

A dor machucando os braços de Tulsi é como a Putana demoníaca e você é muito como a criança Krishna. Ela só morrerá quando você matá-la.

भाल की कि काल की कि रोष की त्रिदोष की है, बेदन बिषम पाप ताप छल छाँह की ।
करमन कूट की कि जन्त्र मन्त्र बूट की, पराहि जाहि पापिनी मलीन मन माँह की ॥
पैहहि सजाय, नत कहत बजाय तोहि, बाबरी न होहि बानि जानि कपि नाँह की ।
आन हनुमान की दुहाई बलवान की, सपथ महाबीर की जो रहै पीर बाँह की ॥२६॥

Bhaalkee ki kaalkee ki roshkee tridoshkee hai,

Bedan bisham paap-taap chalchaanhkee |

Karman kootkee ki jantramantra bootkee,

Paraahi jaahi paapinee maleen manmaanhkee ||

Paaihhi sajaay nat kahat bajaay tohi,

Baavree na hohi baani jaani kapinaanhkee |

Aan Hanumaankee dohaaee balvaankee,

Sapath Mahaabeerkee jo rahaai peer baanhkee || 26 ||

Essa dor lancinante é destino ou tempo, um resultado de raiva que é tridosh (desordem tripla de bile, sangue e fleuma) ou meus pecados horríveis, tristeza ou então uma miragem. A maneira de matar ou yantra é o fruto de uma árvore de Mantras (encantamento). Ó, pecadora Putana, você é malvada! Corra, ou então eu anuncio abertamente que você pode se tornar insana em conhecer a ira de Kapiraj.

Se a dor que aflige meus braços continua, juro e choro por ajuda ao poderoso e potente Hanumanji.

सिंहिका सँहारि बल सुरसा सुधारि छल, लंकिनी पछारि मारि बाटिका उजारी है ।
लंक परजारि मकरी बिदारि बार बार, जातुधान धारि धूरि धानी करि डारी है ॥
तोरि जमकातरि मंदोदरी कठोरि आनी, रावन की रानी मेघनाद महतारी है ।
भीर बाँह पीर की निपट राखी महाबीर, कौन के सकोच तुलसी के सोच भारी है ॥२७॥

Sinhika sanhaari bal, sursaa sudhaari chhal,

Lankinee pachhaari maari baatika ujaaree hai |

Lank parjaari makree bidaari baarbaar,

Jaatudhaan dhaari dhooridhaanee kari daaree haai ||

Tori jamkaatari Madodri karhori aanee,

Ravankee raanee Meghnad Manhtaaree haai ||

Bheer baanhpeerkee nipat raakhee Mahaabeer,

Kaaunke sakoch Tulsike soch bhaaree haai || 27 ||

Abatendo o poder de Sinhika (demônia que se levantou das águas e engoliu Hanuman quando ele se aproximava de Lanka. Dentro da demônia, Hanuman esmagou seu coração e escapou através de sua orelha), reformando a fraude de Sursa (demônia que bloqueou o mar para Lanka. Tornando-se muito pequeno, Hanumanji entrou através de sua orelha e saiu pela boca, cumprindo assim a benção de que todos os que se aventuraram aqui devem passar pela boca), matando Lankini (a demônia que guardava Lanka) e assolando o Ashok Vatika (um jardim em Lanka onde Sita foi mantida em cativeiro por Ravana).

Queimando a cidade de Lanka virada em cinzas, você aniquilou repetidamente as tropas de demônios, destruindo-as como uma crocodilo fêmea. Esfrangalhando a espada de Yamraj ou, em outras palavras expondo-a, você trouxe para fora a mãe de Meghnad e mulher de Ravana, Mandodari, do palácio real. Ó grandemente poderoso Kapiraj! Tulsi está muito preocupado porque você abandonou a terrível dor de seus braços intimidado por alguém.

तेरो बालि केलि बीर सुनि सहमत धीर, भूलत सरीर सुधि सक्र रवि राहु की ।
तेरी बाँह बसत बिसोक लोक पाल सब, तेरो नाम लेत रहैं आरति न काहु की ॥
साम दाम भेद विधि बेदहू लबेद सिधि, हाथ कपिनाथ ही के चोटी चोर साहु की ।
आलस अनख परिहास कै सिखावन है, एते दिन रही पीर तुलसी के बाहु की ॥२८॥

Tero baalkeli beer suni sahmat dheer,

Bhoolat sareersudhi sakra-rabi-rahukee ||

Teree baanh basat bisok lokpaal sab,

Tero naam lait rahaai aarti na kaahukee ||

Saam daan bhed bidhi baidhoo labed sidhi,

Haath kapinathheeke chotee chor saahukee|

Aalas anakh parihaaskaai sikhaavan haai,

Aite din rahee peer Tulsike baahukee || 28 ||

Ó bravo! Ouvindo a brincadeira de sua infância, os corajosos também estão aterrorizados, enquanto Indra, o sol e Rahu perdem a consciência de seus corpos. Com o poder de seus braços, todos os lokpaals (deidades que presidem o universo) se estabelecem sem qualquer dor e tomando seu nome todos estão livres de tristeza.

Superior ao que é ordenado por encantamento, suborno, ameaça e engano (o meio tradicional de um rei para alcançar seus propósitos) e até mesmo pelo estudo dos Vedas, é que ladrões e negociantes são meros fantoches nas mãos de Kapinath (um título de Hanuman). É a dolorosa agonia ferindo os braços de Tulsidasji durante tantos dias passados devido à sua preguiça ou fúria, ridículo ou ensino.

टूकनि को घर घर डोलत कँगाल बोलि, बाल ज्यों कृपाल नत पाल पालि पोसो है ।
कीन्ही है सँभार सार अँजनी कुमार बीर, आपनो बिसारि हैं न मेरेहू भरोसो है ॥
इतनो परेखो सब भान्ति समरथ आजु, कपिराज सांची कहौं को तिलोक तोसो है ।
सासति सहत दास कीजे पेखि परिहास, चीरी को मरन खेल बालकनि कोसो है ॥२९॥

Tookniko ghar-ghar dolat kangaal boli,

Baal jyon kripaal natpaal paali poso haai |

Keenhee haai sanbhaar saar Anjaneekumar beer,

Aapno bisaarihaain na merehoo bharoso haai ||

Itno parekho sab bhaanti samrath aaju,

Kapiraaj saanchee kahaaun ko Tilok toso haai |

Saasti sahat daas keeje pekhi parihaas,

Cheereeko maran khel baalkaniko so haai || 29 ||

Ó, Kripanidhaan (abundância de graças) que cuida dos pobres! Afligido pela pobreza, eu ando de casa em casa por restos de comida. Acenando para mim, você me criou como uma criança. Ó, bravo Anjani Kumar (filho de Anjani)! Principalmente você me protegeu e tenho fé absoluta de que você não esquecerá o seu devoto. Ó, Kapiraj! (Senhor dos macacos). Você é competente em todas as formas a partir de hoje.

Estou dizendo a verdade, quem pode ser equiparado a você nas três lokas (regiões cosmológicas)? Mas lembro que este sevaka (devoto) está enfrentando tão grande miséria. O pássaro está morrendo e como uma pirraça de criança você está assistindo o espetáculo.

आपने ही पाप तें त्रिपात तें कि साप तें, बढ़ी है बाँह बेदन कही न सहि जाति है ।
औषध अनेक जन्त्र मन्त्र टोटकादि किये, बादि भये देवता मनाये अधीकाति है ॥
करतार, भरतार, हरतार, कर्म काल, को है जगजाल जो न मानत इताति है ।
चेरो तेरो तुलसी तू मेरो कह्यो राम दूत, ढील तेरी बीर मोहि पीर तें पिराति है ॥३०॥

Aapne hee paaptein tritaapatein ki saaptein,

Barree haai baanhbedan kahee na sahi jaati haai |

Aaushadh anek jantra-mantra-totkaadi kiye,

Baadi bhaye devtaa manaaye adhikaati haai ||

Kartaar, bhartaar, hartaar, karm, kaal,

Ko haai jagjaal jo na maanat itaati haai |

Chero tero Tulsee too mero kahyo Ramdoot,

Dheel teree beer mohi peertein piraati haai || 30 ||

A dor em meus braços aumentou devido aos meus próprios pecados, às três febres e maldições. Nem me deixa nem é suportável. Vários medicamentos, sortilégios, encantamentos e práticas mágicas foram recorridos, as divindades foram propiciadas, mas tudo foi em vão. A dor continua a aumentar.

Quem, entre Brahma, Vishnu, Mahesh, karmas ou ações, kaal (tempo) ou idades, e o emaranhado ilusório deste mundo, não suporta sua ordem? Ah, Ramadoot (mensageiro de Rama)! Tulsi é seu assistente e você afirmou que ele é seu sevaka. Ó herói valente! Seu desleixo neste assunto está me machucando mais do que a dor.

दूत राम राय को, सपूत पूत वाय को, समत्व हाथ पाय को सहाय असहाय को ।
बाँकी बिरदावली बिदित बेद गाइयत, रावन सो भट भयो मुठिका के धाय को ॥
एते बडे साहेब समर्थ को निवाजो आज, सीदत सुसेवक बचन मन काय को ।
थोरी बाँह पीर की बड़ी गलानि तुलसी को, कौन पाप कोप, लोप प्रकट प्रभाय को ॥३१॥

Doot Ramrayako, sapoot poot baayko,

Samathh haath paayko sahaay asahaayko |

Baankee biradaavlee bidit baid gaiyat,

Raavan so bhat bhayo muthikaake ghaayako ||

Aite barhe saaheb samarthko nivaajo aaj,

Seedat susevak bachan man kaayako |

Thoree baanhpeerkee barhi galaani Tulsiko,

Kaun paap kop, lop pragat prabhaayako || 31 ||

Você é o emissário do Rei Ramachandra, o filho virtuoso do Deus do Vento, fisicamente competente e o suporte daqueles que buscam refúgio. A lenda de sua esplêndida fama é reconhecida, os Vedas cantam  sua glória e um guerreiro como Ravana que é triunfante nos três mundos foi ferido pelo seu golpe.

Mesmo como um swami tão competente como você se mostrou em sua graça, seu sevaka mais excelente, que atende às suas necessidades, é agravado mental e fisicamente e por meio da palavra. Tulsi está muito deprimido com essa delicada dor dos braços. Seu efeito visível se esvaneceu por causa do meu pecado ou raiva.

देवी देव दनुज मनुज मुनि सिद्ध नाग, छोटे बड़े जीव जेते चेतन अचेत हैं ।
पूतना पिसाची जातुधानी जातुधान बाग, राम दूत की रजाई माथे मानि लेत हैं ॥
घोर जन्त्र मन्त्र कूट कपट कुरोग जोग, हनुमान आन सुनि छाड़त निकेत हैं ।
क्रोध कीजे कर्म को प्रबोध कीजे तुलसी को, सोध कीजे तिनको जो दोष दुख देत हैं ॥३२॥

Devee dev danuj manuj muni siddh naag,

Chote barhe jeev jete chetan achet haain |

Pootna pisaachee jaatudhaanee jaatudhaan baam,

Ramdootkee rajaai maathe maani lait haain ||

Ghor jantra mantra koot kapat kurog jog,

Hanoomaan aan suni chaarhat niket haain |

Krodh keeje karmko prabodh keeje Tulseeko,

Sodh keeje tinko jo dosh dukh dait haain || 32 ||

Deuses e deusas, demônios, humanos, sábios, serpentes em pose de asana, grandes mais pequenos enraizados mais seres vivos, juntamente com a demônia Putana, os desviados rakshasas e rakshasis, todos eles obedecem implicitamente ao comando de Pavan Kumar (Filho do Vento), um enviado de Rama.

A magia horrível, o engano, a fraude e a investida de doenças miseráveis deixam seu estado ao ouvir o apelo de Hanumanji. Seja furioso com as minhas más ações, aconselhe Tulsi e corrija os vícios que nos dão tristeza

तेरे बल बानर जिताये रन रावन सों, तेरे घाले जातुधान भये घर घर के ।
तेरे बल राम राज किये सब सुर काज, सकल समाज साज साजे रघुबर के ॥
तेरो गुनगान सुनि गीरबान पुलकत, सजल बिलोचन बिरंचि हरिहर के ।
तुलसी के माथे पर हाथ फेरो कीस नाथ, देखिये न दास दुखी तोसो कनिगर के ॥३३॥

Tere bal baanar jitaaye ran Raavanson,

Tere ghaale jaatudhaan bhaye ghar-gharke |

Tere bal Raamraj kiye sab surkaaj,

Sakal samaaj saaj saaje Raghubarke ||

Tero gungaan suni geerbaan pulkat,

Sajal bilochan biranchi Hari harke |

Tulsike maathepar haath phero keesnaath,

Dekhiye na daas dukhee tose kanigarke || 33 ||

Seu poder fez com que os macacos caíssem sobre os demônios e essas forças do mal fossem dissipadas de todas as casas porque os arruinou.

Dependendo do seu valor, o rei Ramchandraji cumpriu a tarefa completa dos deuses e você foi quem adornou a força militar da ordem social de Raghunathji. As divindades estão extasiadas em ouvir suas glórias serem cantadas, enquanto Brahma, Vishnu e Mahesh ficam com os olhos em lágrimas de emoção. Ó swami dos vanaras ou macacos! Acaricie a testa de Tulsi. Seus escravos nunca são vistos sofrendo porque você sabe como proteger a honra de sua dignidade.

पालो तेरे टूक को परेहू चूक मूकिये न, कूर कौड़ी दूको हौं आपनी ओर हेरिये ।
भोरानाथ भोरे ही सरोष होत थोरे दोष, पोषि तोषि थापि आपनो न अव डेरिये ॥
अँबु तू हौं अँबु चूर, अँबु तू हौं डिंभ सो न, बूझिये बिलंब अवलंब मेरे तेरिये ।
बालक बिकल जानि पाहि प्रेम पहिचानि, तुलसी की बाँह पर लामी लूम फेरिये ॥३४॥

Paalo tere tookko parehoo chook mookiye na,

Koor kaaurhee dooko haaun aapnee aur heriye |

Bhoraanaath bhorehee sarosh hot thore dosh,

Poshi toshi thaapi aapno na avderiye ||

Anbu too haaun Ambuchar, amb too haaun dimbh, so na,

Boojhiye bilamb avlamb mere teriye |

Baalak bikal jaani paahi prem pahichaani,

Tulseekee baanh par laameeloom pheriye || 34 ||

Eu fui educado em suas sobras, não fique em silêncio quando cometo um erro. Eu sou um adotado sem valor no curso errado, mas você deve se deparar com você mesmo.

Ó, Bholenath! (Shiva, o simplesmente inocente. Hanumanji é um avatar de Shiva). É devido à sua natureza ingênua que você se ofende por um pequeno erro. Tornando-me contente, me estabeleça levando-me para o seu abrigo. Não me deixe miserável por assumir que sou seu servo.

Se você é água eu sou como um peixe e no caso de você ser a mãe eu sou uma criança. Não demore, pois confio exclusivamente em você para obter suporte. Proteja-me sabendo que seu filho está angustiado e identificando o amor. Afague o braço de Tulsi com sua cauda longa que irá erradicar a dor.

घेरि लियो रोगनि, कुजोगनि, कुलोगनि ज्यौं, बासर जलद घन घटा धुकि धाई है ।
बरसत बारि पीर जारिये जवासे जस, रोष बिनु दोष धूम मूल मलिनाई है ॥
करुनानिधान हनुमान महा बलवान, हेरि हँसि हाँकि फूंकि फौंजै ते उड़ाई है ।
खाये हुतो तुलसी कुरोग राढ़ राकसनि, केसरी किसोर राखे बीर बरिआई है ॥३५॥

Gheri liyo rogni kujogni kulogni jyaaun,

Baasar jalad ghan ghata dhuki dhaaee haai |

Barsat baari peer jaariye javaase jas,

Rosh binu dosh, dhoom-mool malinaaee haai ||

Karnunaanidhaan Hanumaan mahaabalvaan,

Heri hansi haanki phoonki phaaujen taain udhaaee haai |

Khaaye huto Tulsee kurog raadh raaksani,

Kesreekisor raakhe beer bariaaee haai || 35 ||

Doenças, configurações ruins de planetas e pessoas doentias me assediaram como nuvens densas acumuladas rapidamente inundando o céu durante o dia. Chovendo a água da dor e ficando enfurecidos sem qualquer ofensa eles me chamaram como o fogo de jvasa (arbusto espinhoso usado medicinalmente, que perde as folhas na estação chuvosa) de glória e me deixou desmaiado.

Ó Hanumanji, o tesouro de compaixão, o extremamente poderoso! Sorrindo, você olha atentamente e desafia as tropas de seus inimigos, exploda-as com seu hálito. Ó, valente filho de Kesari! O demônio sem coração de uma doença malévola devorou Tulsi e você me protegeu com seu poder.

राम गुलाम तु ही हनुमान गोसाँई सुसाँई सदा अनुकूलो ।
पाल्यो हौं बाल ज्यों आखर दू पितु मातु सों मंगल मोद समूलो ॥
बाँह की बेदन बाँह पगार पुकारत आरत आनँद भूलो ।
श्री रघुबीर निवारिये पीर रहौं दरबार परो लटि लूलो ॥३६॥

Raamgulaam tuhee Hanuman

Gosaain susaain sadaa anukoolo |

Paalyo haaun baal jyon aakhar doo

Pitu maatu son mangal mod samoolo ||

Baanhkee bedan baanhpagaar

Pukaarat aarat aanand bhoolo |

ShriRaghubeer nivaariye peer

Rahaaun darbaar paro lati loolo || 36 ||

Ó Goswami Hanumanji! Você é o mestre supremo e sempre apoia os sevakas e devotos de Ramachandraji. Tanto as palavras Rama e Naam que são a base da alegria, me educaram como pais. Ó, aquele que dá refúgio para os braços! Esquecendo todo deleite devido à dor em meus braços, eu estou lhe gritando em sofrimento. Ó, heróico da Dinastia Raghu! Vence minha agonia para que eu possa honrar sua corte real apesar de ser fraco e desabilitado.

काल की करालता करम कठिनाई कीधौ, पाप के प्रभाव की सुभाय बाय बावरे ।
बेदन कुभाँति सो सही न जाति राति दिन, सोई बाँह गही जो गही समीर डाबरे ॥
लायो तरु तुलसी तिहारो सो निहारि बारि, सींचिये मलीन भो तयो है तिहुँ तावरे ।
भूतनि की आपनी पराये की कृपा निधान, जानियत सबही की रीति राम रावरे ॥३७॥

Kaalkee karaaltaa karam kathinaaee keedhaaun,

Paapke prabhaavkee subhaaya baaya baavre |

Bedan kubhaanti so sahee na jaati raati din,

Soee baanh gahee jo gahee sameerdaavre ||

Laayo taru Tulsee tihaaro so nihaari baari,

Seenchiye maleen bho tayo haai tihoon taavre |

Bhootanikee aapnee paraayekee kripanidhaan,

Jaaniyat sabheekee reeti Ram Raavre|| 37 ||

Deus sabe se é a forma aterradora de kaal (destino eventual) ou a dureza de karmas (ações), o efeito dos pecados, ou a loucura característica da natureza. Estou tendo uma dor insidiosa dia após dia, o que é insuportável. Ela apertou o mesmo braço que Pavan Kumar (filho do deus do vento) tinha mantido. A árvore de Tulsi realmente foi plantada por você. Ela secou-se por ser carbonizada pelas três febres (adhyatmika, adhidaivika e adhibhautika). Olhando atentamente, regue-a com sua graça. Ah, Ramachandraji, o depósito de piedade! Você conhece muito bem seus próprios caminhos e os caminhos daqueles que foram deserdados mais os espíritos malignos.

पाँय पीर पेट पीर बाँह पीर मुंह पीर, जर जर सकल पीर मई है ।
देव भूत पितर करम खल काल ग्रह, मोहि पर दवरि दमानक सी दई है ॥
हौं तो बिनु मोल के बिकानो बलि बारे हीतें, ओट राम नाम की ललाट लिखि लई है ।
कुँभज के किंकर बिकल बूढ़े गोखुरनि, हाय राम राय ऐसी हाल कहूँ भई है ॥३८॥

Paayanpeer petpeer baanhpeer munhpeer,

Jarjar sakal sareer peermaee haai |

Dev bhoot pitar karam khal kaal grah,

Mohipar davri damaanak see daee haai ||

Haaun to bin molke bikaano bali baarehee tain,

Aot Ramnaamkee lalaat likhi laee haai |

Kumbhajke kinkar bikal boodhe gookhurani,

Haay Ramraay aisee haal kahoon bhaee haai || 38 ||

Dor nos pés, dor no estômago, braços doloridos e um rosto que dói – o corpo todo está torcendo de dor e tornou-se decrépito. Deuses, espíritos malignos, antepassados paternos, karmas (ações), kaal (eventual destino) e planetas ignóbeis – estão viajando juntos e disparando uma saraivada de canhões em mim. Imploro devotamente! Desde a juventude eu sou seu escravo por nenhum preço em particular e escrevi o nome de Rama na minha testa (destino) como meu patrono.

Ai de mim, rei Ramchandraji! Tem um estado tão miserável cada um que surge que um devoto do sábio Agastya (o maior dos sete sábios) tem sido afogado pela ansiedade?

बाहुक सुबाहु नीच लीचर मरीच मिलि, मुँह पीर केतुजा कुरोग जातुधान है ।
राम नाम जप जाग कियो चहों सानुराग, काल कैसे दूत भूत कहा मेरे मान है ॥
सुमिरे सहाय राम लखन आखर दौऊ, जिनके समूह साके जागत जहान है ।
तुलसी सँभारि ताडका सँहारि भारि भट, बेधे बरगद से बनाई बानवान है ॥३९॥

Baahuk-subaahu neech leechar-mareech mili,

Munhpeer-ketujaa kurog jaatudhaan haain|

Ram naam japjaag kiyo chahon saanuraag,

Kaal kaise doot bhoot kahaa mere maan haain ||

Sumire sahaaya RamLakhan aakhar douu,

Jinke samooh saake jaagat jahaan haain|

Tulsee sanbhaari Tadhka-sanhaari bhaaree bhat,

Bedhe bargadse banai baanvaan haain || 39 ||

A força ignóbil da dor dos braços, demônio Marich (que assumiu a forma de um cervo dourado e seduziu Rama), do corpo fraco e Tadka (esposa do demônio Sund e mãe de Marich) de dores faciais mais outros estão conspirando com rakshasas (demônios) malvados. Eu quero fazer o yagya de cantar o nome de Rama com ternura amorosa, mas esses espíritos malignos, equivalentes ao mensageiro da morte, estão sob meu controle? Absolutamente não!

Fazendo smarana ou lembrando ambos os alfabetos (Ra e M) que estão sendo celebrados em todo o mundo, com a concentração certamente me ajudará. Ó Tulsi! Medite, pondere sobre o grande guerreiro que abateu Tadka. Fazendo dela o alvo de sua flecha, ele a atravessará como uma árvore banyan. Remova-a de seu lugar!

बालपने सूधे मन राम सनमुख भयो, राम नाम लेत माँगि खात टूक टाक हौं ।
परयो लोक रीति में पुनीत प्रीति राम राय, मोह बस बैठो तोरि तरकि तराक हौं ॥
खोटे खोटे आचरन आचरत अपनायो, अंजनी कुमार सोध्यो रामपानि पाक हौं ।
तुलसी गुसाँई भयो भोंडे दिन भूल गयो, ताको फल पावत निदान परिपाक हौं ॥४०॥

Baalpane soodhe man Ram sanmukh bhayo,

Ramnaam leit maangi khaat tooktaak haaun |

Paryo lokreetimein puneet preeti Ramraaya,

Mohbas baaitho tori tarkitraak haaun ||

Khote-khote aachran aachrat apnaayo,

Anjanikumar sodhyo Rampaani paak haaun

Tulsee gosaaen bhayo bhonrhe din bhooli gayo,

Taako phal paavat nidaan paripaak haaun || 40 ||

Desde a infância, fiquei face a face diretamente com Shree Ramachandraji. Cantando o nome de Rama vocalmente, implorei por restos de comida e os comi. Depois, absorvido em normas convencionais, rompi com o amor antigo que eu tinha pelos pés de Shree Ramachandraji, pulando rapidamente para este mundo mundano, na juventude, devido à ignorância.

Ao praticar ações perversas naquele momento, Anjani Kumar (o filho de Anjani, o próprio Hanuman) me fez sua propriedade e me fez reformar nas mãos puras de Ramachandraji. Tulsi foi aclamado como um gosain e se esqueceu dos dias sem valor do passado. Finalmente, ele está tendo que enfrentar as conseqüências desses atos malignos em abundância a partir de hoje.

असन बसन हीन बिषम बिषाद लीन, देखि दीन दूबरो करै न हाय हाय को ।
तुलसी अनाथ सो सनाथ रघुनाथ कियो, दियो फल सील सिंधु आपने सुभाय को ॥
नीच यहि बीच पति पाइ भरु हाईगो, बिहाइ प्रभु भजन बचन मन काय को ।
ता तें तनु पेषियत घोर बरतोर मिस, फूटि फूटि निकसत लोन राम राय को ॥४१॥

Asan-basan-heen visham-vishaad-leen,

Dekhi deen doobro karaai na haay-haay ko |

Tulsee anaathso sanaath Raghunaath kiyo,

Diyo phal seelsindhu aapne subhaayko ||

Neech yahi beech pati paai bharuhaaigo,

Bihaai prabhu-bhajan bachan man kaayko |

Taaten tanu peshiyat ghor bartor mis,

Phooti-phooti niksat lon Raamraayko || 41 ||

Quem estava lá que não lamentava o meu miserável e fraco estado, despojado de comida e roupas, e mergulhado num terrível abatimento?

Adotando um Tulsi tão órfão, swami Raghunathji, o oceano de compaixão, deu-lhe a melhor recompensa, de acordo com sua natureza. Enquanto isso, esta pessoa egoísta tornou-se arrogante em obter fama e abandonou cantar músicas devocionais para Rama física, mental e vocalmente.

O sal de Ramji pode ser visto explodindo como erupções de aterrorizante bartor (espinha causada pela quebra da raiz de um cabelo) no corpo porque eu fui ingrato com ele.

जीओ जग जानकी जीवन को कहाइ जन, मरिबे को बारानसी बारि सुर सरि को ।
तुलसी के दोहूँ हाथ मोदक हैं ऐसे ठाँऊ, जाके जिये मुये सोच करिहैं न लरि को ॥
मो को झूँटो साँचो लोग राम कौ कहत सब, मेरे मन मान है न हर को न हरि को ।
भारी पीर दुसह सरीर तें बिहाल होत, सोऊ रघुबीर बिनु सकै दूर करि को ॥४२॥

Jiaon jag jaankeejeevanko kahaai jan,

Maribeko baaraansee baari sursariko |

Tulseeke duhoon haath modak haai aise thaun,

Jaake jiye muye soch karihaain na lariko |

Moko jhootho saancho log Ramko kahat sab,

Mere man maan haai na harko na hariko ||

Bhaaree peer dusah sareertain bihaal hot,

Souu Raghubeer binu sakaai door kariko || 42 ||

Posso viver neste mundo como escravo de Ramchandraji, que é a vida de Janki, enquanto que, ao morrer, há Kashi e bancos do divino rio Ganges. Tulsi é sortudo de qualquer jeito com laddus (doce hindu) nas duas mãos. Mesmo as crianças não se preocuparão com sua vida na estaca (onde se pendura entre a vida e a morte). Todos os povos me aclamam como um servo de Rama em todos os sentidos.

Minha mente também se orgulha do fato de que, além de Ramchandraji, não sou nem um bhakta de Shiva ou Vishnu. Distraído eu estou devido à dor lancinante em meu corpo e ninguém pode me livrar dela exceto Raghunathji.

सीतापति साहेब सहाय हनुमान नित, हित उपदेश को महेस मानो गुरु कै ।
मानस बचन काय सरन तिहारे पाँय, तुम्हरे भरोसे सुर मैं न जाने सुर कै ॥
ब्याधि भूत जनित उपाधि काहु खल की, समाधि की जै तुलसी को जानि जन फुर कै ।
कपिनाथ रघुनाथ भोलानाथ भूतनाथ, रोग सिंधु क्यों न डारियत गाय खुर कै ॥४३॥

Sitapati saaheb sahaay Hanuman nit,

Hit updesko mahes maano gurukaai,

Maanas bachan kaay saran tihaare paany

Tumhare bharose sur maain na jaane surkaai ||

Byaadhi bhootjanit upaadhi kaahoo khalkee,

Samaadhi keeje Tulseeko jaani jan phurkaai |

Kapinaath Raghunaath bholaanaath Bhootnaath,

Rogsindhu kyon na daariyat gaay khurkaai || 43 ||

Ó Hanumanji! Swami Sitanathji (marido de Sita) é seu salvador perpétuo e Mahesh (Shiva) é seu guru ou guia espiritual, no que diz respeito a conselhos proveitosos. Tenho o refúgio de seus pés, fisica, mental e vocalmente. Tendo fé implícita em você, não considerava os deuses como divindades.

Tendo em mente que Tulsi é o seu verdadeiro devoto, livre-o da dor que surge devido à doença, talvez um espírito maligno, ou a conspiração de alguma pessoa perversa e acalme essa dor. Ó Kapinath (senhor dos macacos), Raghunath (Rama), Bholanath e Bhootnath (Shiva)! Quem de vocês não transforma o oceano profundo da saúde doente em um casco de vaca?

कहों हनुमान सों सुजान राम राय सों, कृपानिधान संकर सों सावधान सुनिये ।
हरष विषाद राग रोष गुन दोष मई, बिरची बिरञ्ची सब देखियत दुनिये ॥
माया जीव काल के करम के सुभाय के, करैया राम बेद कहें साँची मन गुनिये ।
तुम्ह तें कहा न होय हा हा सो बुझैये मोहिं, हौं हूँ रहों मौनही वयो सो जानि लुनिये ॥४४॥

Kahon Hanumanson sujaan Raamraayson,

Kripanidhaan sankarson saavdhaan suniye |

Harash vishaad raag rosh gun doshmaee,

Birchee biranchi sab dekhiyat duniye |

Maya jeev kaalke karamke subhaayke,

Karaaiya Raam baid kahaain saanchee man guniye |

Tumhaten kahaa na hoy haahaa so bujhaaiye mohi,

Haaun hoon rahon maaun hee bayo so jaani luniye || 44 ||

Ouça atentamente o que tenho a dizer a Hanumanji, ao discernente rei Rama e a Shankarji, que é o tesouro da misericórdia. Tem sido visto que o criador tornou o mundo inteiro delicioso e deprimido, amoroso e raivoso, virtuoso e pecaminoso. Os Vedas afirmam que Ramachandraji é o preservador do mundo ilusório, da humanidade, do kaal (eventual destino), dos karmas (ações) e do temperamento. Mentalmente eu tenho reconhecido este fato como verdade.

Eu imploro que você me faça entender o que não pode ser feito por você.
Depois disso ficarei quieto ao saber que eu colho o que foi semeado por mim mesmo.

नमो नमः
Namo Namah!

Hanuman Chalisa

Namaskār ou namastē (नमस्ते), é uma forma de saudação hindu. É quando a Alma de uma pessoa reconhece e presta reverência à Alma de outra.

Hanuman Chalisa é uma stotra (gênero literário de fundamento devocional projetado para ser cantado melodicamente) atribuída ao poeta hindu Goswami Tulsidas (1497dC/1543dC–>1623dC) e dedicada a Hanuman.

Hanuman é uma divindade mitológica do panteão hindu, personagem épica do Mahabáratha e principalmente do Ramayna, detentora de altas qualidades de força, coragem, sabedoria, celibato, abnegação e ardente devoção. É o devoto exemplar, idolatrado por milhões de devotos, principalmente nas camadas populares.

Chalisa é uma composição poética estruturada com 40 estrofes de 2 versos (a palavra “Chalisa” é derivada de “chālis” em hindi, que significa 40). A Hanuman Chalisa contém ainda pares de versos independentes chamados “dohas” antes e depois da chalisa propriamente dita.

A versão a seguir está publicada na escrita alfabeto-silábica hindu denominada devanāgarī, na transliteração fonética inglesa para o alfabeto latino denominada hunteriana e na língua portuguesa traduzida da versão inglesa publicada na Wikipedia a partir de traduções dos estudiosos da Gita Press, de Cheeni Rao, de Pandit Vijay Shankar Mehta e de Jagadguru Rambhadracharya.

Por exemplo:
Devanágari: हनुमान चालीसा
Hunteriano: hanumāna chālīsā
Português: Chalisa de/para Hanuman

Dohas introdutórios

श्रीगुरु चरन सरोज रज निज मन मुकुर सुधारि।
बरनउँ रघुबर बिमल जसु जो दायकु फल चारि॥
shrīguru charana saroja raja nija mana mukuru sudhāri।
baranau raghubara bimala jasu jo dāyaku phala chāri॥

Limpando o espelho na forma da minha mente com o pólen dos pés de lótus do Guru, descrevo a glória sem mácula de Rama, que confere os quatro frutos.
A tradução do Gita Press interpreta os quatro frutos como os quatro Puruṣārthas: Dharma, Artha, Kāma e Mokṣa. Rambhadracharya comenta que os quatro frutos referem-se a qualquer um dos seguintes:
1.  Os quatro Puruṣārthas: Dharma, Artha, Kāma, Mokṣa
2.  Os quatro tipos de Mukti: Sālokya, Sāmīpya, Sāyujya, Sārūpya
3.  Dharma, Jñāna, Yoga, Japa

बुद्धिहीन तनु जानिकै सुमिरौं पवनकुमार।
बल बुधि बिद्या देहु मोहिं हरहु कलेस बिकार॥
buddhihīna tanu jānikai sumirau pavanakumāra।
bala budhi bidyā dehu mohi harahu kalesa bikāra॥

Sabendo que meu corpo está desprovido de inteligência, lembro-me de Hanuman, filho de Vāyu. Dê-me força, inteligência e conhecimento e remova todas as doenças (kalesa) e impurezas (bikāra).
O Gita Press interpreta kalesa como doenças corporais e bikāra como doenças mentais. Rambhadracharya comenta que kalesa (sânscrito kleśa) se refere às cinco aflições (Avidyā, Asmitā, Rāga, Dveṣa e Abhiniveśa) como descrito nos Yoga Sutras, e bikāra (Sanskrit vikāra) refere-se às seis impurezas da mente (Kāma, Krodha , Lobha, Moha, Mada e Mātsarya). Rambhadracharya acrescenta que estas cinco aflições e seis impurezas são os onze inimigos, e Hanuman é capaz de removê-los visto que ele é a encarnação dos onze Rudras.

O Chalisa

जय हनुमान ज्ञान गुन सागर।
जय कपीस तिहुँ लोक उजागर॥ १ ॥
jaya hanumāna gyāna guna sāgara।
jaya kapīsa tihu loka ujāgara॥ 1 ॥

Hanuman, o oceano de conhecimento e de virtudes, que você possa ser vitorioso. O chefe entre Vanaras famoso entre os três Lokas [Pātāla, Prithvi (terra) e Svarga], que você possa ser vitorioso.
Rambhadracharya comenta que Hanuman é chamado oceano de sabedoria por Tulsidas assim como o Ramayana de Valmiki o descreve como quem conhece os três Vedas (Ṛigveda, Yajurveda e Sāmaveda) e a Vyākaraṇa.

राम दूत अतुलित बल धामा।
अंजनि पुत्र पवनसुत नामा॥ २ ॥
rāma dūta atulita bala dhāmā।
anjani putra pavanasuta nāmā॥ 2 ॥

Você é o mensageiro de confiança de Rama e você é a morada de uma força incomparável. Você é conhecido pelos nomes de Anjaniputra (filho de Anjana) e Pavanasuta (filho de Vāyu).
Hanuman é chamado Anjaniputra porque ele nasceu do ventre de Anjana, que era uma Apsara com o nome de Puñjikasthalā e nasceu como uma Vanara pela maldição de Agastya. Hanuman é chamado Pavanasuta desde que Vāyu levou o poder divino de Shiva para dentro do útero de Anjana, e desde então o Ramayana de Valmiki chama Hanuman como o próprio filho de Vāyu (mārutasyaurasaḥ putraḥ).

महावीर विक्रम बजरंगी।
कुमति निवार सुमति के संगी॥ ३ ॥
mahāvīra vikrama bajarangī।
kumati nivāra sumati ke sangī॥ 3 ॥

Você é o grande herói, você é dotado de valor, seu corpo é tão forte quanto o Vajra de Indra. Você é o destruidor do intelecto vil, e você é o companheiro daquele cujo intelecto é puro.
Rambhadracharya explica que a palavra bajarangī vem do sânscrito Vajrāṅgī e dá dois significados da palavra bikrama com base na raiz kram em sânscrito e uso da forma verbal vikramasva no Ramayana de Valmiki –
1. Hanuman é dotado de progressão especial da sādhanā (penitência).
2. Hanuman é dotado do poder especial de passar sobre ou através, ou seja, da travessia do oceano

कंचन बरन बिराज सुबेसा।
कानन कुंडल कुंचित केसा॥ ४ ॥
kanchana barana birāja subesā।
kānana kundala kunchita kesā॥ 4 ॥

Sua tez é aquela de ouro fundido, e você é resplandecente em sua forma bonita. Você usa Kundalas (pequenos brincos usados nos tempos antigos pelos hindus) nas suas orelhas e seu cabelo é encaracolado.
Observando que no Ramcharitmanas Tulsidas chama Hanuman como Subeṣa (alguém com uma forma bonita), Rambhadracharya comenta que este verso descreve a forma de Hanuman quando ele tomou a aparência de um brâmane, o que acontece três vezes nos Ramcharitmanas.

हाथ बज्र औ ध्वजा बिराजै।
काँधे मूँज जनेऊ साजै॥ ५ ॥
hātha bajra au dhvajā birājai।
kādhe mūnja janeū sājai॥ 5 ॥

Você tem o Vajra e a bandeira nas suas mãos, e o fio sagrado (Yajnopavita) feito da grama Munja adorna seu ombro.
Rambhadracharya dá dois significados para a primeira metade da estrofe –
1. A bandeira significando a vitória de Rama brilha na Vrajra de Hanuman, como mão poderosa
2. A Vraja – como poderoso Gadā e a bandeira da vitória de Rama brilham nas mãos de Hanuman
Ele também dá a leitura variante de chhājai (छाजै) ao invés de sājai (साजै) na segunda metade.

शंकर सुवन केसरी नंदन।
तेज प्रताप महा जग बंदन॥ ६ ॥
shankara suvana kesarī nandana।
teja pratāpa mahā jaga bandana॥ 6 ॥

Ó filho de Shiva (ou filho de Vāyu carregando o poder de Shiva), o encantador de Kesari, sua aura e majestade são grandes e venerados pelo mundo inteiro.
Rao e Mehta explicam a primeira metade quando Hanuman é filho de Kesari e Shiva. Rambhadracharya dá duas variantes de leitura para a primeira parte:
1. shankara svayam, na qual é explicado como Hanuman é Shiva em si mesmo, como Vāyu carregou o poder de Shiva em si mesmo para o útero de Anjana, do qual Hanuman nasceu. Tulsidas menciona Hanuman como um Avatar de Shiva no Vinayapatrika.
2. shankara suvana, a qual explica como Hanuman é o filho de Vāyu, que é uma das oito manifestações de Shiva conforme Kalidasa. Uma explicação alternativa é que a palavra suvana é usada no sentido de Aṃśa conforme a narrativa purânica de Vāyu transportando o poder de Shiva para o útero de Anjana.
Rambhadracharya explica kesarī nandana como o filho Kṣetraja de Kesari, que é um dos doze tipos de descendências reconhecidos na antiga lei hindu.

विद्यावान गुनी अति चातुर।
राम काज करिबे को आतुर॥ ७ ॥
vidyāvāna gunī ati chātura।
rāma kāja karibe ko ātura॥ 7 ॥

Você é a digna morada dos dezoito tipos de Vidyā (conhecimento), todas as virtudes residem em você e você é extraordinariamente inteligente. Você está sempre ansioso para executar tarefas para Rama.

प्रभु चरित्र सुनिबे को रसिया।
राम लखन सीता मन बसिया॥ ८ ॥
prabhu charitra sunibe ko rasiyā।
rāma lakhana sītā mana basiyā॥ 8 ॥

Você se deleita em escutar os feitos de Rama (Ramayana). Rama, Lakshmana e Sita residem em sua mente. Alternativamente, você reside nas mentes de Rama, Lakshmana e Sita [devido ao afeto deles em relação a você].

सूक्ष्म रूप धरी सियहिं दिखावा।
बिकट रूप धरि लंक जरावा॥ ९ ॥
sūkshma rūpa dhari siyahi dikhāvā।
bikata rūpa dhari lanka jarāvā॥ 9 ॥

Você assumiu uma forma extremamente minúscula e apareceu para Sita no Ashok Vatika. Você assumiu uma forma muito grande e assustadora e incendiou a cidade de Lanka.

भीम रूप धरि असुर सँहारे।
रामचन्द्र के काज सँवारे॥ १० ॥
bhīma rūpa dhari asura sahāre।
rāmachandra ke kāja savāre॥ 10 ॥

Você assumiu uma forma amedrontadora e destruiu os demônios [no exército de Ravana]. Você executou todas as tarefas de Rama.
Rambhadracharya comenta que a palavra bhīma é uma alusão ao evento no Mahabharata quando Hanuman mostrou a mesma forma assustadora para Bhima.
Hanuman vai buscar a montanha trazendo a erva Sanjivini

लाय सँजीवनि लखन जियाए।
श्रीरघुबीर हरषि उर लाए॥ ११ ॥
lāya sajīvani lakhana jiyāe।
shrī raghubīra harashi ura lāe॥ 11 ॥

Você trouxe o Sanjivini, a erva salvadora de vida de Dronagiri no Himalaia, e revitalizou Lakshman. Por júbilo, Rama abraçou você.

रघुपति कीन्हीं बहुत बड़ाई।
तुम मम प्रिय भरतहि सम भाई॥ १२ ॥
raghupati kīnhī bahut barāī।
tuma mama priya bharatahi sama bhāī॥ 12 ॥

Rama, o chefe entre os descendentes de Raghu, louvou você profusamente dizendo: “Você é querido para mim como meu irmão Bharata.
Rambhadracharya associa o termo bhāī com bharata. Em contraste, Rao e Mehta interpretam a segunda metade como Rama disse que você (Hanuman) é meu querido irmão, como Bharata.

सहस बदन तुम्हरो जस गावैं।
अस कहि श्रीपति कंठ लगावैं॥ १३ ॥
sahasa badana tumharo jasa gāvai।
asa kahi shrīpati kantha lagāvai॥ 13 ॥

A tradução de Rao e Mehta: Rama também acrescentou que mil pessoas irão louvar a glória de Hanuman e o abraçou novamente.
Rambhadracharya interpreta sahasa badana como a serpente Shesha com mil cabeças. Sua tradução é: a serpente Shesha, que tem mil bocas, canta e vai cantar a sua glória, dizendo assim Rama abraça Hanuman repetidas vezes.

सनकादिक ब्रह्मादि मुनीसा।
नारद सारद सहित अहीसा॥ १४ ॥
जम कुबेर दिक्पाल जहाँ ते।
कबी कोबिद कहि सकैं कहाँ ते॥ १५ ॥
sanakādika brahmādi munīsā।
nārada sārada sahita ahīsā॥ 14 ॥
jama kubera dikpāla jahā te।
kabi kobida kahi sakai kahā te॥ 15 ॥

Rao e Mehta traduzem os dois versos, como: Saints como Sanka, Bramha, Munisa, Narad, Sarad, Sahit e Ahisa abençoaram Hanuman; Yama (Deus da morte), Kubera (Deus da riqueza), Dikpala (deuses de oito direções), Kavis (poetas), Kovidas (cantores populares) não podem descrever a reputação de Hanuman. Rambhadracharya associa o verbo gāvai na estrofe 13 com a estrofe 14 e a primeira metade da estrofe 15 também, interpreta ahīsā como significando/representando ambos Shiva e Vishnu e kovida como alguém que conhece Vedas. Sua tradução diz: Os Rishis celibatários como Sanaka, os Devatas como Brahma, Narada os melhores entre Munis (sábios), Saraswati com Shiva e Vishnu, os oito Dikpalas, incluindo Yama e Kubera, todos esses cantarão a sua glória. Até que ponto podem os mortais poetas e estudiosos dos Vedas falar sobre a sua infinita glória?

तुम उपकार सुग्रीवहिं कीन्हा।
राम मिलाय राजपद दीन्हा॥ १६ ॥
tuma upakāra sugrīvahi kīnhā।
rāam milāya rājapada dīnhā॥ 16 ॥

Você fez um grande favor a Sugriva, fazendo-o encontrar Rama e lhe concedendo o reino de Kishkindha.

तुम्हरो मन्त्र बिभीषन माना।
लंकेश्वर भए सब जग जाना॥ १७ ॥
tumharo mantra bibhīshana mānā।
lankeshvara bhae saba jaga jānā॥ 17 ॥

Seu Mantra foi aceito por Vibishana, como resultado do qual ele se tornou o rei de Lanka. O mundo inteiro sabe disso.

जुग सहस्र जोजन पर भानू।
लील्यो ताहि मधुर फल जानू॥ १८ ॥
juga sahasra jojana para bhānū।
līlyo tāhi madhura phala jānū॥ 18 ॥

O Surya, sol situado {1 Yug = 12.000 anos, 1 Sahastra = 1.000, 1 Yojan = 8 Milhas, (Yug x Sahastra x Yojan) = 12.000×1.000×8 milhas = 96.000.000 milhas (1 milha = 1,6 km) 96.000.000 milhas = 96.000.000 X1,6 km = 153.600.000 km} 153.600.000 km da terra, foi engolido por você depois que você supôs que ele era uma fruta doce.
Embora Hanuman não acabe engolindo o Surya no Ramayana de Valmiki, a história é referida por Tulsidas no Vinayapatrika. Rambhadracharya atribui as diferenças na narração por Valmiki e Tulsidas à diferença no Kalpas.

प्रभु मुद्रिका मेलि मुख माहीं।
जलधि लाँघि गये अचरज नाहीं॥ १९ ॥
prabhu mudrikā meli mukha māhī।
jaladhi lāghi gaye acharaja nāhī॥ 19 ॥

Ó Senhor, colocando o anel dado por Rama em sua boca, você saltou através do oceano – não há nenhum milagre/surpresa aqui.

दुर्गम काज जगत के जेते ।
सुगम अनुग्रह तुम्हरे तेते॥ २० ॥
durgama kāja jagata ke jete।
sugama anugraha tumhare tete॥ 20 ॥

Todas as tarefas inatingíveis no mundo tornam-se facilmente alcançáveis com a sua graça.

राम दुआरे तुम रखवारे।
होत न आज्ञा बिनु पैसारे॥ २१ ॥
rāma duāre tuma rakhavāre।
hota na āgyā binu paisāre॥ 21 ॥

Você é o porteiro e protetor da porta da corte de Rama. Sem sua ordem, ninguém pode entrar na morada de Rama.
Rambhadracharya explica paisāre como a forma Tadbhava do sânscrito padasāra.

सब सुख लहै तुम्हारी शरना।
तुम रक्षक काहू को डरना॥ २२ ॥
saba sukha lahai tumhārī saranā।
tuma rakshaka kāhū ko daranā॥ 22 ॥

Uma vez em seu refúgio, um Sādhaka obtém todos os prazeres. Você é o protetor, e não há nada de que temer.

आपन तेज सम्हारो आपै।
तीनौं लोक हाँक ते काँपे॥ २३ ॥
āpana teja samhāro āpai।
tinau loka hāka te kāpai॥ 23 ॥

Quando você rugir, depois de lembrar seus poderes, os três mundos estremecem de medo.
Rambhadracharya comenta que esta estrofe se refere à narrativa de Jambavan lembrando Hanuman de seus poderes no Kishkindha Kanda do Ramayana.

भूत पिशाच निकट नहिं आवै।
महाबीर जब नाम सुनावै॥ २४ ॥
bhūta pishācha nikata nahi āvai।
mahābīra jaba nāma sunāvai॥ 24 ॥

Espíritos malvados (bhūta) e fantasmas carnívoros (pishācha) não se aproximam daqueles que cantam seu nome Mahāvira.

नासै रोग हरै सब पीरा।
जपत निरंतर हनुमत बीरा॥ २५ ॥
nāsai roga harai saba pīrā।
japata nirantara hanumata bīrā॥ 25 ॥

O bravo Hanuman, quando invocado incessantemente por meio do Japa, destrói todas as doenças e remove todos os sofrimentos.

संकट तें हनुमान छुड़ावै।
मन क्रम बचन ध्यान जो लावै॥ २६ ॥
sankata te hanumāna chhudāvai।
mana krama bachana dhyāna jo lāvai॥ 26 ॥

Hanuman livra de todas as adversidades aqueles que se lembram dele (ou contemplam/meditam nele) em seus corações, por suas ações e por suas palavras.

सब पर राम तपस्वी राजा।
तिन के काज सकल तुम साजा॥ २७ ॥
saba para rāma tapasvī rājā।
tina ke kāja sakala tuma sājā॥ 27 ॥

Rama é o Deus supremo e um rei com Tapas, e ainda você executou todas as suas tarefas.
Rambhadracharya explica que a palavra saba para é do sânscrito sarvapara, que significa supremo. Uma leitura variante desta estrofe é sabapara rāma rāya siratājā, em que o comentário de Rambhadracharya diz que Rama é o Deus supremo e o rei dos reis.

और मनोरथ जो कोई लावै।
सोहि अमित जीवन फल पावै॥ २८ ॥
aura manoratha jo koī lāvai।
Sohi amita jīvana phala pāvai॥ 28 ॥

E quem quer que vier a você com algum desejo, esse desejo é cumprido além dos limites (literalmente, “eles obtêm o fruto ilimitado do desejo”) neste mesmo nascimento.
Uma leitura variante é soī amita jīvana phala pāvai.

चारों जुग परताप तुम्हारा।
है परसिद्ध जगत उजियारा॥ २९ ॥
chāro juga para tāpa tumhārā।
hai parasiddha jagata ujiyyārā॥ 29 ॥

Sua glória é famosa em todos os quatro Yugas e ilumina o mundo inteiro.
Rambharacharya acrescenta que esta estrofe refere-se à imortalidade de Hanuman, como acredita-se que quatro ciclos dos quatro Yugas tenham passado desde o Avatar de Rama.

साधु संत के तुम रखवारे।
असुर निकंदन राम दुलारे॥ ३० ॥
sādhu santa ke tuma rakhavāre।
asura nikandana rāma dulāre॥ 30 ॥

Você é o protetor de Sadhus (pessoas boas ou ascéticas) e Sants (santos). Você é o destruidor de demônios e querido como filho de Rama.
Rambhadracharya interpreta a palavra sādhu como Bhaktas que estão executando sādhanā e a palavra santa como Bhaktas cujo sādhanā está completo.

अष्ट सिद्धि नौ निधि के दाता।
अस बर दीन्ह जानकी माता॥ ३१ ॥
ashta siddhi nau nidhi ke dātā।
asa bara dīnha jānakī mātā॥ 31 ॥

Você é o que concede os oito Siddhis (poderes sobrenaturais chamados Aṇimā, Garimā, Mahimāem, Laghimā, Prāpip, Prākāmya, Īśitva e Vaśitva) e os nove Nidhis (tesouros divinos chamados Mahāpadma, Padma, Śaṅkha, Makara, Kacchapa, Mukunda, Kunda, Nīla e Kharva). Mãe Sita, a filha de Janaka, concedeu-lhe essa benção.

राम रसायन तुम्हरे पासा।
सदा रहो रघुपति के दासा॥ ३२ ॥
rāma rasāyana tumhare pāsā।
sadā raho raghupati ke dāsā॥ 32 ॥

Você tem o tesouro do Bhakti de Rama (rāma rasāyana) com você. (Rasāyana literalmente significa químico). Você é, respeitosamente, o servo de Raghupati (Shri Raam).
Rambhadracharya explica o termo rāma rasāyana de duas maneiras:
1. O tesouro do amor (Bhakti) em direção a Rama, com rasa significando devoção e āyana significando repositório
2. A morada da devoção a Rama (ou seja, Ramāyana), com rasa significando devoção e āyana significando uma casa ou edifício
A segunda metade tem leituras variantes incluindo sadā raho e sādara tuma em vez de sādara ho

तुम्हरे भजन राम को पावै।
जनम जनम के दुख बिसरावै॥ ३३ ॥
tumhare bhajana rāma ko pāvai।
janama janama ke dukha bisarāvai॥ 33 ॥

Cantando você (Hanuman), um Bhakta alcança Rama e esquece as adversidades e as aflições de muitos nascimentos.
Rambhadracharya explica usando versos de Ramcharitmanas e Kavitavali, que segundo Tulsidas Jñāna e Vairāgya são os dois meios para alcançar Rama, e Hanuman é ambos Jñāna e Vairāgya encarnados. Daí servir Hanuman conduz a Rama.

अंत काल रघुबर पुर जाई।
जहाँ जन्म हरिभक्त कहाई॥ ३४ ॥
anta kāla raghubara pura jāī।
jahā janma hari bhakta kahāī॥ 34 ॥

Como resultado da devoção a você, um Bhakta vai para o Sāketa Loka (raghubara pura) no momento do seu fim (morte física). Uma vez que o Bhakta alcança Sāketa, onde quer que eles nasçam, eles são conhecidos como os Bhaktas de Hari.
Rambhadracharya interpreta esta estrofe como significando que o Bhakta, até mesmo descarta o feliz Moksha de nascer novamente neste mundo como um devoto de Hari, como diz Tulsidas no quarto livro de Ramcharitmanas.

और देवता चित्त न धरई।
हनुमत सेइ सर्व सुख करई॥ ३५ ॥
aura devatā chitta na dharaī।
hanumata sei sarba sukha karaī॥ 35 ॥

Mesmo aquele que não contempla/medita em qualquer outro Devatas em sua mente e serve apenas a Hanuman, alcança toda bem-aventurança favorável neste mundo e no próximo.
Rambhadracharya explica que de acordo com o Bhagavad Gita apenas Devatas podem conceder os resultados desejados das ações, mas mesmo que se sirva Hanuman e nenhum outro Devata, eles obtêm todas as felicidades terrenas e de outro mundo.

संकट कटै मिटै सब पीरा।
जो सुमिरै हनुमत बलबीरा॥ ३६ ॥
sankata katai mitai saba pīrā।
jo sumirai hanumata balabīrā॥ 36 ॥

Quem quer que se lembra do bravo e poderoso Hanuman fica livre de todas as adversidades e alívio de todas as dores.

जय जय जय हनुमान गोसाईं।
कृपा करहु गुरुदेव की नाईं॥ ३७ ॥
jaya jaya jaya hanumāna gusāī।
kripā karahu gurudeva kī nāī॥ 37 ॥

Ó Hanuman, o mestre dos sentidos, possa você ser vitorioso, possa você ser vitorioso, possa você ser vitorioso. Possa você chover sua graça amorosamente, como faz um Guru, e me revelar o conhecimento da devoção a Rama.
Rambhadracharya interpreta os enunciados de jaya repetidos três vezes para significar que Hanuman é sat-cit-ānanda.

जो शत बार पाठ कर कोई।
छूटहि बंदि महा सुख होई॥ ३८ ॥
jo shata bāra pātha kara koī।
chhūtahi bandi mahā sukha hoī॥ 38 ॥

Aquele que recita Hanuman Chalisa cem vezes (ou por cem dias) é libertado da escravidão e obtém grande felicidade “.
Rambhadracharya interpreta Shata como sendo o número 108 e Bāra (Sânscrito vāra) para significar um dia. Ele explica as palavras como significando que aquele que recita o Hanuman Chalisa 108 vezes ao dia durante 108 dias será libertado das escravidões deste mundo e do próximo, e alcançará grande felicidade.

जो यह पढ़ै हनुमान चालीसा।
होय सिद्धि साखी गौरीसा॥ ३९ ॥
jo yaha parhai hanumāna chālīsā।
hoya siddha sākhī gaurīsā॥ 39 ॥

Aquele que lê este Hanuman Chalisa obtém o Siddhi (realização ou libertação). O próprio Shiva testemunha essa afirmação.
Rao e Mehta explicam isso como “Aquele que lê Hanuman Chalisa alcança o siddhis do Deus Shiva e se torna seu amigo”.

तुलसीदास सदा हरि चेरा।
कीजै नाथ हृदय महँ डेरा॥ ४० ॥
tulasīdāsa sadā hari cherā।
kījai nātha hridaya maha derā॥ 40 ॥

Tulsidas é sempre um devoto de Hari. Ó Senhor, faça de meu coração a sua morada.
Rambhadracharya oferece três explicações para esta estrofe de acordo com três diferentes Anvayas (conexão de palavras):
1. Ó Hanuman, o senhor dos Vanaras, você está sempre a serviço de Hari (Rama), que você possa residir no coração de Tulsidas.
2. Tulsidas diz Ó Lord Hanuman, que você possa residir no coração dos devotos que servem Hari (Rama).
3. Tulsidas é sempre o servo de Hari (Hanuman, como Hari, também significa Vanara em sânscrito), que você possa residir em meu coração.

Doha final

पवनतनय संकट हरन मंगल मूरति रूप।
राम लखन सीता सहित हृदय बसहु सुर भूप॥
pavantanaya sankata harana mangala mūrati rūpa।
rāma lakhan sītā sahita hridaya basahu sura bhūpa॥

Ó Filho de Vāyu, removedor de adversidades, com uma forma auspiciosa e o principal entre todos os Devas, que você possa residir em nossos corações juntamente com Rama, Lakshman e Sita.
Rambhadracharya explica que Tulsidas dirige-se a Hanuman com quatro adjetivos nesta estrofe final para indicar que Hanuman ajuda a limpar a mente (Manas), o intelecto (Buddhi), o coração (Citta) e o ego (Ahaṅkāra) e pedindo-lhe para residir no coração do devoto. Tulsidas acaba o trabalho, concluindo que o refúgio de/em Hanuman é a busca suprema.