Não é Qaddafi sendo linchado no vídeo

Comunicado de La Voix des Opprimés:
enxuguem vossas lágrimas e continuem a luta, aquele que vos mostraram não era Muammar Al-Qaddafi.

Postado em 25/10/2011 por La Voix des Opprimés

Omar Al-Mukhtar e Muammar Al-Qaddafi, dois heróis da Líbia.

De acordo com relatos que acabam de nos chegar, o mártir humilhado e apresentado como sendo Muammar Al-Gaddafi, em vídeos e fotografias que tem dado a volta ao mundo, foi identificado e se chamava na realidade Ali Majid Al Andalus, era um habitante de Sirte e era famoso na Líbia por sua semelhança com o Guia irmão da revolução El Fateh.

Nós publicamos esta notícia para terminar o mais rápido possível com a confusão que serve à guerra psicológica da OTAN, que tem inundado a internet com falsas notícias falsas, falsos comunicados, falsos documentos, falsos sítios de internet líbios, contaminando as redes sociais e, lamentavelmente, também alguns sítios da internet amigos da Líbia.

O homem na foto, com o buraco de bala na cabeça, não é Muammar Al-Qaddafi, mas o seu sósia, que se fazia chamar “Ahmid“. Olhe para seu rosto e compare-o com aquele do verdadeiro Muammar Al- Qaddafi.


Nós obtivemos esta informação de várias fontes dignas de confiança e estamos lhes pedindo para que se mobilizem mais do que nunca para trabalhar pela atualização da verdade e para dar um fim às guerras injustas contra a Grande Jamahiriya Arabe Líbia e em toda parte, como no Iraque, Afeganistão assim como os predadores desejam fazer contra a Síria e a Argélia, por exemplo.

Pedimos às populações européias e norte-americana assim como a todos os povos do mundo de multiplicar suas ações com todas as suas forças com todos os meios disponíveis e estabelecer toda iniciativa/esforço combinado para garantir que a OTAN e todos os seus cúmplices através o mundo sejam postos definitivamente em “xeque-mate.” Este é o futuro da humanidade. Não deixe o seu futuro e o das gerações futuras nas mãos dos perigosos psicopatas criminosos.

Obama, Sarkozy, Cameron e o ignóbil Albellajil sabem muito bem que aquele que eles fizeram assassinar não era Muammar Qaddafi. Eles usaram esse inocente apenas para a sua operação psicológica fazendo-o ser linchado pelos canalhas armados da CNT diante das câmeras. Isto serve a vários propósitos, incluindo o de, por um lado, humilhar o Guia e por outro sujar a imagem do Islã.

A razão pela qual Jalil se apressou em declarar a Sharia na Líbia é de fazer jogar a responsabilidade dos crimes dos países da OTAN nas costas dos muçulmanos e do Islã, quando na realidade esses linchadores que cometeram esses crimes são tipos drogados pelos serviços secretos dos países da OTAN que nada têm a ver com o Islã.

Esta é uma guerra contra o Islã. Uma vez que estes monstros mercenários da OTAN tenham cometido suficientes crimes diante das câmeras do mundo inteiro, com a ajuda dos países da OTAN, estes últimos terão então todas as desculpas para matar ainda mais as populações e aumentar suas guerras para reforçar seus controles sobre os países muçulmanos que serão vistos como as sociedades selvagens e bárbaras. O Islã terá sido desacreditado e eles poderão tranquilamente propor e fazer aceitar seu famoso projeto da chamada Nova Ordem Mundial.

A operação de desestabilização psicológica da OTAN deve ser mantida para sempre pelos cidadãos do mundo inteiro como uma lição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s