Ajude a salvar a vida do Dr. Dorda

Solidariedade Internacional para salvar a vida do Dr. Abuzaid Dorda

De: Mathaba e Turtle Bay

Retirado em 11.09.2011 de sua residência, o Dr. Abuzaid Omar Dorda, respeitada figura internacional, alto funcionário e anterior embaixador líbio na ONU, tem sido desde então cruelmente torturado pelos membros do Al-Qaeda do Comando Militar de Trípoli e do Conselho Nacional de Transição da Líbia. Uma representante da ONG Human Rights Watch, chamada Susan, afirmou tê-lo visto há duas semanas atrás e disse que ele estava bem! Logo depois Susan deixou o país.

Pessoas como o Dr. Dorda são importantes para qualquer perspectiva futura de paz na Líbia. Atualmente sua vida está em grave perigo, pois a brigada Al-Qaeda de Belhaj Abdelhakim, que tomou o Comando Militar em Trípoli, está tentando matá-lo.

Estamos pedindo à comunidade internacional, às organizações humanitárias, à ONU e ao Conselho da Europa para exigir a imediata libertação e garantias para a vida deste respeitado homem, cujos direitos humanos estão sendo grosseiramente violados pela “nova democracia” do regime líbio.

Ele foi jogado por uma janela e um de seus médicos disse à sua família que ambas as pernas foram quebradas e ele tem sido gravemente espancado e torturado desde o mês passado.

De acordo com o blog Turtle Bay, da revista Foreign Policy, as circunstâncias terríveis de detenção Dr. Abuzaid Dorda levaram seu genro Adel Khalifa Dorda a escrever um apelo ao Secretário Geral da ONU Ban Ki-moon e ao Presidente do Conselho de Segurança da ONU em que ele diz, entre outras coisas, que “Mr. Dorda sobreviveu a uma tentativa de homicídio ontem à noite, 25 de outubro de 2011, nas mãos de seus guardas no edifício onde foi preso. Ele foi atirado do segundo andar ocasionando-lhe vários ossos quebrados e outros ferimentos graves. As autoridades foram forçadas a remover Dorda para o hospital Maitiga em Trípoli, onde a partir de agora ele está sendo mantido sob condições extremamente precárias. Dorda não está recebendo o tratamento adequado devido e legalmente concedido a um prisioneiro político, menos ainda aquele exigido nos termos dos direitos humanos e de outros tratados internacionais “.

Lizzie Phelan, uma jornalista independente da Grã-Bretanha, que estava reportando da Líbia durante os bombardeios da NATO, disse:
A mídia líbia tentou dizer que o Dr. Abuzaid Dorda, um dos membros mais respeitados da política da Líbia na história recente, tentou cometer suicídio. Todo mundo sabe quão desafiante e forte é o Dr. Dorda e que isso está longe da verdade. A realidade é que ele foi jogado por uma janela e um de seus médicos disse à sua família que ambas as pernas foram quebradas e ele foi espancado e torturado durante o mês passado. A última pessoa a vê-lo foi uma mulher da Human Rights Watch chamada Susan há duas semanas atrás, que disse que ele estava bem! (Desde então ela deixou o país). A família não teve qualquer contato com ele desde que ele foi detido e eles não têm meio de contatá-lo num momento em que está claro que agora a brigada Al-Qaeda de Abdelhakim Belhaj em Trípoli está tentando matá-lo. Uma figura como o Dr. Dorda é importante para qualquer perspectiva de futuro de paz na Líbia e as possibilidades de uma revolta são elevadas se ele for morto. Eu recebi um relatório confiável de que os “rebeldes” tentaram assassinar o respeitado irmão Dr. Abuzaid Dorda, um alto membro do governo líbio que é tido em alta estima pelo povo líbio. O Dr. Dorda não vai ceder às torturas que eles tentam lhe infligir (a quebra das duas pernas e outras piores) e entregar as informações que querem desesperadamente dele. Ele foi um embaixador para as Nações Unidas, mas agora podemos esperar que as Nações Unidas e todas as outras instituições de ‘direito internacional’ o considerem enquanto uma figura veterana de um Estado soberano que está ameaçada de assassinato por seus lacaios?

Aqui estão algumas coisas que NÓS PODEMOS FAZER para AJUDAR o Dr. Abuzaid DORBA. Levam apenas alguns minutos do nosso tempo, mas poderão fazer uma diferença entre VIDA e MORTE para ele:

1. Telefonar para o Conselho de Segurança da ONU
a) Por favor, chame o embaixador russo no Conselho de Segurança da ONU, o embaixador Churkin. Os números são os seguintes: +1 212 861 4903 (Secretário/Assistente) e +1 212 861 4327 (Serviço de Imprensa).
b) Por favor, chame o embaixador chinês no Conselho de Segurança da ONU, o embaixador Li Baodong. O número é: +1 212 655 6100.

2. Enviar emails
Copie e cole o texto acima ou escreva o seu próprio e envie para os seguintes endereços:
rusun.press@gmail.com e/ou rusun@un.int (Rússia)
ChinaMissionUN@Gmail.com
India@un.int
portugal@un.int
contact@lebanonun.org
delbrasonu@delbrasonu.org
siumara@delbrasonu.org
bihun@mfa.gov.ba
colombia@colombiaun.org
pmun.newyork@dirco.gov.za
perm.mission@nigerdeleg.org
aumission_ny@yahoo.com
presidentrsa@po.gov.za
info@new-york-un.diplo.de
dsatsia@gabon-un.org
LamamraR@africa-union.org
waneg@africa-union.org
JoinerDJ@africa-union.org
gabon@un.int
Nigeria@un.int
unsc-nowar@gmx.com

CONTATE:

A Anistia Internacional
Tel: +44 (0) 20 7413 5566
Depois de horas: +44 7778 472 126
E-mail: press@amnesty.org

UE ANISTIA OFFICE
amnesty-eu@aieu.be

ORIENTE MÉDIO E NORTE DA ÁFRICA ANISTIA
mena@amnesty.org

Representante da ONU OFFICE ANISTIA
gvunpost@amnesty.org

ÁFRICA ANISTIA OFFICE
ai-aro@amnesty.org

RÚSSIA ANISTIA
msk@amnesty.org

A Human Rights Watch

350 Fifth Avenue, 34 º andar New York, NY 10118-3299 EUA
Tel: +1 212 290 4700, Fax: +1 212 736 1300
hrwnyc@hrw.org

Poststraße 4-5 10178 Berlin, Alemanha
Tel: +49 30 2593 06-10, Fax: +49 30 2593 0629
berlin@hrw.org

Avenue des Gaulois, 7
1040 Bruxelas, Bélgica
Tel: + 32 (2) 732 2009, Fax: + 32 (2) 732 0471
hrwbe@hrw.org

51, Avenue Blanc
1202 Genebra, Suíça
Tel: +41 22 738 0481, Fax: +41 22 738 1791
hrwgva@hrw.org

12/02 Pentonville Road, 2nd Floor
London N1 9HF, UK
Tel: +44 20 7713 1995, Fax: +44 20 7713 1800
hrwuk@hrw.org

27 Rue de Lisbonne
75008 Paris, França
Tel: +33 (1) 43 59 55 35, Fax: +33 (1) 43 59 55 22
paris@hrw.org

1630 Connecticut Avenue, N.W., Suite 500
Washington, DC 20009 EUA
Tel: +1 202 612 4321, Fax: +1 202 612 4333
hrwdc@hrw.org

O Gabinete do Comissário para os Direitos Humanos do Conselho da Europa
Estrasburgo, França
+ 33 (0) 3 88 41 34 21
+ 33 (0) 3 90 21 50 53
press.commissioner@coe.int

Alguns endereços de empresas de mídia:
letters@msnbc.com
onlyonfox@foxnews.com
editor@nypost.com
editor@nypost.com
stella.dawson@reuters.com
contact@lefigaro.fr
mail@mondepub.fr
letters@examiner.ie
letters@thetimes.co.uk
insight@sunday-times.co.uk
letters@guardian.co.uk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s