Lula, Dilma e o PT burocrático suicidaram a Era de Ouro do Brasil por falta de realismo ideológico

Com grana corrupta do Marcelinho Odebrecht, do Joesley&Wesley da JBS, do Skaf da FIESP e de vários outros empresários, Eduardo Cunha comprou e montou uma quadrilha criminosa de deputados e senadores para se eleger presidente da Câmara dos Deputados, impor o impítiman à presidenta mais honesta que este país já teve e colocar no poder sua quadrilha criminosa de Temer&Cia que em menos de um ano destruiu a maior era de ouro que o Brasil já teve em seus 500 anos de existência, reconhecida por toda a humanidade mundial com grande desenvolvimento econômico e inclusão/ascensão social, 7ª economia mundial e fora do centenário Mapa da Fome da ONU.
Esse crime contou com todo o apoio manifesto dos cidadãos corporativistas e golpistas do Ministério Público Federal e do Supremo Tribunal Federal, cobras criadas e traíras que, ironicamente foram colocados em seus cargos por Lula e Dilma, em nome de um tal de “republicanismo” carente de preocupações com a realpolitik*
* Realpolitik (do alemão “Real=realístico”, e “Politik=política”) refere-se à política ou diplomacia baseada principalmente em considerações práticas, em detrimento de noções ideológicas. 

O sítio PODER 360 traz a íntegra do depoimento do quadrilheiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s